Entenda mais sobre Alavancagem Financeira

Entenda mais sobre Alavancagem Financeira

A técnica conhecida como alavancagem financeira gera discordâncias entre os economistas e financistas acerca dos riscos que pode trazer para aqueles que a praticam. Trata-se de um método que objetiva a multiplicação de renda através da contração de empréstimos de terceiros a custo fixo. Embora tenha grande potencial para aumentar o lucro dos acionistas pode representar o início de uma bola de neve.

Entenda o que é alavancagem financeira

Alavancagem em finanças se refere a técnicas que são usadas com o objetivo de multiplicação de rentabilidade pelo endividamento. Isso significa que são buscados recursos de terceiros para compor o capital da companhia. A empresa se vale de empréstimos feitos de terceiros a custo fixo – o que significa que tem taxa de juros.

O capital emprestado contribui para aumentar o lucro dos acionistas. Além de fazer empréstimos é possível realizar alavancagem financeira através de uso de derivativos e ativos fixos. Num primeiro momento podemos ter a impressão de que se trata de uma técnica interessante e positiva para elevar os lucros de uma organização, mas olhando bem percebemos que guarda alguns riscos bastante sérios.

Riscos da alavancagem financeira

Citei acima que essa técnica para aumento da lucratividade dos acionistas pode trazer riscos para as empresas que a realizam, abaixo vou explicar melhor quais são eles.

Taxa de juros elevada

Empréstimos podem ser essenciais em alguns momentos para o crescimento de uma companhia, no entanto, se não há um planejamento assertivo para a solicitação do mesmo é possível criar uma situação difícil no futuro. Ao tomar uma quantia emprestada junto a um banco ou financeira a sua empresa está assumindo juros que deverão ser pagos.

Uma dica é utilizar o Grau de Alavancagem Financeira – GAF – (ensinarei a seguir) que permite evidenciar e medir os riscos a que a organização está se expondo. Lembre-se que quanto maior for a alavancagem maior serão os lucros, mas também maior será o endividamento que pode não ser passível de contornar a médio e longo prazo.

Impacto na estrutura monetária da companhia

O gestor deve fazer uma avaliação criteriosa a respeito do custo total do empréstimo para saber se o retorno será maior do que a dívida gerada. Não se deve substituir uma dificuldade por outra, a necessidade de aumentar os lucros da sua companhia no presente não deve contribuir para uma alavancagem impensada. Os efeitos causados pelo empréstimo sobre o patrimônio líquido da empresa devem ser positivos.

Como o cálculo de alavancagem financeira é feito?

Além de realizar o cálculo do GAF é necessário fazer a associação do mesmo com algumas variáveis da área de gestão e finanças da sua organização. Vou explicar em detalhes como fazer esses cálculos.

Fórmula do GAF

GAF = Retorno sobre o Patrimônio Líquido (RPL) / Retorno sobre o Ativo Total (RAT)

O RPL dessa fórmula deve ser calculado fazendo uma relação entre o lucro líquido e patrimônio líquido da empresa.

Fórmula do RPL

RPL = Lucro Líquido / Patrimônio Líquido

O RAT é o resultado da relação entre o lucro da empresa após o Imposto de Renda e antes da incidência do ativo total da companhia.

Fórmula do RAT

RAT = Lucro depois do Imposto de Renda e antes dos juros / Ativo Total

Avaliando os riscos

Após ter encontrado o valor do RPL e do RAT chega o momento de fazer a avaliação do resultado do GAF para saber se os riscos são significativos para a empresa ao realizar a alavancagem financeira. Basicamente se o resultado for 1 significa que o risco é pequeno.

No caso do resultado ser inferior a 1 indica que o risco é ainda mais baixo tornando a alavancagem favorável. Finalmente, se o resultado do cálculo do GAF for superior a 1 é necessário repensar essa estratégia haja vista que se mostra uma prática bastante arriscada para a sua companhia.

Fugindo de prejuízos

Ao realizar a alavancagem financeira é possível adotar medidas que contribuem para evitar prejuízos. A seguir listei algumas dessas ações que a sua companhia pode adotar para um uso mais saudável dessa técnica financeira.

Sustentabilidade financeira: cuide para que a alavancagem se mantenha em um nível saudável para as finanças da sua organização.

Faça empréstimos em fontes oficiais: uma vez tomada a decisão de realizar a alavancagem financeira é importante escolher fontes oficiais para obter os empréstimos, ou seja, bancos e instituições sérias.

Mantenha os riscos em mente: uma dica é ter sempre em mente os riscos que essa técnica oferece e não ignorá-los ao longo do desenvolvimento da estratégia.

Considere outras opções: antes de partir para o uso da alavancagem é importante considerar outras possibilidades para manter a companhia em expansão.  

Gostou de saber mais sobre a alavancagem financeira? Compartilhe em suas redes sociais com os seus amigos e conhecidos! 

Copyright: Google – www.parmais.com.br/