Aprenda lidar com o profissional puxa-saco

Aprenda lidar com o profissional puxa-saco

Não é exclusividade de nenhuma empresa e nenhuma está livre deste tipo de colaborador. De fato eles estão em grande parte das organizações, independentemente de seu tamanho ou segmento. O fato é: como lidar com este tipo de comportamento, que muitas vezes mostra poucos resultados para os negócios como um todo? Tenho certeza que muitos e até você mesmo deve estar dizendo aí que a melhor solução é demitir, já que o retorno com estes funcionários é pouco. Eu acredito que não é bem este caminho que devemos seguir.

Digo isso, pois vejo que antes de tomar uma decisão definitiva, é necessário entender melhor o cenário e principalmente o contexto profissional deste colaborador, ou seja, os motivos que o levam ter um comportamento puxa-saco, que em muitos casos não gera resultado, somente aborrecimentos, inclusive nos demais colegas de trabalho.
 
Para encontrar maneiras de lidar com colaboradores com este perfil, vou compartilhar com você dicas eficientes, que podem ser aplicadas aos poucos no dia a dia e que talvez sejam melhores do que um demissão. Confira!
 

O comportamento puxa-saco

 
Antes das dicas, acho importante falar sobre o comportamento do profissional que tem o perfil puxa-saco, para que seja possível identificá-lo melhor e saber de que forma agir com ele. Uma de suas principais características é agradar aqueles que ocupam cargos de gestão dentro da empresa. Observe, que o termo que eu usei foi “agradar”, ou seja, este tipo de colaborador se preocupa mais em atender às “necessidades” de seus líderes, deixando o trabalho que precisa ser desenvolvimento por seus cargos a desejar.
 
São pessoas altamente inseguras, que geralmente não conseguem desempenhar suas funções com a excelência que o cargo exige e acabam apelando para o pior comportamento para manterem seus empregos e conseguirem aumentos e promoções, o que lhes dá também a características de interesseiros. Tenho absoluta certeza que você, enquanto empresário e empreendedor, já se deparou com este perfil e foi altamente bajulado por ele.
 

Como lidar?

 
Como eu disse no início do artigo, vejo que a demissão nem sempre é o melhor caminho, uma vez que esta pode ser a solução mais fácil e você vai perder a oportunidade de explorar as verdadeiras competências e habilidades deste profissional. Sendo assim, acredito que vale a pena investir em ações que revertam a situação a favor da empresa e até da próprias pessoas puxa saco. Confira quais são elas a seguir:
 

Conversar sempre é uma boa saída

 
Você só vai conseguir analisar o cenário e tomar decisões de maneira assertiva, se entender melhor o motivos que levam este ou estes colaboradores a este padrão de comportamento. Para isso, vejo que o ideal é chamar o colaborador para uma conversa, se colocando à disposição para ouví-lo e mostrando-lhe que não há nenhuma necessidade dele agir dessa, já que ele tem talentos, competências e habilidades, que são mais importantes do que ele ficar tentando agradar os outros.
 

Diga o que você espera dele

 
Uma outra forma de resolver esta situação, é também em uma conversa, explicar ao colaborador o que você espera dele. Deixe claro que na empresa não existe espaço para este tipo de comportamento, que ele está lá para desempenhar as funções para as quais foi contratado e não para ficar tentando agradar este ou outro gestor. Acredito que se ele tiver claro quais são as expectativas com relação a ele dentro da empresa, talvez mude e melhore a sua performance como um todo.
 

Faça um mapeamento de competências

 
Como estamos falando de pessoas inseguras, uma boa ideia nestes casos é investir em um mapeamento de competências, pois vejo que se o indivíduo conhece quais são suas melhores competências e habilidades, ele passa a desenvolvê-las melhor e não precisa apelar para subterfúgios como puxar o saco dos líderes, para conseguir se autopromover.
 
Converse com os profissionais de Recursos Humanos da sua empresa e peça para que eles apliquem este mapeamento nos colaboradores que têm este comportamento.
 
Com estas simples ações, vejo que é possível iniciar um processo de melhoria de comportamento no profissional puxa-saco. Assim você mostra que está lhe dando diversas oportunidades para que ele deixa para trás atitudes que não lhe agregam em nada, e também não agregam à empresa, e passe e trabalhar da maneira que verdadeiramente se espera dele. Invista nisso e acompanhe os resultados. Tenho certeza que eles serão os melhores.
 
Você já tem estratégias para lidar com colaboradores assim? Quais são elas? Deixe nos comentários e lembre-se de continuar acompanhando meus conteúdos, aqui, nas minhas redes sociais e em meu canal no Youtube.