Escolha a melhor Plataforma E-commerce para seu negócio

Escolha a melhor Plataforma E-commerce para seu negócio

A escolha da plataforma e-commerce deve ser realizada considerando as necessidades que a sua loja virtual possui para que se possa oferecer o melhor atendimento aos seus clientes. No momento em que se está prospectando uma plataforma é necessário atentar para alguns pontos relevantes dentre os quais estão à infraestrutura oferecida, o sistema de gerenciamento e a visualização da página.

Plataforma e-commerce: Conheça os tipos e encontre a melhor opção para seu negócio

A partir da análise das necessidades do seu e-commerce é mais fácil determinar qual o modelo de plataforma mais indicado para tornar sua loja virtual mais próspera. A seguir vou explicar um pouco mais sobre cada tipo de plataforma para que seja possível fazer uma escolha mais assertiva.

Plataforma tipo open source (código aberto)

Basicamente as plataformas do tipo open source são aquelas cujo código é aberto e estão disponíveis gratuitamente. Dentre as vantagens de utilizar esse tipo de plataforma estão à possibilidade de intensa personalização do layout e a constante atualização realizada por companhias que têm alto grau de conhecimento técnico.

No campo das eventuais desvantagens de optar por uma plataforma open source estão uma potencial dificuldade para incrementar o sistema com novas funcionalidades e o fato de que o lojista é o responsável pela realização da manutenção do e-commerce. Além disso, é fundamental que o gestor da loja virtual invista em serviços especializados para a proteção da sua página de ataques eventuais.

Plataforma tipo proprietária

Trata-se do tipo de plataforma em que o código-fonte tem um proprietário que nesse caso é o fornecedor. O lojista não tem tanta liberdade para fazer customizações e depende dos serviços de manutenção do fornecedor do serviço. As tarefas mais básicas como a extração de dados também ficam a cargo do fornecedor, embora isso signifique um custo mais alto também impacta em mais segurança e facilidades.

Plataforma tipo licenciada

Nesse caso o lojista compra uma licença para utilizar a plataforma, contudo, precisa ter sua própria equipe para o desenvolvimento do projeto.

Plataforma tipo SaaS

A estrutura do e-commerce fica na nuvem, trata-se da opção mais indicada para lojas virtuais que oferecem serviços. Fazendo um paralelo com o mundo real seria como se o lojista estivesse alugando um espaço para alocar a sua loja, porém, ao invés de ser um espaço físico se trata de um espaço online.

Plataforma tipo de desenvolvimento próprio

É o caso de plataformas que são desenvolvidas dentro do próprio e-commerce não utilizando códigos base já existentes no mercado. O custo para desenvolver uma loja virtual nesse modelo é maior porque demanda contar com uma equipe técnica que saiba criar essa estrutura. Um dos pontos mais vantajosos de optar por plataformas próprias é a possibilidade de criar projetos de e-commerce bastante personalizado.

Como fazer a melhor escolha?

A escolha da plataforma e-commerce mais adequada para a sua loja virtual é algo determinante para o sucesso do seu empreendimento online. Apesar de ser tentador iniciar no mercado com uma plataforma que ofereça o máximo de customização é válido considerar se isso é realmente necessário e cabível nesse estágio de desenvolvimento. Confira as 4 dicas práticas que listei a seguir.

1 – Custos

O empreendedor deve colocar na ponta do lápis todos os custos que serão gerados pela plataforma escolhida de maneira a identificar se trarão o retorno esperado. Além de questões relativas a valores vale a pena pontuar as funcionalidades de cada sistema para ter certeza de que atenderá as demandas do seu e-commerce.

Uma dica para quem está entrando no mercado nesse momento e não tem a possibilidade de fazer um alto investimento é realizar uma pesquisa dentre as plataformas que têm as funcionalidades básicas que costumam sair mais em conta com a cobrança de taxas mensais que cabem no orçamento.

2 – Funcionalidades

Outro quesito de grande importância diz respeito à oferta de funcionalidades, verifique se a plataforma em questão está alinhada com as novidades do mercado com novos serviços adicionados com boa frequência. O universo das lojas virtuais é bastante competitivo e demanda contar com algumas ferramentas para o estabelecimento das mesmas no mercado.

3 – Manutenção

Se a sua empresa não tem um time de desenvolvedores e especialistas é positivo contar com uma plataforma que ofereça serviço de manutenção e auxílio em situações complicadas do cotidiano. Verifique se há tutoriais disponíveis para tornar o relacionamento com a plataforma mais simples ao longo do tempo.

4 – Integração com os principais meios de pagamento

A quantidade de conversões da sua loja virtual será mais alta se os clientes tiverem acesso a um leque mais amplo de opções de pagamento. Faça uma boa pesquisa de sistemas de integração para tornar a sua loja mais interessante para o seu público-alvo.

Gostou das dicas de como escolher a plataforma e-commerce? Deixe seus comentários a seguir! 

Copyright:1452631400 – https://www.shutterstock.com/pt/g/thodonal88