Integre toda sua equipe com a gestão participativa

Integre toda sua equipe com a gestão participativa

Você sabe se sua equipe está integrada? Há algum tipo de frustração constante entre os colaboradores? Existe falta de motivação, interesse e ânimo para alcançar as metas e objetivos da empresa?
 
Se a resposta for sim, há algum tipo de erro na gestão da sua equipe. Dentre tantos motivos que podem ocasionar esse problema, o excesso de tarefas, má remuneração, falta de reconhecimento, existe um maior: a falta do sentimento de pertencimento.
 
Uma das maiores frustrações dos colaboradores é não se sentir parte da empresa. É não se sentir importante nos processos e resultados. Isso acontece quando há falta de autonomia, reconhecimento e poder de decisão. Os funcionários só obedecem às ordens, porém não são questionados ou levados em consideração para tomar nenhuma decisão ou não têm abertura para dar sugestões e apresentar ideias.
 
Por conta dessa realidade, a gestão participativa tem se tornado cada vez mais comum, porque é uma prática muito importante para integrar toda a equipe e fazer nascer o sentimento de pertencimento.
 

O que é gestão participativa?

 
Como o próprio nome já faz entender, a gestão participativa é quando todos participam. O papel do líder é mantido, ele continua exercendo a função de gerir, porém, nesse modelo, a equipe passa a ser integrada ao processo também nas decisões e não só na execução, como antigamente.
 
Há abertura para que possíveis ideias, soluções e sugestões sejam apresentadas e, avaliadas e colocadas em prática.
 
Há interesse por parte do gestor em questionar a equipe sobre o que eles consideram interessante fazer para aquele cliente, projeto, tarefa.
 
Na gestão participativa, os colaboradores são fundamentais na tomada de decisão. Nem sempre a decisão do gestor é a mais adequada. Por isso, com certeza, a equipe que teve mais contato com determinado projeto deve ser consultada para que o gestor tome a melhor decisão final.
 

Quais os benefícios de adotar uma gestão participativa?

 
A empresa que decidir adotar uma gestão participativa tem a garantia de muitos benefícios. Em primeiro lugar, funcionários que se sentem parte da empresa, importantes para o negócio, trabalham mais motivados, o que interfere, positivamente, na maneira como eles se dedicam ao alcance efetivo das metas e objetivos.
 
Integrando toda a sua equipe, você vai perceber que, com a gestão participativa, boas ideias podem surgir o tempo todo e isso contribui para o crescimento da empresa, seja para conquistar colaboradores mais produtivos, para impulsionar o negócio, para gerar mais lucratividade, criatividade e dinamismo nos processos ou comprometimento para entregar projetos melhores.
 
Outro grande benefício, é que a gestão participativa contribui fortemente para a retenção de talentos. Quando eles começam a se sentir parte da empresa, não há motivos para deixá-la. E a razão é simples – quando toda a equipe está unida pelo mesmo objetivo, fica muito mais fácil de alcançá-lo. Não é mesmo?
 

Como colocar a gestão participativa em prática?

 
Para aderir à gestão participativa e colocá-la em prática na sua empresa não vai ser difícil. Você só precisa adotar atitudes diferentes para lidar com os colaboradores e conseguir integrar toda a sua equipe. Para te ajudar nessa tarefa, separei alguns tópicos que você deve ter atenção. Olha só!
 

Atitudes do gestor

 
As atitudes do gestor são as primeiras características que devem ter atenção. Tudo vai girar em torno delas e as coisas só vão começar a mudar quando elas também mudarem. Sendo assim, o comportamento do líder deve transmitir aquilo que ele espera da equipe. Não dá para ser – autoritário; impositivo e viver mandando e desmandando. Na verdade, o gestor precisa estimular a equipe, valorizá-la de forma que envolva seus profissionais, comunique-se com clareza e esteja aberto a receber sugestões. Conhecer os colaboradores é, também, essencial para transformar suas relações e impulsionar suas ações conjuntas e individuais.
 

Hierarquia

 
Por quantos “chefes” a equipe precisa passar para dar uma sugestão? A quantos líderes ela precisa dar satisfação do seu trabalho? Às vezes, o excesso de hierarquias pode atrapalhar a implantação de uma gestão participativa. Se esse for o caso, é preciso reaver as estruturas de cargos dentro as empresa para que haja menos concentração de poder e mais união, integração e envolvimento.
 

Resultados

 
A melhor forma de adotar uma gestão participativa e, ainda, avaliar se ela está sendo bem feito dentro da empresa é, sem dúvidas, avaliando os resultados. O caminho que deve ser seguido estará descrito em sua mensuração e relatório de resultados. Tenha em mente que esse processo deve ser feito constantemente. Afinal, só assim é possível avaliar se você e a equipe estão alcançando os objetivos esperados.
 
Viu só?! A estrutura da empresa, o comportamento dos gestores e tantos outros fatores podem ser os motivos pelos quais sua equipe ainda não está integrada. Se você sente que esse é o caso da sua empresa, não perca mais tempo! Agora que você já sabe o que é, quais são os benefícios e como implantar, está na hora de adotar uma gestão participativa.