Qual o significado do termo capacidade dinâmica das empresas?

Qual o significado do termo capacidade dinâmica das empresas?

No âmbito de inovação empresarial, é fundamental para as companhias manter ativas suas capacidades de adaptação frente a potenciais ameaças, assim como estar abertas para as oportunidades. Nesse contexto, surgem as capacidades dinâmicas que consistem em mecanismos que ajudam as organizações a sobreviver às instabilidades do mercado. Inovação é o motor que leva as empresas adiante, contudo, devem ter caráter assertivo para evitar desvios do percurso.
 

Inovação Empresarial: O Que São Capacidades Dinâmicas?

 
Ter condições para realizar a reestruturação empresarial, mesmo nos piores cenários do mercado, é o que diferencia as companhias bem-sucedidas daquelas que fecham suas portas prematuramente. Os gestores mais experientes sabem que o dia a dia é repleto de alterações sociais e econômicas que irão determinar a necessidade de redirecionar os seus esforços para manter a competitividade.
 
Num contexto de turbulência, as capacidades dinâmicas se caracterizam como as ferramentas que permitem chegar a uma reconfiguração que terá grande impacto no sucesso da companhia. Podemos dizer que se trata de uma forma de adaptação às condições mais adversas em busca de melhores resultados. Ressalto, ainda, que o conceito pode se referir, também, ao desenvolvimento de inovação empresarial para a criação de vantagens competitivas.
 

Conceito da Visão Baseada em Recursos

 
Para compreender mais assertivamente do que se trata as capacidades dinâmicas, é importante ficar a par de outro conceito, a visão baseada em recursos. Sob essa visão, as organizações são conjuntos de recursos únicos que não podem ser comercializados ou adquiridos livremente no mercado. Sendo esses recursos impossíveis de serem duplicados e fonte econômica para a organização, se convertem em vantagens competitivas.
 
De acordo com os teóricos da administração, os recursos que compõem uma companhia podem ser divididos em três categorias principais: recursos humanos, recursos de capital e recursos organizacionais. Nessa tríade, o principal destaque vai para os recursos humanos, que se mostram passíveis de sustentabilidade podendo, inclusive, desenvolver habilidades fundamentais para o reposicionamento de uma empresa no mercado.
 

Caso: Nokia X Apple

 
O exemplo mais claro que posso dar a respeito da influência das capacidades dinâmicas na manutenção de um mercado é o caso que aponta como a Nokia perdeu a guerra dos smartphones para a Apple. O principal fator que levou a Nokia a perder seu status de liderança foi não contar com recursos tecnológicos para enfrentar a competitividade do mercado.
 
A gigante não conseguiu identificar o momento em que deveria dar um salto para a próxima geração de smartphones. Com sua sede na Finlândia e seu laboratório de pesquisas nos Estados Unidos. a Nokia não conseguiu ler os desejos dos seus consumidores. Em paralelo a essa paralisação da Nokia, a Apple – sob o comando de Steve Jobs -, se manteve antenada com as demandas dos seus consumidores.
 
A grande inovação empresarial se deu ouvindo as necessidades dos consumidores e procurando formas de viabilizá-las. Jobs compreendeu que precisava desenvolver novos recursos para a Apple responder assertivamente aos desejos dos seus consumidores. Para que o iPod pudesse ser lançado, a companhia passou a ter profissionais gabaritados para resolver questões de gestão de direitos digitais, assim como designers focados na criação de dispositivos portáteis, algo que ainda era novo no mercado.
 
Além do desenvolvimento dos recursos tecnológicos, Jobs se ocupou do desenvolvimento do arcabouço legal que cercava a questão de reprodução de músicas. O que fica claro é que, mais do que ter as ferramentas tecnológicas para inovar, é essencial saber direcionar o desenvolvimento de tais ferramentas para se tornar mais competitivo.
 

Dicas Para Desenvolver Capacidades Dinâmicas na Sua Empresa

 
Abaixo listei algumas dicas de como desenvolver capacidades dinâmicas na sua empresa tornando-a mais competitiva.
 

Confie na sua equipe e delegue tarefas

 
Lembra que eu citei acima que os recursos humanos representam o principal recurso de uma companhia? Tendo essa compreensão, é essencial cercar-se de uma equipe competente e na qual se tenha confiança para que seja possível delegar tarefas. Para realizar uma inovação empresarial e ter uma organização sólida, é essencial ter mais pessoas trabalhando para o sucesso.
 

Reestruturação empresarial é necessária

 
Conquistar a liderança do seu segmento é realmente positivo, contudo, não pode ser uma desculpa para se manter estagnado. Para se adaptar às novas condições do mercado é essencial saber quando chega o momento de promover uma reestruturação, isto é, aproveitar os pontos positivos e consertar os negativos. Somente trabalhando dessa maneira é possível obter vantagens competitivas.
 

Mantenha um programa de avaliação de resultados

 
Para saber que a estratégia adotada diante do mercado está sendo bem-sucedida, estabeleça para a sua companhia um programa constante de avaliação de resultados. O objetivo, além de verificar a assertividade das ações tomadas até então, deve ser estabelecer indicadores que permitam ter vantagens competitivas no futuro. Nada é melhor do que usar os erros para aprender como não agir.
 
O que você achou do conceito de capacidades dinâmicas? Deixe sua opinião!