A ruptura de estoque é um dos principais fatores de queda de vendas no varejo .

A ruptura de estoque é um dos principais fatores de queda de vendas no varejo .

A ruptura de estoque é um dos principais fatores de queda de vendas no varejo e se configura na falta de um determinado produto na loja no momento em que o consumidor deseja realizar a compra. Pesquisas apontam que esse descuido em relação à reposição do estoque acarreta na redução de 5% a 10% nas vendas do varejo. Além disso, os consumidores que não encontram o que procuram nas lojas passam a ter uma impressão negativa da marca.

Saiba mais sobre ruptura de estoque e como isso afeta nas vendas. Inscreva-se agora no meu canal!

Como a Ruptura de Estoque Afeta o Varejo?

Manter uma gestão de estoque eficiente é fundamental para que uma loja de varejo se destaque diante do seu público consumidor. Ter durante um período curto de tempo muitos episódios de falta de produtos tem como consequência descrença do público consumidor assim como prejuízos. O grande problema está no fato de que, em geral, os gestores só percebem que há uma dificuldade de estoque após repetidas situações em que os consumidores saem insatisfeitos.

Quando os consumidores chegam a uma loja determinados a fechar uma compra e não encontram o que procuram no estoque, tendem a ir a uma loja concorrente. O mais importante é perceber que não se perde necessariamente somente uma venda, mas talvez um cliente que pode gostar do pronto atendimento da outra empresa. Ter soluções para as demandas do público-alvo é a principal forma de fideliza-lo.

Quais São as Principais Causas da Ruptura de Estoque?

Dentre os principais fatores que acarretam na ruptura de estoque estão:

  • Calcular a quantidade do pedido de um produto com base nas vendas do mês anterior sem considerar mudanças de estação do ano, datas comemorativas como dia das mães e natal e crescimento do volume de vendas da loja.
  • Desconsiderar a ruptura de estoque que já está acontecendo.
  • Concentrar todos os pedidos no mesmo dia do mês tendo que em alguns casos abrir mão de itens que estão em falta nos fornecedores ou mesmo que não se encaixam no orçamento naquele momento.

Medidas Para Evitar a Ruptura de Estoque

Abaixo listei as principais medidas para manter uma gestão de estoque eficiente em sua loja de varejo mantendo os seus clientes fidelizados.

Controle do estoque

Com a grande profusão de softwares de gerenciamento de estoque disponíveis no mercado, não há mais desculpa para não ter conhecimento de itens em falta. Porém, além de ter uma lista de dados, é fundamental que se estabeleça a análise dos mesmos. Observe o percentual de vendas de cada item da sua companhia e o quanto está disponível no estoque. Conhecendo a diferença é mais fácil identificar que pode ocorrer a ruptura de estoque e fazer a reposição antes de ter que dizer a um cliente que não tem o que ele precisa.

Integração de sistemas

Para que uma companhia tenha uma gestão de estoque mais eficiente, é interessante apostar na integração de sistemas de diferentes setores. O cruzamento do controle de vendas com o de estoque permite identificar mais rapidamente que um item estará em falta em pouco tempo. A interligação com o sistema de controle financeiro também é interessante para que o planejamento das compras seja melhor elaborado.

Histórico de ruptura de estoque

Muitas organizações têm dificuldade de determinar a porcentagem de ruptura de estoque que ocorre mensalmente porque simplesmente não existe um registro dessas ocorrências. Adapte o sistema de registro de vendas da loja para ter um espaço para essa informação, assim o gerente de compras terá mais facilidade de identificar os pontos problemáticos e resolvê-los.

Atenção ao prazo de entrega das mercadorias

Uma das situações que pode acarretar em ruptura de estoque é não fazer um planejamento assertivo da compra de mercadorias. Se um produto X tem um tempo de entrega maior do que um produto Y é importante planejar o seu pedido antes. A organização do calendário de pedidos deve conversar com a projeção do fluxo de caixa evitando situações de inadimplência.

Atenção à sazonalidade de alguns produtos

Para que sua loja esteja sempre abastecida de acordo com as necessidades dos consumidores preste atenção à sazonalidade. Numa loja de varejo de eletrodomésticos e eletrônicos, por exemplo, é essencial planejar uma compra maior de ventiladores durante os meses do verão e de aquecedores durante os meses de inverno.

Tenha uma equipe de reposição de produtos

Para que as lojas de varejo sejam eficientes no atendimento aos consumidores é essencial que trabalhem com uma equipe de reposição de itens nas gôndolas e prateleiras. Em alguns casos a loja até possui o produto buscado pelo consumidor no estoque, mas se ele não está em exposição não adianta. Atribuir a função de reposição para alguns funcionários pode ajudar a aumentar o volume de vendas.

Com essas dicas de como manter a gestão de estoque em dia é mais fácil evitar situações de ruptura que podem levar à perda de clientes!

Tudo sobre vendas e os cuidados que devem ser tomados você encontra acessando meu canal. Clique e se inscreva!