Qual o significado do termo Burn Rate?

Qual o significado do termo Burn Rate?

O conceito de burn rate é um dos mais importantes quando o assunto é gestão de custo de uma nova empresa. Os administradores devem ter bem claro quanto precisarão investir todo mês para que a empresa se mantenha em operação, bem como quanto tempo levará para que esse investimento tenha retorno. Dentre as inúmeras métricas relativas à gestão financeira de um negócio, essa é a que merece mais destaque.
 

O Que é Burn Rate?

 
Essa métrica se refere, basicamente, ao capital necessário por mês para que uma empresa nova no mercado mantenha as suas operações. Com esse conhecimento, a empresa pode ter uma ideia mais clara de quanto tempo levará para conseguir cobrir todas essas despesas e alcançar o ponto de equilíbrio (quando passa a gerar lucro).
 
Podemos definir Burn Rate como sendo a taxa de queima do capital do caixa da empresa. É essencial saber quando o negócio está prestes a queimar todo o seu capital para ter tempo para se reerguer. Para que a gestão de custo seja bem feita, é fundamental que se tenha esses números em mãos.
 

A Importância do Burn Rate

 
Abrir uma empresa é uma tarefa que exige planejamento, especialmente no que diz respeito às finanças. O empresário precisa saber desde o início quanto precisará investir todo mês para que o novo negócio se mantenha em atividade e possa prosperar no mercado.
 
Os gastos são inevitáveis, mas podem ser previstos e controlados. Uma empresa que fez corretamente o seu cálculo de Burn Rate não tem surpresas e se percebe que está “queimando” seu capital com grande velocidade pode pisar no freio. Planejamento e controle são as palavras mais importantes para a gestão de custos de qualquer empresa, especialmente aquelas que estão no começo de suas vidas.
 

Como Calcular o Burn Rate?

 
Para determinar o Burn Rate da sua empresa, é necessário subtrair o balanço financeiro do final do ano do balanço financeiro do começo do ano.
 
Burn Rate = balanço financeiro do começo do ano – balanço financeiro do final do ano
 
Esse cálculo permite que o administrador conheça a queima de dinheiro mensal da sua empresa.
 
Outro cálculo que é importante de ser feito é o da queima líquida x queima bruta: Queima Líquida – Queima Bruta
 
Nesse caso, inclua na queima líquida, também, os valores que têm probabilidade alta de receber. Por queima bruta entenda o valor das despesas mensais somado a outras despesas. O resultado desse cálculo aponta qual é a verdadeira taxa de queima de capital que está acontecendo mensalmente.
 

Dicas Para Aplicar o Burn Rate Corretamente na Sua Empresa

 
A seguir listei algumas dicas que vão te ajudar a aplicar o Burn Rate mais assertivamente na sua empresa, conseguindo, assim, organizar melhor as finanças.
 

Tempo é Dinheiro

 
O cálculo do Burn Rate líquido e bruto é essencial para entender com que velocidade a sua empresa está queimando o capital de giro que possui. Os investidores usarão essa informação como base para saber se seu negócio é sólido, pois a partir dela poderão determinar com que velocidade a empresa precisa gerar receita para se manter na ativa, dando o mínimo possível de prejuízo. Traçar estratégias que contribuam para reduzir o tempo para conquista de fundo é essencial para que o seu negócio se mostre um investimento mais seguro.
 

Crescimento e Rentabilidade Caminham Juntos

 
A melhor forma de manter as finanças equilibradas é fazer com que o crescimento da sua empresa ajude a torná-la sólida diante dos investidores. A rentabilidade do negócio é essencial para que ele demonstre que pode atingir o ponto de equilíbrio mais rapidamente. Contudo, compreenda que não se terá uma empresa lucrativa do dia para noite. É importante ter paciência para que o crescimento possa acontecer de forma sustentável.
 

Atenção à Taxa de Burn Rate

 
Algo importante de dizer para os empresários que estão em busca de investidores é que empresas com taxas elevadas de Burn Rate tendem a ter menos chances de investimento. Nesses casos, não conta tanto as projeções de possível sucesso, os investidores desejam ter o retorno dos seus investimentos o mais rápido quanto possível. Porém, é válido trabalhar com a realidade, tendo confiança na sua empresa você encontrará as melhores formas de apresentá-la e, assim, angariar colaboradores.
 

Capital de Giro

 
Não há uma regra de mínimo ou máximo de capital que uma empresa iniciante pode precisar para se manter nos seus primeiros meses de atuação. O empresário deve ter em mente que precisará fazer um investimento para que a empresa tenha um tempo de respiro. O Burn Rate ajuda a ter uma previsão de quanto precisará ser investido, bem como o tempo para que esse investimento comece a dar retorno, no entanto, é importante ter paciência.
 
Gostou de conhecer o conceito de Burn Rate? Aproveite e compartilhe as dicas com seus amigos empresários!