Descubra tudo sobre o sistema de recrutamento e seleção de uma empresa

Descubra tudo sobre o sistema de recrutamento e seleção de uma empresa

Assim como o termo recrutar funciona muito bem no ambiente militar, onde se procuram possíveis futuros membros de tropa com potencial para serem grandes soldados, dentro do mundo dos negócios as coisas não são muito diferentes. O termo recrutamento de pessoas significa uma série de etapas e técnicas de como encontrar aquele profissional ideal para fazer parte da equipe de sua empresa.

Recrutamento e seleção – como funciona?

 
Com um sistema de informações organizado a partir das necessidades que a organização tem, é possível prever quantas e quais os tipos de profissionais que estão faltando no seu negócio. Esse planejamento rigoroso pode ser feito a partir de pesquisas com o público interno e externo, definindo exatamente que tipo de candidato que se quer atrair. E então, é necessário que o setor de recursos humanos junto ao gestor da área decida quais os pré-requisitos que esse futuro colaborador precisa ter.

Depois, o próximo passo é definir os canais onde anunciar a vaga  otimizar o processo para encontrar esse profissional, se for um estagiário seria numa universidade, se for um especialista pode ser por envio de currículo ou indicações, por exemplo. Na fase seguinte, vem à etapa de se definir as ferramentas e métodos que serão aplicados para selecionar, com assertividade, o profissional certo para seu empreendimento.

Quem comanda este processo?

 
O setor de recursos humanos é o responsável direto por realizar o processo de recrutamento e seleção, porém ele atende sempre a demanda das áreas, gestores e do próprio dono da empresa, que vendo a necessidade de expandir, decide contratar novos profissionais. São eles que farão todas as análises que comprovem quais as necessidades de cada time e como conseguir encontrar o profissional ideal para compor a equipe. O papel deste departamento é primar pela eficiência, ou seja, não perder tempo nem dinheiro recrutando candidatos que não tenham o perfil compatível com a empresa. Para isso, o RH deve sempre buscar novos métodos e técnicas de seleção para manter seus processos atualizados e contratar corretamente.

Tipos de Recrutamento e Seleção

 

Seleção interna

 
O recrutamento interno envolve a reorganização de times onde pessoas podem ser transferidas de setor, promovidas para cargos maiores ou transferidas com promoção para uma nova posição na empresa. As grandes vantagens nesse processo é o reaproveitamento de treinamentos já aplicados nesses colaboradores, à valorização dos funcionários, a possibilidade de implementação do plano de carreira, sem falar que gera menos custos para a empresa e a segurança de que esse colaborador, sentindo-se motivado, fique mais tempo na empresa. Porém, a grande desvantagem desse processo é o possível conflito de interesses e rivalidade interna entre profissionais que queriam o mesmo cargo, o que pode gerar certa animosidade.

Seleção externa

 
No momento que se passa a colocar um recrutamento na rua, o setor de RH deve estar preparado para a segmentação de público, para que mais e mais pessoas qualificadas fiquem sabendo da vaga; e também onde encontrar esse futuro profissional. As grandes vantagens de procurar esse colaborador fora do quadro atual de funcionários é que uma pessoa nova no time sempre enriquece a experiência de trabalho. São novas experiências, desafios e ideias que chegam até a sua empresa através de alguém que quer fazer parte do time. No entanto, as desvantagens são várias também, como: ser um processo bem mais caro de prospecção, investimento na hora de divulgar essas vagas, seja web ou num caderno de empregos, e corre-se o risco sempre de escolher um profissional que não seja o ideal.

Seleção mista

 
Ao investir energia num processo de recrutamento misto, a possibilidade é ter uma gama muito maior de candidatos para sua vaga já que eles virão tanto de fora como de dentro da própria empresa, são bem maiores.  As vantagens e desvantagens são bem parecidas com as já apresentadas, com o adendo de que esse tipo de seleção acaba sendo bem mais demorado até que a análise de todas as possibilidades de profissionais seja feita.

Como conhecer esse futuro profissional

 
Profissionais à procura de uma colocação estão por toda parte! Podem ser candidatos que atualmente trabalham para outro fornecedor ou então os que estão livres para começar de imediato. Dependendo do nível de qualificação que o cargo exige, o setor de RH vai à procura de onde estão esses profissionais. Locais como cursos técnicos, faculdades, mercado, concorrentes, autônomos, todos esses podem ser seus colaboradores e, o modo de abordá-los será divulgando a vaga e o histórico de sua empresa para que eles conheçam melhor a proposta.

A ideia é não revelar a proposta salarial já no anúncio, seja ele de jornal ou na web e sim, exigir o envio de um currículo para avaliação. A triagem passa a acontecer dependendo do nível de escolaridade e experiência que se está procurando e então, o primeiro contato é feito para a entrevista dos selecionados na fase inicial do processo.

Continuamente a empresa deve estar à procura das carências do seu negócio, tanto de pessoal como de desafios. Por isso, quando é identificada essa necessidade de novos profissionais para o quadro de colaboradores, esse estudo interno e externo deve ser feito para que sejam organizados os próximos passos: onde encontrar, como impactar, como contatar, como selecionar.

Um novo profissional para a sua empresa não deixa de ser um futuro prospect, as estratégias de conquista dele são bem parecidas como as de conseguir vender seu produto, por isso uma equipe bem treinada e com foco no que for melhor para o seu negócio sempre é imprescindível para o sucesso. Lembre-se disso e invista num bom processo de recrutamento e seleção!