A importância do planejamento tático em sua empresa

A importância do planejamento tático em sua empresa

Se você já abriu ou está pensando em abrir uma empresa, provavelmente já ouviu falar a respeito da importância do planejamento. Ele é dividido em três partes, que são: planejamento tático, estratégico e operacional. Cada um se refere a uma área da empresa, que são gerentes, alta administração e supervisores, respectivamente. Neste artigo falarei a respeito do planejamento tático e como ele pode ser aplicado em uma organização.
 

O Que é Planejamento Tático?

 
O planejamento tático se difere do estratégico porque é voltado para o médio prazo e não é tão detalhado. Ele é destinado aos departamentos da empresa, enquanto o tático enxerga a organização como um todo. Podemos usar a analogia de uma escola: Enquanto o diretor se preocupa com toda a instituição, os professores cuidam cada um da sua turma, planejando aulas e atividades para o desenvolvimento dos alunos. Então, pode-se afirmar que o planejamento tático é um tipo de planejamento estratégico, mas dividido em setores.
 
Basicamente, o planejamento tático tem as seguintes características:
 
• Foco nos departamentos.
 
• Estratégias definidas a curto prazo.
 
• Definição das ações de cada departamento.
 
Em um setor de vendas de uma organização, por exemplo, o planejamento tático irá se referir às estratégias utilizadas em determinada campanha, como os vendedores devem atender os clientes para aumentar sua satisfação e assim por diante. Cabe aos gerentes definir as ações que serão colocadas em prática a fim de atingir os objetivos desejados.
 

Exemplos de Ações do Planejamento Tático

 
Suponha que a sua empresa venda seguros em uma grande área metropolitana. O plano tático de marketing deve delinear, passo a passo, cada componente necessário para cumprir as metas e seguir a visão do plano estratégico da organização. Por exemplo, se você decidir que uma das melhores maneiras de atingir o seu consumidor-alvo é com uma propaganda na TV, então o plano tático precisa ser definir os detalhes da campanha. Os passos no desenvolvimento deste plano incluem:
 
• Decidir como a mensagem será passada.
 
• Providenciar uma produtora para realizar o comercial.
 
• Decidir os canais e os horários em que será veiculado.
 
• Acompanhar os resultados obtidos por meio da campanha.
 
Outros exemplos de planejamento tático incluem:
 
• Planejamento de recursos humanos, o que inclui contratações, cursos de capacitação, benefícios para os funcionários, etc.
 
• Planejamento de produção.
 
• Planejamento financeiro.
 

Dicas Para Aplicar o Planejamento Tático na Empresa

 
Depois de entender mais sobre o que é o planejamento tático, é hora de saber como ele pode ser aplicado na sua empresa. O primeiro passo é pensar em questões básicas que terão como respostas os objetivos do setor em questão. São elas:
 
• O que precisamos fazer?
 
• Qual é o motivo de fazermos isso?
 
• Onde será realizado?
 
• Quando?
 
• De que forma?
 
• Quanto irá custar?
 

Mantenha o Pensamento Estratégico

 
Já disse no início que estratégia e tática são diferentes, pois a primeira se refere a um plano global, como, por exemplo, aumentar as vendas da empresa em 50%, enquanto a segunda significa as medidas que serão tomadas para atingir esse objetivo. Então, para montar o seu plano tático é necessário pensar de forma estratégica. Pense em como suas ações se conectam à estratégia, que é o objetivo maior, e te aproximam dela. Ainda seguindo o exemplo das vendas, de que forma a sua equipe pode agir para que elas aumentem?
 
Não basta dizer “Vamos criar um programa de fidelidade para os clientes para atraí-los”. Antes disso, é necessário pensar sobre a razão de a sua empresa ainda não ter um programa de fidelidade. Qual será a finalidade dele? Como ele se relaciona com a estratégia definida? Como é que este programa irá agregar valor ao negócio?
 

Considere Quem Envolver

 
Olhe para a sua atual estrutura organizacional e pense: Quem faz as coisas acontecerem? Quem realmente executa o trabalho? Os nomes que der como resposta são aqueles que deverão estar mais envolvidos na execução do plano tático. Obviamente, o ideal é que todos os colaboradores participem, porém sempre há aqueles que se destacam e que podem auxiliar o restante.
 
A forma como o planejamento será colocado em prática irá depender da cultura organizacional. Algumas opções são:
 
• Os gerentes são os responsáveis por definir as táticas e repassá-las para os seus subordinados.
 
• Todos os funcionários podem opinar e dar sugestões, que serão posteriormente filtradas pelos gerentes.
 
• Os gerentes se reúnem e expõe suas ideias, então, em seguida, os funcionários são chamados para discutir as implicações delas.
 

Grandes ideias podem surgir a partir do planejamento tático. O processo envolve muitas pessoas, e, se bem feito, encoraja-os a pensar estrategicamente e de forma ampla. Se surgirem ideias que causarão impacto nas estratégias, significa que os colaboradores estão realmente pensando fora da caixa e querem fazer a diferença. O processo deve permitir que essas ideias sejam levadas em consideração e discutidas entre gerentes e gestores. Uma empresa que está aberta a ouvir a opinião de seus colaboradores tem muito a ganhar.
 
Você aplica o planejamento tático na sua empresa? Como acha que ele influencia nos resultados? Compartilhe sua opinião comigo nos comentários.