Saiba como a lei da oferta e procura influencia sua vida

Saiba como a lei da oferta e procura influencia sua vida

A lei da oferta e da procura é, talvez, um dos principais conceitos econômicos e a espinha dorsal de uma economia de mercado. A procura refere-se ao quanto um produto ou serviço é desejado pelos consumidores. Enquanto oferta significa a quantidade desse produto que está disponível no mercado.
 
Neste artigo vamos explicar como a relação entre a oferta e a procura por produtos ou serviços pode determinar seu valor.
 

A Lei da Oferta e da Procura na Prática

 
É bem provável que você já tenha ouvido falar a respeito da lei da oferta e da procura, porém, mesmo que nunca tenha ouvido, saiba que ela faz parte da sua vida. A cada compra realizada, dos produtos mais baratos aos mais caros, ela está presente.
 

Exemplos de Oferta:

 
– O milho é produzido durante todo o ano, resultando em mais milho do que toda a população precisa. Para conseguir vender tudo o que produziram, os agricultores precisam baixar o preço.
 
– Após um período de seca, grande parte da produção de morangos é prejudicada. Muitas pessoas querem comprar morangos, mas há poucos disponíveis. O resultado é o uma alta no preço da fruta.
 
– Vários trabalhadores não qualificados chegam a uma cidade e todos estão dispostos a aceitar empregos com baixos salários. Como há mais trabalhadores do que empregos disponíveis, o excesso de oferta de candidatos faz com que os salários oferecidos sejam baixos.
 

Exemplos de Procura ou Demanda:

 
– Um pintor famoso morre e, assim, ele obviamente não produzirá mais quadros. A procura por suas obras aumenta drasticamente, pois as pessoas querem comprar as poucas peças que existem; o que causa o aumento do valor de suas pinturas.
 
– Um item de moda que se tornou febre durante um período deixa de ser considerado “fashion”. A procura por ele cai completamente, já que não é mais o item indispensável da temporada. Para que as empresas consigam vender todo o restante que foi produzido e não vendido, o preço cai.
 
– Um novo restaurante abre na cidade e recebe críticas positivas de especialistas badalados. Há apenas 12 mesas no estabelecimento, mas uma grande quantidade de pessoas quer fazer uma reserva, aumentando a demanda e, consequentemente, o preço.
 
Acompanhe o caso abaixo em que vamos usar como exemplo os livros de colorir.
 
Oferta: Quantidade de livros de colorir produzidos pelas editora e disponível para venda nas livrarias.
 
Procura: Quantidade de pessoas que desejam comprar livros de colorir.
 
Há algum tempo, os livros de colorir viraram febre do Brasil entre adultos e crianças, isso fez com que esta procura por eles aumentasse de forma significativa. Percebendo esse interesse, as editoras passaram a produzir mais livros, para atender a demanda do mercado.
 
Quando oferta e procura estão em equilíbrio, ou seja, quando a quantidade de livros que está sendo produzida por várias empresas consegue atender a todos, o preço do produto tende a estabilizar. Dessa forma, o consumidor consegue comprar o que deseja, e os fabricantes conseguem vender tudo o que produzirem. Essa é a condição ideal da economia, porém, nem sempre é isso o que acontece.
 
Se poucas editoras estão produzindo livros de colorir e grande parte das pessoas interessadas não está conseguindo comprar, ocorre um aumento do preço do produto. Com o passar do tempo, as pessoas começam a perder o interesse pelos livros, e, consequentemente, a procura por eles diminui. Para aquecer novamente as vendas, as editoras precisam reduzir o preço, e, claro, sua margem de lucro, o que não é financeiramente saudável para uma empresa.
 

Resumindo:

 
• Preço alto – Ruim para quem compra;
 
• Preço baixo – Ruim para quem vende;
 
• Preço estável – Bom para quem compra e para quem vende.
 

A Importância da Pesquisa de Mercado

 
Depois de entender melhor a lei da oferta e demanda é hora de saber como medi-la e compará-la dentro da sua empresa. Se você é um empreendedor, é fundamental que conheça essa dinâmica, a fim de entender como seu produto se comporta e é aceito no mercado. Assim, será possível analisar a procura (demanda) e constatar se conseguirá ofertar seus produtos na quantidade e preço em questão e, claro, gerar lucros.
 
Uma forma bastante comum de realizar essa análise é fazendo uma pesquisa de mercado. Com ela é possível calcular qual será a receptividade dos seus produtos ou serviços. Essa pesquisa é importante porque, sem ela, você estará dando um tiro no escuro. É muito importante conhecer o cenário no qual se está entrando para definir estratégias com muito mais chances de ter sucesso.
 
Empresários mais experientes e com vasto conhecimento do mercado no qual estão inseridos conseguem quase que intuir essa receptividade e acabam abrindo mão das pesquisas formais. Porém, quando se trata de produtos inovadores, a pesquisa se torna fundamental, já que, provavelmente, não haverá registros de nada parecido para se conseguir deduzir a aceitação dos consumidores.
 
Conhecer de maneira aprofundada a lei da oferta e da procura irá te ajudar a entender melhor o seu negócio, o que irá contribuir para a criação de um planejamento que seja coerente e atual e que realmente seja eficiente para aumentar a lucratividade da sua empresa.
Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com seus amigos empreendedores em suas redes sociais.