Saiba o que faz um Personal Shopper

Saiba o que faz um Personal Shopper

Quem gosta de estar atualizado sobre as principais novidades de setores como o de roupas, tecnologia, móveis entre outros pode se tornar um personal shopper, profissão que surgiu a apenas alguns anos e que já se consolidou como uma excelente oportunidade para ganhar dinheiro. Com a falta de tempo cada vez mais pessoas precisam de auxílio para realizar as suas compras com o máximo de ganho em termos de custo e benefício.

O que faz um Personal Shopper?

Traduzindo a expressão inglesa Personal Shopper temos ‘comprador pessoal’, a definição mais direta do que esse profissional faz. A função desse comprador é auxiliar os clientes a encontrar as opções de compra mais assertivas para atender às suas demandas de forma satisfatória. Inicialmente o profissional dessa área atuava no setor fashion prestando consultoria não somente no tocante a encontrar melhores preços, mas também de selecionar look mais assertivos.

Contudo, o leque de possibilidades vem se ampliando e se estende para outras áreas como a de decoração, por exemplo. É importante que o Personal Shopper transmita confiança para os seus clientes no sentido de ser realmente especializado em encontrar as melhores oportunidades do seu segmento. Quanto mais diferenciado for o trabalho desse comprador pessoal mais chances de bons ganhos ele terá.

Quanto ganha um Personal Shopper?

A média salarial de um Personal Shopper no Brasil fica entre R$ 1.295,00 e R$ 1.432,00, contudo, alguns profissionais dessa área podem ganhar mais. Alguns compradores trabalham em posto fixo em lojas enquanto outros atuam como consultores autônomos. Como a rotina de boa parte das pessoas se tornou demasiadamente atribulada é interessante contar com a figura de um profissional que realiza as compras para você resolvendo as demandas mais urgentes.

6 Dicas de como ganhar dinheiro como Personal Shopper

Se você se interessou em se tornar um Personal Shopper vai gostar de conferir as dicas que listei a seguir de como faturar mais neste mercado.

1 – Determine seu público-alvo

O primeiro passo para se tornar um Personal Shopper de sucesso é saber exatamente quem são os seus clientes, isto é, o seu perfil passando por onde eles estão e como chegar até eles. De maneira geral os clientes desse tipo de serviço tendem a ter um padrão financeiro mais alto, pois não podemos esquecer que se trata de investir em peças de grande valor agregado.

Essa determinação é crucial para o sucesso da sua empreitada haja vista que somente assim será possível determinar as marcas com que se irá estabelecer parceria e quais tendências serão observadas de perto.

2 – Atualização constante

Um bom Personal Shopper é aquele que está sempre inteirado das tendências do setor em que pretende atuar. O indivíduo que escolhe essa profissão deverá se manter a par das novas marcas que estão surgindo no mercado, quais os diferenciais de cada etiqueta e especialmente o que será hit de vendas na temporada seguinte. O cliente procura esse auxílio para estar alinhado com as novidades e ter certeza de que encontrou a melhor relação custo e benefício do mercado.

3 – Personalização

Outro ponto que pode contribuir para que esse profissional se torne bem visto em seu mercado é oferecer um serviço personalizado para cada cliente. O Personal Shopper deve compreender o que cada indivíduo deseja para lhe oferecer as melhores alternativas. Quando o cliente percebe que encontrou um profissional que realmente consegue traduzir seus desejos – mesmo aqueles que nem foram exteriorizados – em realidade dificilmente vai trocar de serviço de comprador pessoal.

4 – Tenha parcerias com marcas

Conseguir bons preços e condições de pagamento é essencial para garantir que os clientes continuem investindo no serviço de Personal Shopper, o estabelecimento de parcerias com marcas fortes do setor pode funcionar nesse sentido. Algumas marcas se mostram mais interessantes para o perfil de clientes com que se trabalha, ao identificar quais são essas etiquetas o profissional pode oferecer um acordo. Mais do que um guia de estilo os clientes desejam ter acesso a facilidades financeiras.

5 – Trabalhe a comunicação com os seus clientes

É fundamental que os clientes de um Personal Shopper compreendam qual a relevância de utilizar esse serviço. Mesmo quem está inserido num padrão financeiro mais alto pode precisar de algum convencimento para fazer alguns investimentos em peças de maior valor agregado. Nesse caso o profissional deve saber como apresentar todos os benefícios que vem desse investimento mais significativo.

6 – Ofereça facilidades

Talvez essa seja a dica mais preciosa que posso dar a respeito de como ser um bom Personal Shopper. Os clientes desse serviço querem ganhar tempo e ter facilidades para resolver compras que podem ser necessárias, mas que não têm espaço para serem feitas em suas agendas. Crie um modelo de atendimento que privilegie a disponibilidade do seu cliente.

A profissão de Personal Shopper surgiu há pouco tempo, mas tem grandes chances de sucesso no mercado. Gostou dessas dicas? Compartilhe em suas redes sociais! 

Copyright:324822860 – https://www.shutterstock.com/pt/g/andersonrise