People Analytics -  Tendência na gestão de pessoas

People Analytics - Tendência na gestão de pessoas

O capital humano das empresas nunca foi tão valorizado quanto agora em que há grande competitividade no mercado e mais possibilidades profissionais. Ferramentas, como a People Analytics, se consolidam nos processos de gestão de pessoas nesse cenário em que faz diferença compreender o que torna os colaboradores mais produtivos, engajados em suas tarefas e satisfeitos.

O que é People Analytics?

Basicamente People Analytics consiste em analisar dados para compreender os comportamentos dos colaboradores no ambiente profissional. Esses dados são obtidos de diferentes fontes como redes sociais, avaliação de usuários, metadata (que são dados sobre dados), tendências de marketing entre outras. Reunir dados não é o bastante, é necessário transformá-los em informações.

Essa análise pode ser feita através do trabalho de Data Scientist ou de um software de gestão. A ideia é simples, comportamentos podem ser explicados através dos seus fatores motivadores. Geralmente há um problema que gera a necessidade de empregar a técnica de People Analytics, isto é, uma questão que demanda ser compreendida através da investigação de dados.

Quais problemas podem ser investigados pela People Analytics?

De maneira geral as companhias que investem em People Analytics estão enfrentando problemas como produtividade baixa, vendas abaixo do esperado, falta de engajamento dos profissionais envolvidos, elevada taxa de rotatividade (problemas para reter talentos), fraudes e insatisfação dos consumidores.

Impulso do People Analytics pela tecnologia

Organizações que enfrentassem os problemas supracitados há cerca de 10 anos, muito provavelmente não poderiam investir em People Analytics porque não havia toda a gama tecnológica de análise de dados que há hoje em dia. Com o armazenamento de dados quase ininterrupto que se dá atualmente e os softwares de análise desenvolvidos se tornou mais fácil chegar a respostas satisfatórias demandando menos recursos financeiros.

O avanço tecnológico permitiu que People Analytics se tornasse uma das principais tendências para a gestão de pessoas. Nos Estados Unidos, 69% das companhias – de acordo com pesquisa divulgada pela Revista Forbes – trabalham com dados integrados para gerenciar seu pessoal. Para se ter uma ideia em levantamentos semelhantes realizados alguns anos antes essa taxa era de apenas 15%.

O futuro do People Analytics

Cada vez mais organizações investem na criação de bancos de dados dinâmicos para que possam alinhar sua gestão de pessoas com People Analytics, mais do que uma tendência do presente é uma certeza para o futuro. A análise de pessoal já está utilizando ferramentas como Inteligência Artificial e Machine Learning para tornar os algoritmos ainda mais precisos e capazes de investigar questões mais complexas.

Com a tecnologia disponível atualmente é possível encontrar respostas para determinar os fatores desencadeantes de atritos no ambiente organizacional assim como elaborar modelos de projeção de performance e até estabelecer previsões de índices de turnover. Essas respostas são resultados do cruzamento de dados internos e coletas externas (redes sociais, por exemplo).

Das habilidades para análise de comportamento

Há poucos anos a principal questão de preocupação do setor de recursos humanos dizia respeito às habilidades profissionais dos colaboradores. Porém, com o desenvolvimento de sistemas de inteligência artificial se tornou possível investigar padrões e comportamentos dos indivíduos de maior sucesso no mercado. Esses dados passariam bem abaixo do radar da tecnologia de pouco tempo atrás, contudo, agora podem ser identificados e destrinchados.

Como People Analytics pode ajudar minha empresa?

Pense em qual é o objetivo do seu empreendimento para o próximo ano, pode ser aumentar as suas vendas em 5%, tornar o atendimento ao cliente mais satisfatório, construir uma imagem mais positiva para a sua organização, reduzir as chances de acidentes de trabalho entre vários outros. Independente do que o gestor deseja é mais fácil conquistar com a adoção de análise de People Analytics.

Os dados coletados contribuirão para o desenho e adoção de estratégias assertivas para alcançar as metas delineadas. Os colaboradores se tornam mais eficientes em suas tarefas quando são mais bem compreendidos e estão alinhados com a conquista dos objetivos organizacionais.

5 Dicas para criar uma área de People Analytics na sua empresa

A seguir vou apresentar dicas de como estabelecer uma área de People Analytics em sua organização.

1 – Equipe

É importante contar com profissionais qualificados para realizar o trabalho de coleta e análise de dados atendendo as demandas da companhia em larga escala.

2 – Coleta efetiva de dados

Para que a análise seja realizada assertivamente é fundamental que se trabalhe com um bom universo de dados. A coleta deve ser transparente e desenvolvida por meio de canais seguros. People Analytics demanda uma análise multidisciplinar.

3 – Planejamento estratégico

Para que as necessidades da sua organização sejam devidamente atendidas é essencial que haja um planejamento estratégico em longo prazo.

4 – Integração de dados

Aproveite o avanço da tecnologia para integrar com mais eficiência dados internos e externos realizando dessa maneira um cruzamento mais efetivo gerando informações mais relevantes.

5 – Use as informações com assertividade

Ao ter em mãos as informações produzidas pela People Analytics é essencial refletir sobre as formas mais efetivas de utilizá-las em prol da sua companhia.

Gostou de saber mais sobre People Analytics? Deixe seus comentários a seguir! 

Copyright:444333169 – https://www.shutterstock.com/pt/g/rawpixel