As cores no Marketing de Conteúdo

As cores no Marketing de Conteúdo

As cores têm um papel bastante relevante para o marketing de conteúdo, pois o ser humano é um ser extremamente visual. Postagens que se mostram mais interessantes visualmente tendem a gerar mais engajamento do que aquelas consideradas mais ‘sem graça’. Sendo assim é válido dedicar algum tempo para a escolha da paleta de cores ideal para causar o impacto desejado no seu público.

Entendendo o poder das cores no marketing de conteúdo

Foram realizados alguns estudos relativos à relevância das cores para o engajamento dos indivíduos nas postagens. Uma das conclusões foi a de que posts com textos de qualidade acompanhados por imagens coloridas eram mais visualizados do que aqueles com bom conteúdo escrito, mas acompanhados de imagens mais pobres em cores. Antes do advento da internet já se discutia o poder das cores como ferramenta de marketing.

A composição e combinação das cores têm influência sobre a decisão de compra dos consumidores ditando o que e quando eles irão comprar. Boa parte das companhias que estão em processo de planejamento para lançamento de produtos dedica parte do orçamento a pesquisar o visual adequado do item para que ele se comunique efetivamente com seu público.

As cores têm como função apresentar o produto evidenciando as suas qualidades, o mesmo que fazem com o conteúdo impactando emoções e gerando empatia. Para se ter uma ideia, marcas que têm um trabalho assertivo com as cores de sua identidade têm 80% mais chances de se tornarem bem quistas pelo seu público. É feita uma ligação automática entre a cor em questão e a companhia.

Usar imagens com as cores da organização para ilustrar postagens de blogs ou redes sociais corporativas contribui para criar uma sensação de simpatia e identificação da empresa naquele conteúdo. Saber usar as cores a favor da potencialização da inserção da sua marca no mercado é fundamental para alcançar uma boa taxa de sucesso.

Como usar o poder das cores no marketing de conteúdo

A escolha das cores que irão compor a identidade da marca deve levar em consideração o segmento em que ela está inserida. Por exemplo, empresas do ramo de fast food precisam de cores que instiguem a fome e a necessidade de urgência como o vermelho, amarelo, azul escuro e preto. Essas cores deverão ser usadas com moderação no conteúdo da web para não despertar o desejo de terminar rapidamente a leitura.

Já estabelecimentos em que os consumidores estão focados num orçamento mais baixo para aplicar em produtos e serviços como bancos e lojas de departamento é interessante apostar em cores que chamem a atenção e estimulem o desejo de compra como o verde-água e o azul marinho. Os posts de redes sociais e blogs devem ser acompanhados de imagens que tragam essas cores, mas que sejam contrabalanceadas com cores neutras que tornem mais agradável permanecer lendo o conteúdo.

Conhecendo o significado das cores

A seguir vou apresentar o significado das cores para te auxiliar na escolha dos tons mais alinhados com as mensagens que a sua companhia deseja transmitir por meio dos posts em redes sociais e blogs.

Laranja: uma cor que transmite uma mensagem de ousadia ideal para tomadas de decisão rápidas e que presumem a necessidade de imediatismo.

Amarelo: essa cor transmite uma mensagem de maior otimismo, calor e jovialidade.

Vermelho: tonalidade que passa uma ideia de urgência, vitalidade e energia necessária para resolver questões relevantes.

Azul: cor que passa a mensagem de mais credibilidade, confiança, de algo seguro em que se pode investir.

Rosa: cor ligada a uma imagem delicada, romântica e que cria uma sensação de sutileza.

Verde: uma cor relacionada a bem-estar e a saúde.

Preto: corte forte que transmite a ideia de poder, elegância, luxo e assertividade em relação ao que está sendo apresentado.

Além das cores

É válido ressaltar que, além das cores, há outros elementos que têm papel essencial para definir o direcionamento do comportamento do consumidor. Bom design focado em conveniência e facilidade de acesso a informações faz com que os internautas tenham maior desejo de permanecer ou de fechar uma página. A criatividade deve ser alinhada com a funcionalidade, afinal as pessoas chegam a sua página com o desejo de resolver alguma questão ou obter alguma resposta.

O marketing de conteúdo precisa privilegiar a qualidade do que será fornecido para o internauta. O poder de escolha do que acessar e consumir faz com que as marcas precisem se dedicar muito mais a oferecer relevância em seus conteúdos. É um conjunto que tornará mais fácil manter o engajamento dos leitores com o que está sendo proposto. Ofereça às pessoas aquilo que será capaz de mantê-las ligadas a mensagem da sua organização.

Gostou deste artigo sobre o marketing de conteúdo e sua relação com as cores? Deixe seus comentários abaixo e compartilhe em suas redes sociais! 

 

Copyright:  663018469 – https://www.shutterstock.com/pt/g/adiruch