Saiba mais sobre Spin-off

Saiba mais sobre Spin-off

A sua empresa tem observado o crescimento do sucesso de um produto que foi desenvolvimento inicialmente para ser secundário? A melhor forma de aproveitar essa atenção do mercado é investir na criação de um spin-off, ou seja, a separação da produção principal da secundária. O crescimento de um produto não deve jamais ser visto como um problema e sim como a oportunidade de criar um novo e lucrativo negócio.

Produto secundário de sucesso: Base para a criação de um spin-off

A palavra spin-off é bastante relacionada ao universo das séries de entretenimento, quando um personagem coadjuvante na trama se destaca pode ganhar um programa seu para que tenha seu potencial melhor explorado. É o mesmo que acontece no âmbito corporativo, quando uma companhia percebe que um produto – que não foi pensado para ser o principal – está se tornando o queridinho do público e dos investidores.

Esse produto passa a ter potencial para caminhar sozinho e criar a sua própria trajetória de sucesso no mercado. Como pode ser difícil e até improdutivo manter o novo foco de sucesso na sombra da produção principal da marca é natural que os gestores considerem a criação de uma companhia derivada, isto é, o spin-off. A decisão dessa fragmentação deve ter como base a projeção de sustentabilidade desse produto no mercado bem como o tanto que ele pode estar ‘atrapalhando’ a produção principal.

Como criar um spin-off?

O primeiro ponto que deve ser considerado é entender quando é o momento certo de partir para a criação de uma segunda empresa focada no item que vem fazendo sucesso no mercado. Geralmente os empreendedores optam por esse caminho quando percebem que a equipe está com dificuldade em focar nas demandas dos demais itens do seu portfólio. Há também a questão da limitação que a companhia que criou o produto tem para atender a demanda criada pelo público consumidor.

O ciclo que dá origem a um spin-off se inicia com a empresa-mãe que se estabelece em seu segmento de atuação e passa a criar produtos secundários. Se um desses produtos passa a receber mais atenção do que a linha principal passa a ser interessante considerar a abertura de uma nova companhia que não é uma franquia da criadora, isso deve ficar claro. Spin-off é uma organização nova que não tem relação com a criadora do produto.

Passo a passo para a criação de spin-off

Abaixo vou apresentar um passo a passo para quem está vivendo o dilema sobre criar ou não um spin-off.

1 – Tenha um plano de negócios

Não é porque o spin-off é uma companhia derivada de outra que não precisa passar pelas etapas iniciais de criação de qualquer organização. Dessa forma dedique algum tempo para o desenvolvimento de um estudo de mercado e a elaboração de um plano de negócios em que esteja definido o posicionamento que o empreendimento irá assumir e claro quais serão suas estratégias a médio e longo prazo.

2 – Pense na estruturação da nova companhia

Inicialmente o spin-off pode ser mantido dentro da empresa-mãe (embora seja mais válido já começar com estrutura própria), no entanto, isso demanda a observação do quanto é prático proceder dessa forma. Se o produto de destaque não mantém diálogo com o restante do portfólio da marca original pode ser danoso tentar mesclar o uso da mesma estrutura. Considere que ambas as marcas devem se manter a longo prazo como coisas dissociadas.

3 – Dedicação exclusiva

Obviamente que o empreendedor vai querer acompanhar de perto o desenvolvimento do spin-off da sua empresa original, porém, deve estar ciente de que como um negócio próprio demanda atenção exclusiva no âmbito corporativo/administrativo. Ter uma equipe dedicada a realizar as etapas necessárias para o aumento da relevância dessa marca é crucial para o seu estabelecimento.

Diferenças entre startups e spin-off

Não é incomum que haja certa confusão entre os conceitos de startup e spin-off, contudo, eles não são a mesma coisa e esse entendimento faz diferença para a abertura da segunda. Uma startup é uma empresa que é criada a partir de uma ideia inovadora, muitas vezes relacionada com tecnologia, e que normalmente recebe o aporte feito por investidores-anjo.

Quando essa startup alcança grande sucesso no mercado com algum produto que não era previsto para ter destaque pode dar origem a uma spin-off. Uma companhia que é criada para distribuir um produto que já tem um público cativado se diferencia de uma startup que é criada a partir do zero e sem nenhuma certeza de que fará sucesso. Além disso, geralmente as empresas spin-off já têm uma estrutura herdada de suas ‘mães’.

Já faz algum tempo que a sua companhia está vendo aumentar o sucesso de um produto secundário e tem considerado separá-lo da empresa-mãe? Então com certeza as dicas que apresentei nesse artigo serão muito úteis! 

Copyright: 311648216 – https://www.shutterstock.com/pt/g/gustavofrazao