Saiba como surgiu a Netflix

Saiba como surgiu a Netflix

Conhecer a história da Netflix é interessante para quem deseja se tornar empreendedor porque nos ensina que nem toda empresa de sucesso, dos dias de hoje, iniciou no segmento em que atua e alcançou as cifras de milhões de dólares em apenas dois ou três anos. A Netflix está presente em praticamente todos os países do mundo com conteúdo e imagem de qualidade com uma mensalidade que tem valor menor do que a média do valor do ingresso de cinema.

Conheça a História da Netflix

O serviço de streaming mais popular do momento é mais velho do que você provavelmente supõe, a empresa existe há mais de duas décadas e não nasceu de uma multa de US$ 40 dólares pela devolução atrasada do filme “Apollo 13”, história mitológica que foi espalhada pelo fundador da companhia, Reed Hastings, cientista da computação e matemático.

No ano de 1997, Hastings, conheceu o marketeiro e futuro sócio, Marc Rudolph. O último assumiu o cargo de diretor de marketing na Atria Software que foi a primeira companhia fundada pelo primeiro. Durante algumas conversas os dois descobriram que tinham a mesma admiração por personagens como Jeff Bezos (fundador da Amazon), Elon Musk (criador do PayPal, Tesla e SpaceX) assim como pelos criadores do Google que criaram modelos de negócios disruptivos apoiados na internet e na tecnologia.

Vendas Online

Como mencionei no começo deste artigo, a Netflix, não começou como uma empresa de streaming. Hastings e Rudolph acreditavam que um bom negócio seria o de vender online e decidiram investir no mercado de locação de filmes. Ao ouvir falar sobre os DVDs eles enxergaram uma possibilidade menos frágil que as fitas VHS para enviar pelo correio.

O modelo de negócios consistia em enviar os títulos alugados pelos assinantes através do correio sem multas de atraso e sem data limite de entrega. Todo esse serviço tinha o custo de 50 centavos de frete, algo que foi extinto posteriormente. As devoluções eram feitas pelo correio sem custo para os assinantes que podiam receber até 8 DVDs ao mesmo tempo dependendo do seu plano de assinatura. Se desejasse, o assinante podia comprar o DVD.

A organização que viria a se tornar a mais poderosa do segmento de streaming iniciou com um aporte financeiro vindo de um financiamento de US$ 2,5 milhões e da fortuna de US$ 700 milhões de dólares de Hastings que vendeu a sua companhia de software – a venda mais cara do Vale do Silício até então. Os sócios adquiriram 925 títulos de DVD (quase todos os filmes em DVD até aquele momento) e contrataram 30 funcionários.

Percalços no Caminho

Funcionando oficialmente desde 1998, a Netflix, era um sucesso de público, mas ainda assim não estava dando lucros e em alguns momentos tinha sérios problemas financeiros. Rudolph e Hastings chegaram a tentar negociar a venda da empresa para a rede Blockbuster que era então a gigante do segmento de locação de filmes. A Blockbuster recusou o negócio por acreditar que a falta do contato físico dos clientes com a caixinha do DVD levaria a Netflix ao fracasso. Ocorreu exatamente o contrário, quem abriu falência algum tempo depois foi a Blockbuster.

No ano de 2001 os sócios decidiram abrir a companhia para acionistas para tentar trazer mais equilíbrio para o caixa. O valor da ação era de US$ 15 dólares inicialmente, atualmente, está em torno de US$ 168 dólares já tendo alcançado o pico de US$ 189 dólares. Em 2001 a marca conquistou uma quantidade significativa de assinantes em parte devido aos ataques terroristas de 11 de setembro daquele ano que fez com que os norte-americanos tivessem medo de sair de casa alugando filmes pelo site para receber pelo correio.

A Saída de Rudolph

Em 2004, a Netflix ainda era um sucesso que não era traduzido nos ganhos da organização. Nesse momento difícil Rudolph decidiu deixar a empresa, nunca foram expostos com clareza os motivos, mas ele sempre disse que fez o certo ao deixar o lugar de CEO para Hastings.

Uma das ações mais audaciosas da marca se deu em 2006 quando teve início a Red Envelope Entertainment (Envelope Vermelho Entretenimento) que fazia referência a embalagem em que os DVDs eram despachados e que consistia no investimento em conteúdo original. A divisão foi encerrada em 2008 para não fazer concorrência aos estúdios parceiros, mas a Netflix ainda surpreenderia com suas produções originais.

O Oferecimento do Serviço de Streaming

No ano de 2007, dez anos após o início da história da Netflix, a empresa decidiu apostar na disponibilização de conteúdo online para não ficar para trás, a Amazon já tinha criado o Amazon Video. Uma curiosidade é que mesmo tendo se tornado a precursora do streaming, a Netflix, ainda mantém a sua divisão de aluguel online de DVDs físicos, modalidade disponível apenas nos Estados Unidos. A organização se orgulha de ter uma cópia física de quase todos os filmes já produzidos.

Além de ser distribuidora de streaming a marca se tornou reconhecida como uma produtora de conteúdo original de qualidade. Séries como “House of Cards”, “Stranger Things”, “Orange is the New Black”, “Demolidor”, “Punho de Aço” entre muitas outras.

A história da Netflix nos mostra que ser pioneiro não é fácil e nem rápido, contudo, garante um posicionamento privilegiado no mercado. Gostou? Compartilhe em suas redes sociais!

Saiba tudo sobre o que um empreendedor precisa conhecer! Inscreva-se no meu canal. Inscreva-se agora!