Conheça as estratégias de Growth Hacking que podem alavancar os resultados da sua empresa.

Conheça as estratégias de Growth Hacking que podem alavancar os resultados da sua empresa.

O termo Growth Hacking tem sido cada vez mais utilizado no mercado empresarial como um exemplo de como investir pouco em estratégias de marketing tendo um retorno significativo. O conceito nasceu junto com as startups, que precisam alinhar criatividade e pensamento analítico para se consolidar no mercado, mesmo não tendo o orçamento tão amplo quanto grandes corporações. Algumas dessas estratégias podem ter um impacto bastante positivo no crescimento da sua companhia.

Estratégias para alavancar os resultados da sua empresa você confere no meu canal. Inscreva-se agora!

Growth Hacking – Uso de Métricas e Criatividade Para o Crescimento do Marketing

Em tradução livre, a expressão Growth Hacking significa hackear o crescimento e se refere a métodos ou estratégias que visam obter exposição e crescimento exponencial com pouco engajamento financeiro. Os empresários devem se valer das ferramentas criativas que tem a seu alcance para conquistar o público-alvo avaliando os resultados por meio de métricas.

O conceito foi desenvolvido com base na estrutura das startups que surgem de maneira efêmera e precisam conquistar seu espaço no menor espaço de tempo possível. Essas companhias tem uma proposta mais dinâmica e não contam com um orçamento muito elevado para o marketing. A base na aplicação do Growth Hacking está em saber como se adaptar a realidade que a organização possui.

Como Utilizar Estratégias de Growth Hacking Para Alavancar a Sua Empresa

Esse conceito foi desenvolvido para aproveitar a estrutura enxuta das startups que tem mais oportunidades de realizar testes práticos no mercado visando alinhar seus produtos as exigências dos consumidores. A seguir listei algumas dicas de como usar estratégias de Growth Hacking para tornar sua empresa mais bem-sucedida.

1 – Análise de dados

O método de trabalho proposto pelo conceito de Growth Hacking é aliar o marketing e a programação. Na prática isso significa responder aos questionamentos feitos pelo primeiro com testes baseados no segundo. Quando se deseja saber qual é a forma mais assertiva de conquistar novos clientes é possível utilizar testes do tipo A/B, uso de virais, landing pages, e-mail marketing entre outros métodos.

2 – Uso dos recursos digitais que se tem

Para explicar essa estratégia darei um exemplo, atualmente, todo mundo conhece o poderoso portal de anúncios imobiliários Airbnb, no entanto, no começo do empreendimento ele não era uma opção escolhida por muitos indivíduos. A forma de resolver essa questão foi utilizar o tráfego do já estabelecido Craigslist como atrativo. Quando um proprietário de imóvel anunciava no Airbnb automaticamente tinha o seu anúncio no Craigslist.

3 – Crie um produto que seja irresistível para o público-alvo

Algo que ficou bem claro através da observação de histórias de sucesso de startups foi que o segredo para conseguir o hack que alavanca o negócio está em trabalhar com um produto que seja absolutamente irresistível para o consumidor em potencial. Não se trata apenas de fazer campanhas de marketing para oferecer o item e sim de investir em algo que realmente faça a diferença para os usuários. Nesse ponto chegamos a próxima estratégia dessa lista.

4 – Fazer testes com os produtos que estão no mercado

Trabalhar com uma estrutura de menor escala pode ser uma forma inteligente de encontrar o produto que irá se tornar o principal do portfólio da companhia sem precisar de vultosos investimentos em pesquisa de mercado. A estratégia é bastante simples, o empreendedor coloca no mercado a primeira leva do produto e observa quais são as respostas que ele obtém.

A partir desse teste preliminar pode levar para o mercado uma segunda leva que será mais assertiva em relação a primeira. A dica é ficar atento ao que o consumidor está falando a respeito da marca depois da primeira experiência para identificar onde está o ponto de hack, isto é, aquele ponto em que será possível conquistar um diferencial real.

Um bom exemplo disso é o Instagram que nasceu de outro aplicativo, o Burbn, que tinha como proposta estimular interações sociais entre os usuários. Quando os desenvolvedores perceberam que as funções ligadas a fotos e filtros eram as que mais se destacavam entenderam que deveriam investir numa versão só com essas funcionalidades. Essa história é interessante também como um lembrete de que mesmo quando parece que as coisas não vão dar certo é possível reposicionar a estratégia.

5 – Reconheça quando o produto não está dando certo

Se com todas as estratégias de Growth Hacking que citamos o seu produto ainda tem dificuldades de dar um salto de vendas pode ser que ele na verdade ainda não esteja totalmente alinhado com os desejos dos consumidores. Nesse caso a dica é saber reconhecer que não chegou o momento de direcionar os seus esforços para outro mercado. Se um produto precisa de um ‘empurrãozinho’ forte demais significa que não é bom o suficiente para se consolidar.

As estratégias de Growth Hacking podem ser bastante eficientes para alavancar o crescimento de empresas de diferentes segmentos através da observação dos desejos dos consumidores assim como das ferramentas que se tem a disposição.

Growth Hacking e outras estratégias para seu negócio você confere acessando meu canal. Inscreva-se agora!