Conheça a diferença entre poder e autoridade

Conheça a diferença entre poder e autoridade

Com certeza existem muitas pessoas que ainda confundem estes dois conceitos no ambiente empresarial. Isso acontece, pois, para muitos, poder e autoridade tratam-se basicamente das mesmas coisas, ou seja, alguém que, geralmente ocupa um cargo de gestão, manda um colaborador fazer algo, e este, para não perder o emprego ou ser punido de alguma outra forma, obedece sem questionar, pois acredita que é a única coisa que deve fazer e pode fazer.
 
Por incrível que pareça, este ainda é um cenário bastante comum em muitas organizações, independentemente de seu porte ou segmento. No entanto, não se pode perder as esperanças, pois à medida que o mundo dos negócios vai se modernizando, muito disso em decorrência dos avanços tecnológicos, as pessoas passam a ter mais acesso à informação e, conseguem entender e aprender inúmeros conceitos velhos e novos que regem o bom andamento das organizações hoje em dia.
 
Com base nisso, é que refleti sobre este tema e achei importante escrever sobre ele, para que façamos os devidos esclarecimentos sobre as diferenças existentes entre poder e autoridade, de que forma os dois conceitos são aplicados nas empresas, e também para eliminar de vez aquele velho ditado de “Manda quem pode, obedece quem tem juízo”.
 

Entendendo as diferenças

 
Existem ainda muitos gestores no mundo dos negócios atualmente, que abusam de seus cargos para fazer com seus subordinados façam exatamente o que eles querem, sem lhes dar a oportunidade de compartilhar novas ideias ou questionar a ordem que foi dada. Infelizmente, isso ainda acontece muito, mas, com o passar do tempo, tenho visto crescer diversos líderes, que acreditam que é através da motivação, da inspiração e do exemplo, que eles vão conseguir extrair o melhor de seus colaboradores, para que eles lhe ajudem a alcançar os resultados almejados pela empresa.
 
Diante disso, é fundamental abordamos as diferenças entre poder e autoridade, analisando a forma como as duas aparecem nas organizações. Entenda:
 

Poder

 
Todos os exemplos que utilizei até agora são para demonstrar aquilo que acontece nos mais diversos tipos de organizações atualmente e têm a ver com poder. Quando falo que o responsável por uma equipe utiliza de ameaças para fazer com que seus subordinados lhe obedeçam e cumpram com as tarefas que ele lhes delegou, quer dizer que ele está usando o poder que o seu cargo lhe confere para conseguir o que deseja dos colaboradores.
 
Isso quer dizer, que o gestor não tem o respeito de seus funcionários e só consegue fazer com que estes cumpram suas ordens, por meio de ameaças dos mais diversos tipos, como “ou você faz o que eu estou lhe mandando, ou vou lhe demitir”; “ou você atende às minhas solicitações, ou vai sofrer sanções disciplinares’’; e assim por diante.
 
Existem casos em que o uso do poder é justificado, ou seja, quando é necessário utilizá-lo como ato disciplinar, diante de situações em que o respeito pelo gestor não surte mais efeito e é necessário disciplinar o colaborador, com advertências e suspensões, por exemplo. Mas é importante lembrar, de que não se deve abusar e nem utilizá-lo de maneira demasiada, já que é bem melhor que uma gestão seja conduzida pelo respeito e admiração.
 

Autoridade

 
Um cenário bem diferente do descrito até aqui é quando falamos e utilizamos a autoridade para conseguir o que queremos e precisamos de nossos colaboradores. Neste contexto, nem sempre uma pessoa que exerce autoridade sobre outra, ou sobre outras, precisa ocupar um cargo de gestão para isso. Ou seja, esta pessoa é vista como a líder da equipe, pois suas ações dão exemplos às demais e fazem com que estas se mantenham engajadas e motivadas a realizar um trabalho de eficiência.
 
A autoridade é utilizada como forma de influenciar pessoas, fazendo com que estas cumpram com que é esperado delas, por meio do respeito que têm pela sua figura, ou de quem quer que seja o líder que as esteja conduzido rumo à conquista dos resultados e objetivos almejados. Aqui, não é necessário usar a força, atos disciplinares ou gritos para conseguir o que se deseja. Basta a confiança no potencial de cada um e inspiração e comprometimento, para que tudo saia conforme o combinado.
 

Como influenciar pessoas?

 
Se você ainda tem dúvidas sobre como influenciar pessoas, sem utilizar a força bruta e o poder, preste atenção nas dicas que vou compartilhar com você agora:
 
● Elogie com sinceridade um trabalho bem feito;
 
● Dê feedbacks assertivos, sem humilhar e em particular;
 
● Deixe que as pessoas expressem suas opiniões e deem sugestões de melhorias no processo;
 
● Respeite a forma de ser agir de todos ao seu redor;
 
● Evite conflitos, opte pelo diálogo;
 
● Dê bons exemplos e exija bons exemplos;
 
● Seja coerente com o que você fala e faz.
 
Influenciar pessoas é uma arte, que poucos dominam. Mas isso não quer dizer que seja realmente impossível deixar o poder de lado, na maioria dos casos, e usar da autoridade que a sua imagem possui para alcançar os objetivos que você deseja como líder, para sua empresa e também para as pessoas ao seu redor.
 
Espero que as dúvidas sobre este assunto tenham sido e esclarecidas e que você continue acompanhando os conteúdos que eu posto aqui, em minhas redes sociais e em meu canal no Youtube.