Scope Creep - Saiba mais

Scope Creep - Saiba mais

O termo Scope Creep é um jargão utilizado no setor de Tecnologia da Informação (TI) para designar alterações incontroláveis que surgem dentro de um projeto, algumas como implantação de funcionalidades que não são necessárias e/ou que não foram solicitadas pelo cliente. Vale a pena entender esse conceito para aprender como administrar alterações que acabam acarretando em dificuldades mais a frente.

Scope Creep: O que é isso?

Como mencionei acima o termo Scope Creep refere-se a alterações incontroláveis que são feitas dentro de um projeto. Quando funcionalidades que se mostram pouco úteis ou desnecessárias são feitas no projeto é possível que se tenha consequências graves como mais dificuldades para gerir um sistema mais complexo ou até mesmo o inchaço de custos.

No universo de TI é bastante comum que clientes se deparem com versões de softwares maiores e mais lentas do que foi solicitado pela simples adição de funcionalidades que não têm nenhum sentido no contexto geral. Scope Creep, em TI, é resultado de problemas com a documentação de requisitos, falhas de trocas de informação entre os desenvolvedores e até pouca experiência do gestor.

Conforme esses problemas vão acontecendo o projeto vai sendo prejudicado, com uma documentação escassa fica complicado saber quais funcionalidades são legítimas e quais não. Fora do âmbito tecnológico traço um paralelo com outros tipos de projetos que também podem enfrentar dificuldades concernentes à comunicação entre os membros da equipe. Em muitos casos quando esse descontrole toma conta o projeto pode acabar sendo cancelado inclusive por motivo de quebra de contrato da parte desenvolvedora.

O grande problema por trás do Scope Creep

Talvez você esteja pensando que não pode ser tão sério assim a realização de algumas alterações em projetos. Porém, se eu exemplificar fazendo uma analogia com o setor de construção civil fica bem mais simples mensurar os resultados desastrosos que podem vir do Scope Creep. Imagine que o projeto de um edifício de 20 andares apresenta inconsistências que só foram percebidas pelo chefe de obras no meio da construção.

Esses erros acarretam em alterações na planta e também na arquitetura imaginada para o prédio. A primeira mudança é o ponto de partida para que se comece o Scope Creep, o que deveria estar sendo feito de acordo com o projeto original fica em segundo plano devido a realização de outras atividades, que não estão documentadas, que visam corrigir os problemas.

Esse cenário pode fazer com que a construção do edifício seja cancelada, que os investidores entendam que não estão recebendo o que esperavam ou até num caso extremo representar um risco para as pessoas que irão morar neste empreendimento que está baseado numa série de correções de erros.

Como se pode evitar o Scope Creep?

Embora Scope Creep seja algo bastante grave é possível evitar esse tipo de problema dentro dos seus projetos com atitudes bastante simples. Tendo uma comunicação efetiva a respeito do que está sendo solicitado fica mais fácil conseguir fazer uma entrega assertiva. Afinal, quem consegue entregar um projeto coerente quando não sabe exatamente o que está sendo requerido?

Dessa forma o briefing deve estar bastante esmiuçado para que não se criem soluções alternativas para cobrir eventuais erros ou pelo simples achismo de que pode ser interessante. O escopo do que o cliente pediu deve ser respeitado e no caso de cogitar fazer algum tipo de alteração é importante conversar com o solicitante para saber o que ele pensa a respeito disso.

Por fim é positivo ao final de cada entrega fazer uma avaliação do resultado, o quanto ele está alinhado com as solicitações, se foram realizadas alterações, quais e por que. Saiba que pode ser surpreendente essa análise pós-término de projeto, é possível identificar funcionalidades que não têm nenhum sentido no contexto geral. Durante a imersão num projeto pode ser difícil ter essa clareza. Vale aquela máxima que alguém de fora enxerga melhor.

Nem toda alteração é Scope Creep

Algo importante de esclarecer é que na verdade nem toda alteração realizada no escopo de um projeto se configura como Scope Creep, pois algumas são realmente necessárias. Nem tudo se pode prever quando se está realizando o esboço de um projeto, algumas necessidades surgem apenas durante a prática.

Porém, como já mencionei é essencial que ao detectar a relevância dessas alterações haja uma comunicação efetiva com o cliente em busca do seu aval. Realizar testes com o cliente final do seu cliente também pode ser uma maneira de entender se o que parece uma necessidade de mudança é na verdade o início de um Scope Creep. Com uma boa comunicação e foco na realização do melhor trabalho possível fica mais simples evitar o caos de alterações ruins.

Gostou de saber o que é Scope Creep e como dar um jeito de eliminar as alterações incontroláveis? 

Copyright: 1043167027 – https://www.shutterstock.com/pt/g/OpturaDesign