Transformando suor em ouro - Veja os ensinamentos do livro

Transformando suor em ouro - Veja os ensinamentos do livro

O livro “Transformando suor em ouro” do técnico de vôlei campeão mundial Bernardinho é o tipo de leitura obrigatória para os empreendedores que perseguem o sucesso, mas ainda não conseguiram desenhar uma rotina focada na disciplina. Nada é mais poderoso do que organizar o seu método de trabalho focando em extrair de cada pequena realização nada menos do que a excelência.

Transformando suor em ouro: 10 Ensinamentos do livro do Bernardinho

Carioca, Bernardo Rocha Rezende cresceu no bairro de Copacabana na cidade maravilhosa numa família de classe média alta. Praticou diversos esportes como futebol, judô e vôlei de praia, contudo, percebeu que sua paixão era o vôlei de quadra. Com o desejo de se formar em Economia na PUC-Rio estudava e jogava pela seleção brasileira. Enquanto os colegas de time dormiam, Bernardinho, estudava para as provas.

Além de ser um técnico premiado ele também é sócio do restaurante Delírio Tropical, que ajudou a expandir, da rede BodyTech de academias e algumas startups. A seguir listei os principais ensinamentos do livro do técnico reconhecido por suas reações exaltadas a beira da quadra. Preparado para começar a aula com Bernardinho?

1 – Mais importante do que vencer é fazer o seu melhor

Bernardinho como técnico e ex-jogador de vôlei sabe que a derrota faz parte do jogo e não acredita que ela seja necessariamente o problema. O que o tira do sério é a sensação de sair da quadra sabendo que poderia ter se esforçado mais. Então em seu dia a dia dê o seu máximo para alcançar os resultados buscados, se for derrotado assimile e aprenda com isso.

2 – Disciplina é o que transforma talento em sucesso

Não importa que você seja extremamente talentoso se não tiver disciplina para desenvolver suas habilidades. Bernardinho sempre diz que prefere um talento mediano, mas dedicado do que um diamante preguiçoso. Independente do quanto você acredite que tenha talento dedique seu tempo a aprimorar a forma como externa tais habilidades.

3 – Sucesso passado não é garantia para o futuro

Sabe quando alguém diz que o sucesso subiu a cabeça do fulano? É exatamente disso que se trata esse ensinamento do livro do Bernardinho. Conquistar um objetivo é sempre bom, mas é essencial estar preparado para se colocar rumo a conquista do próximo. Empresários de sucesso não ficam parados vivendo dos louros do passado estão perseguindo novas metas insistentemente.

4 – Apoie-se na leitura

Lembra que mencionei que o Bernardinho continuou a estudar e se formou na faculdade mesmo tendo uma carreira em ascensão no vôlei? Ele sempre soube que é fundamental se manter qualificado e isso vale também para a formação de um arcabouço de conhecimentos obtidos por meio de livros. O hábito de ler é essencial para se tornar uma pessoa mais criativa e preparada para resolver quaisquer desafios que se apresentem.

5 – Excelência regular

Quando as pessoas bem-sucedidas dizem que mais difícil do que chegar ao topo é se manter lá não estão exagerando. Após ter conseguido seus primeiros bons resultados chega o momento de provar que você merece tê-los obtido. A excelência deve ser uma constante em seu desempenho. Aquele que alcança o sucesso não tem mais permissão para fazer as coisas de qualquer jeito se não quiser perder a sua posição de destaque.

6 – Entenda o que é excelência

No tópico acima mencionei a importância de ter a excelência como um hábito em sua vida profissional. Antes de mais nada é necessário entender o que é o conceito de excelência, ou seja, fazer o seu melhor sem deixar nenhum resquício de dúvida a esse respeito. Conseguir um resultado de 99,99% não é um mesmo que 100%.

7 – Uma boa equipe é formada por talentos complementares

Empresas de sucesso no mercado chegam ao patamar de destaque em seus segmentos porque contam com uma base de talentos complementares. Nessas equipes não têm espaço para discussões a respeito de quem é mais importante, todo mundo tem um papel para desempenhar. É como numa equipe de vôlei em que tanto os titulares quanto os reservas são essenciais para a conquista de um campeonato.

8 – Liderança é uma conquista

Ser chefe não é o mesmo que ser líder, pois a liderança é um processo natural que resulta da escolha da equipe. Os subordinados devem ter na figura do líder o exemplo pelo qual vão guiar a excelência do seu trabalho.

9 – Necessidade e paixão movem os vencedores

A motivação pode se basear somente na necessidade ou na paixão, porém, somente será realmente sólida se tiver ambos como seu norte. A desistência se torna mais fácil para aqueles que não têm um bom motivo para persistir.

10 – Fama não é sinônimo de vitória

Tornar-se famoso e reconhecido pelo o que faz não irá garantir que você só terá vitórias em sua carreira. A persistência na busca pela excelência é a chave para ter mais sucessos do que reveses.

Gostou de saber um pouco mais sobre os ensinamentos do livro “Transformando suor em ouro” do Bernardinho? Compartilhe em suas redes sociais! 

Copyright: 1199438941 – https://www.shutterstock.com/pt/g/jakub+grygier