Armazenagem Logística - Saiba como funciona

Armazenagem Logística - Saiba como funciona

O processo de armazenagem é um dos mais relevantes da área logística e deve receber atenção especial das empresas para que seja mais simples acompanhar o atendimento das necessidades dos clientes em relação aos prazos de entrega. As companhias podem realizar a sua própria armazenagem ou terceirizar essa etapa do seu planejamento logístico. O mais importante é que haja alinhamento com uma estratégia eficiente para satisfazer os clientes.

O que é o processo de armazenagem logística?

Essa etapa crucial para o bom andamento logístico das organizações consiste na base para um gerenciamento de estoque eficiente. Como mencionei acima as empresas podem optar por realizar a sua própria armazenagem ou terceirizar esse processo. Basicamente na armazenagem própria a estrutura para manter o estoque é de propriedade da companhia ou locada. As operações pertinentes ao estoque são realizadas pela mão de obra da organização.

No caso de terceirização o processo de armazenagem é realizado por uma operadora logística contratada para essa finalidade, esse segmento de mercado tem crescido significativamente nos últimos anos. O serviço prestado por uma empresa focada em armazenagem logística pode ser bastante complexo haja vista que num mesmo ambiente podem estar reunidos produtos de diferentes clientes. A escolha por armazenagem própria ou terceirizada demanda uma análise mais criteriosa quanto os prós e contras de cada uma.

Como o processo de armazenagem logística funciona?

A seguir vou apresentar as principais etapas que compõem o processo de armazenagem logística independente de escolher uma solução própria ou terceirizada.

1 – Recebendo os itens

O processo de armazenagem logística tem início com o recebimento dos itens que deverão ser mantidos em estoque. Embora não seja o procedimento que vai demandar mais atenção deve ser cercado de alguns cuidados que tornarão a dinâmica seguinte mais eficiente. Nessa fase é determinante realizar um processo geração de informações para facilitar o trabalho das equipes operacionais. É o momento em que se deverá conferir a qualidade das peças, sua integridade, quantidade de cada item bem como identificar os produtos.

Visando tornar o processo de conferência de quantidade e qualidade dos produtos mais eficaz foram desenvolvidas tecnologias especiais para essa finalidade. Ainda dentro do escopo de procedimentos do recebimento é interessante realizar a inspeção que consiste e avaliar o estado em que a mercadoria se encontra antes de ser armazenada. Por fim para fechar a etapa é necessário identificar as mercadorias inserindo um código de barras que será usado como referência para acompanhar o movimento dos itens desde a chegada até a saída para entrega a um cliente.

2 – Realizando a armazenagem

A segunda etapa do processo de armazenagem logística consiste na alocação (escolha do melhor endereço para armazenar o item levando em consideração fatores que contribuam para facilitar a sua posterior separação). Somente após ser alocada no endereço é que esse produto passa a integrar o saldo de estoque. Para não ter problemas em localizar o item sempre que ele for movimentado de um endereço para outro deve ter feita a leitura do seu código de barras por meio de coletor de dados.

Um reforço para ter maior conhecimento a respeito dos itens do estoque é a realização de inventários. É possível realizar ciclicamente inventários focados em diferentes grupos de produtos ou endereços e um grande inventário geral para controle total do estoque anualmente.

3 – A separação dos itens

Um grande erro cometido por algumas empresas é acreditar que a separação dos itens é a parte mais simples do processo de armazenagem logística. Na realidade é a etapa mais complexa, pois demanda a observação de regras e planejamento. Por exemplo, companhias que atuam com produtos perecíveis precisam atentar para as datas de vencimento priorizando a saída das que vencem mais rapidamente.

Um pequeno erro nesse processo pode gerar um enorme prejuízo e até parar a linha de produção de uma indústria. A dica é que antes de desenhar a estratégia de separação sejam determinadas quais são as regras a seguir. Hoje em dia há a opção de automação do processo de separação de mercadorias reduzindo dessa forma o impacto dos erros humanos na operação manual.

4 – Etapa de expedição

Se a organização que armazena as mercadorias não é responsável pelo transporte encerra as suas atividades na entrega à transportadora. Contudo, se o serviço de transporte está incluso nas atividades da armazenadora cabe a ela realizar todo o planejamento de como as mercadorias chegarão ao seu destino. Independente de ser a responsável ou não pelo transporte cabe a essa empresa fiscalizar o embarque da mercadoria.

A conferência pode ser realizada manualmente ou por processo automatizado. No processo manual geralmente se utiliza um coletor de dados para verificar item a item. Na versão automatizada o procedimento se torna mais veloz e com menos chances de ter erros.

Gostou de saber mais sobre o processo de armazenagem logística? Deixe seus comentários e compartilhe em suas redes sociais! 

Copyright:  769253206 – https://www.shutterstock.com/pt/g/THATREE+THITIVONGVAROON