Aprenda a lidar com erros de seus colaboradores

Aprenda a lidar com erros de seus colaboradores

Quem nunca errou nessa vida não tem histórias e nem experiências para compartilhar, não é mesmo? Em nossa jornada, os erros são essenciais para que cresçamos, consigamos enxergar em quais pontos precisamos melhorar e possamos seguir em frente, evitando cometer os mesmos enganos ao longo de nossa trajetória. O empresário e empreendedor que acredita ser imbatível e até mesmo infalível, ainda tem muito a aprender e dificilmente vai tornar o seu negócio próspero sem antes dar muitos “murros em ponta de faca”.
 
Esta é uma verdade dura, mas bastante presente na realidade daqueles que fecham os olhos para um de seus deveres enquanto empreendedores, que é transmitir conhecimento às pessoas ao seu redor, para que elas se desenvolvam coletivamente. Quando nos falta paciência para lidar com as aqueles que estão em fase de aprendizado, e que neste processo acabam cometendo erros, que para nós são bobos, acabamos cometendo, nós mesmos, enganos que nos deixam frustrados e tornam a nossa caminhada empreendedora muito mais repleta de adversidades.
 
Por isso, hoje vou falar com você, que deseja crescer e ver a sua empresa obtendo sucesso no mercado, sobre a importância de aprender a lidar com os erros dos colaboradores, para que eles também tenham a oportunidade de se desenvolver e não só você. Confira:
 

Você também erra

 
Este é um fato irrefutável, do qual, nem você, nem eu, ou qualquer empreendedor pode fugir. Não é porque conseguimos nos tornar donos de nossos próprios negócios, que estamos imunes a situações em que podemos nos enganar, afinal, ninguém é perfeito. Diante disso, a partir do momento em que colocamos em nossa mente que nós também somos passíveis de erros, que podemos cometer enganos, fazer um mal julgamento, seja de uma pessoa ou de determinada situação, que nos fazem perder grandes oportunidades, entre outros fatos, a jornada empreendedora fica menos pesada e se torna mais fácil compreender os erros que as pessoas ao redor comentem.
 
Sendo assim, é extremamente importante que você tenha paciência com seus colaboradores, pois assim como você, eles têm sonhos, estão em sua empresa para alcançarem o objetivo de se desenvolverem profissionalmente, de potencializarem suas carreiras, e precisam de um espaço para isso, inclusive para cometerem os erros, que são tão necessários, não só para o crescimento deles, mas também para o seu e de sua organização como um todo.
 

Os erros nos ensinam

 
Os erros que cometemos são tão importantes quanto os acertos. Isso porque é através deles que podemos fazer uma análise aprofundada de nossos comportamentos, atitudes, das técnicas que utilizamos para executar nossas atividades diárias, entre outros fatores. As experiências decorrentes de erros cometidos, nos colocam em um estado de reflexão, onde começamos a pensar em tudo o que fizemos e nas forma como podemos melhorar ainda mais a nossa performance, para que não nos deparemos mais com tais frustrações em nosso caminho.
 
Assim, é importante ter esta visão para lidar melhor com os erros cometidos por seus colaboradores, pois dessa maneira, você poderá mostrar-lhes, enquanto empreendedor e líder que deseja inspirá-los no dia a dia, formas de evoluírem constantemente, sem terem de passar por situações semelhantes novamente.
 

Mas o que fazer?

 
Atitudes simples podem fazer toda a diferença na hora de ficar cara a cara com o colaborador que errou, para que ambos lidem com a situação da melhor maneira possível. Veja quais são elas:
 

Muita calma nessa hora

 
Independentemente do erro, se grande ou pequeno, o melhor a se fazer, no momento em que este for descoberto, é respirar fundo e buscar soluções para resolvê-lo, ao invés de procurar culpados.
 

Nada de gritos

 
Primeiramente, nada de gritos ou de chamar a atenção do colaborador diante de outras pessoas. Esta atitude, além de não gerar o efeito esperado, pode trazer consigo problemas judiciais para você e para a empresa.
 

O ideal é conversar

 
Quando digo conversar, não estou falando que a sua postura deve condescendente, ou seja, que deve passar a mão na cabeça do colaborador. Estou falando para você chamá-lo para uma conversa, com o intuito de, juntos, vocês entenderem o que ocorrou, e assim, encontrarem maneiras para evitar que situações parecidas se repitam no futuro.
 

Será que o melhor é demitir?

 
Neste ponto, a minha dica é que você analise de perto a situação, bem como o erro cometido. Além disso, é essencial observar e levar em consideração a conduta do colaborador, no sentido de entender se trata-se de algo pontual, ou que pode se repetir conforme o tempo for passando. Feita esta análise, acredito que você tenha plenas condições de tomar uma decisão assertiva e pensada no bem da empresa como um todo.
 
Todas estas dicas fazem parte de um processo de gestão de pessoas que tem o objetivo de ser e de tornar a empresa e seus colaboradores igualmente eficientes. Dentro disso, o seu papel, enquanto empreendedor e líder do negócio, é fundamental, não só para fazer o controle de produção de sua equipe, mas também para acompanhá-la em todos os seus aspectos, ou seja, comportamentais, técnicos e operacionais. Só assim é possível enxergar o potencial crescimento que a sua organização pode ter.
 
Gostou deste tema Então continue acompanhando e aprimorando seus conhecimentos sobre o mundo dos negócios, aqui em meu blog, em meu canal no Youtube e em minhas redes sociais. Lembre-se de compartilhar este conteúdo com seus amigos.