A amizade entre líder e liderado é possível?

A amizade entre líder e liderado é possível?

No modelo antigo de gestão, onde o chefe mandava e os liderados obedeciam e cumpriam as tarefas, sem questionar a qualidade e eficácia dos serviços a serem executados, relações de amizade entre colaboradores e gestores, era praticamente impossível de ser ver no ambiente empresarial. Hoje, para que se alcance resultados organizacionais ainda mais positivos, é necessário que haja uma aproximação maior entre funcionários e líderes, diminuindo, assim, a verticalização da empresa e permitindo a participação de todos nas decisões.
 
O principal papel do líder é formar equipe e mantê-la motivada para alcançar os objetivos que a empresa almeja. Para isso, é preciso gerar confiança e credibilidade, que proporciona uma melhora na comunicação e faz com que seja possível desenvolver, inclusive, laços de amizade entre gestores e liderados. Dessa maneira, o dia a dia de trabalho fica ainda mais leve e os objetivos são alcançados de forma muito mais acelerada.
 
Para entender melhor a importância de se investir em uma relação de respeito e amizade no ambiente de trabalho, leia minhas dicas a seguir e ao final do artigo, compartilhe comigo suas impressões sobre este assunto.
 

A importância da amizade no ambiente de trabalho

 
Muitas pesquisas já foram realizadas enfatizando a importância de se cultivar amizades no ambiente de trabalho. Isso acontece, pois um lugar em que é possível observar relações harmoniosas, não só entre líderes e liderados, mas também entre todos os pares, a probabilidade de se obter melhores resultados, bem como de se encontrar pessoas ainda mais realizadas com as atividades que executam na empresa, são infinitamente maiores.
 
A empresa americana Globoforce realizou, em 2014, uma pesquisa que trouxe números surpreendentes ao mercado empresarial. De acordo com o relatório, produzido em parceria com a MarketTools, foram ouvidos 700 profissionais, e concluiu-se que:
 
78% dos entrevistados, passam de 30 a 50 horas semanais com seus colegas de trabalho;
 
95% já fez pelo menos uma amizade no ambiente de trabalho;
 
61% conta com o apoio de seus colegas de trabalho para lidar com as situações difíceis da vida;
 
89% considera que os relacionamentos no trabalho afetam sua qualidade de vida;
 
71% dos entrevistados que têm mais de 25 amigos no trabalho; gostam da empresa em que estão;
 
50% dos entrevistados que têm mais de 25 amigos no trabalho, sentem orgulho de seu empregador;
 
21% dos colaboradores que têm mais de 25 amigos no trabalho, aceitariam outra proposta de emprego.
 
Números como estes nos colocam a pensar sobre como é importante manter laços de amizade, por onde quer que passemos. A pesquisa foi um pouco mais abrangente e abordou todas as relações existentes em uma empresa, independentemente do nível hierárquico. Porém, daí já podemos analisar o cenário e verificar que por meio da amizade, da parceria e do companheirismo entre todos os membros de uma organização, principalmente entre líderes e liderados, é possível alcançar resultados de forma muito mais acelerada.
 

Como estabelecer laços de amizade com seus liderados?

 
Até aqui vimos que sim, é possível que um líder tenha amizade com seus liderados, sem que isso afete a qualidade e o resultado do trabalho e das atividades que ambas as partes realizam na empresa. Mas como fazer isso? Precisa ter algum tipo de cuidado ou precaução?
 
Tenho certeza que estas e muitas outras dúvidas estão passando pela sua cabeça neste momento, não é mesmo? Não se preocupe, vou esclarecer algumas delas, para que você e seus colaboradores formem uma parceria de sucesso. Confira:
 

Deixe o autoritarismo de lado e aproxime-se

 
Como eu disse no começo do texto, o modelo de liderança que era aplicado há algum tempo nas empresas, passou por mudanças severas e, para que sejam alcançados resultados reais junto aos colaboradores, requer que haja uma aproximação maior entre líderes e liderados. Mas veja bem, quando falo em se aproximar dos colaboradores, não estou falando que vocês precisam de imediato compartilhar segredos e confidências pessoais e profissionais.
 
O que quero dizer com isso, é que você pode deixar de lado aquela figura de chefe, que afasta a equipe com seus mandos e desmandos, e tentar entender, por meio de conversas e feedbacks, como cada um trabalho, quais os objetivos carreira de cada colaborador, de que forma eles esperam que a empresa contribua para o seu crescimento pessoal e profissional, e assim por diante.
 
Com isso, as chances de começar a se estabelecer uma relação mais próxima, em que um sabe que pode confiar e contar com o outro a qualquer momento, aumentam significativamente.
 

Reconheça o desempenho de seus colaboradores

 
Atualmente, os profissionais almejam ser reconhecidos pelo trabalho que realizam em uma empresa. Este reconhecimento que estou falando, vai muito mais além de questões financeiras, ele tem a ver com um elogio que é feito em público, por uma atividade executada com excelência, por exemplo. Envolve um agradecimento pela contribuição e esforço que são despendidos dia após dia, para auxiliar a empresa a crescer, e por aí vai.
 
A partir do momento em que encontram este tipo de reconhecimento na empresa em que trabalham, vindo, principalmente, de seus gestores, os colaboradores passam a confiar mais em seus líderes e a realizar seus trabalhos com muito mais satisfação. Além disso, tendem a desenvolver uma relação de amizade com seus líderes, que se torna benéfica para ambas as partes, bem como para a organização.
 

Demonstre maturidade e respeito

 
Muitas pessoas podem achar que é perigoso ter amizade no trabalho, pois acreditam que isso pode prejudicar os resultados. Entretanto, ao meu ver, isso na verdade, faz com que os objetivos que a empresa almeja alcançar, sejam atingidos de forma muito mais acelerada.
 
Neste sentido, é importante dizer, que para que estes objetivos sejam alcançados, ambas as partes precisam demonstrar maturidade e respeito, não só uma pela outra, mas também pelo trabalho que precisa ser bem desenvolvido e que está acima da amizade que está sendo estabelecida.
 
O que quero dizer, é que muitas pessoas, sejam elas líderes ou liderados, podem confundir as situações e acabar não realizando suas atividades com o profissionalismo que se espera de cada um, e isso sim pode prejudicar o bom andamento dos resultados. Assim, é essencial deixar claro, que antes da amizade, existe um trabalho a ser executado, que depende do empenho de cada um para que tudo saia conforme o planejado.
 
Todos nós precisamos manter e cultivar relacionamentos saudáveis para termos ainda mais qualidade de vida e, consequentemente, produzirmos cada vez melhor em nossas empresas. Com nossos colaboradores não é diferente. Por isso, faça questão de investir na amizade com os funcionários que fazem parte dos seus negócios, pois assim, eles se sentirão muito mais motivados em ajudá-lo a fazer a sua organização crescer no mercado em que atua.
 
Gostou deste conteúdo? Quer ficar por dentro do que há de melhor no universo do empreendedorismo e liderança, continue acompanhando meus posts aqui, em minhas redes sociais e também em meu canal no Youtube.