Gestão Vertical e Horizontal: Conheça suas características

Gestão Vertical e Horizontal: Conheça suas características

Os temas gestão empresarial e liderança estão bastante em voga atualmente e é preciso falar sobre eles para que cada vez mais empresários saibam qual é o modelo que melhor se adapta ao seu negócio. No artigo de hoje falarei a respeito da gestão horizontal e vertical, suas características, diferenças, vantagens e desvantagens. Leia e entenda qual é o estilo mais indicado para a sua organização.
 

A Importância da Gestão Empresarial

 
O conceito de gestão de empresas se refere a todas as atividades relacionadas ao funcionamento de um negócio, como controle, liderança, organização e planejamento. A gestão é o coração da empresa, pois é dela que irão partir a tomada de decisões, o planejamento de ações, estratégias, metas, etc. Não importa qual é o porte do negócio, a falta de uma administração qualificada pode comprometer seu sucesso e levá-lo à falência.
 
A forma como você organiza a gestão da sua empresa tem um enorme impacto sobre seu o crescimento futuro, além de interferir na maneira como é realizada a interação com os clientes e a cultura geral do negócio. A maioria das pequenas empresas começa com uma estrutura horizontal, mas, com o passar do tempo, pode sentir a necessidade de mudar para uma estrutura vertical, para se tornar mais competitiva no mercado.
 

Principais Características da Gestão Horizontal

 
As organizações horizontais têm o comando menos definido do que as verticais. Ao invés de cada colaborador ter deveres claramente definidos, eles podem trabalhar em equipe, assumindo funções de acordo com as necessidades do momento. Os profissionais podem executar vários papéis diferentes e podem relatar a vários supervisores, ao invés de ter apenas um chefe.
 
Na gestão horizontal, os gerentes ou líderes de equipe relatam a uma equipe de supervisores, com membros que são essencialmente iguais em termos de poder. Este é o modelo mais comum em empresas menores, principalmente no início. Conforme o negócio vai se desenvolvendo, pode surgir a necessidade de mudar para o estilo horizontal, principalmente para manter a equipe mais organizada.
 

Vantagens

 
• A liderança é flexível e isso gera um clima de maior liberdade, ideal para promover a criatividade dos colaboradores a fim de que eles tragam soluções inovadoras e vantajosas para a empresa.
 
• Como as equipes são multifuncionais é possível concentrar esforços nos projetos de maior necessidade, otimizando a força de trabalho.
 
• O ambiente é menos formal e mais descontraído, isso gera um clima agradável e amistoso entre todos.
 

Desvantagens

 
• Alguns colaboradores podem se aproveitar do excesso de liberdade e confundir o lado profissional com o pessoal.
 
• O fato de as funções não serem muito bem definidas pode passar a sensação de que os projetos não saem do papel, gerando insegurança nos funcionários.
 
• Muitas pessoas não compreendem o sistema horizontal e, por isso, não conseguem vivê-lo na prática de forma eficaz.
 

Principais Características da Gestão Vertical

 
As organizações verticais têm uma estrutura de poder que flui de cima para baixo. Há uma hierarquia bem definida e a pessoa que está na parte mais alta do organograma é a que tem o maior poder. Os funcionários relatam para o superior que está diretamente acima deles na estrutura organizacional e cada pessoa é responsável por uma área específica ou por um determinado conjunto de funções.
 
Nas empresas que adotam a gestão vertical, as funções são muito bem definidas e tudo é mais organizado, incluindo a comunicação. É um dos tipos de gestão mais usados em grandes companhias, já que seria complicado manter a organização em um negócio muito grande e com diversos funcionários.
 

Vantagens

 
• As funções de cada colaborador são melhor definidas, o que evita confusões e atividades que não são realizadas.
 
• A forma como a empresa é organizada gera maior sensação de segurança aos funcionários, pois tudo costuma acontecer dentro do esperado.
 
• Como as decisões são tomadas por algumas pessoas especificamente, isso faz com que o processo seja mais rápido, o que irá economizar tempo.
 

Desvantagens

 
• As decisões são tomadas pelos altos membros da hierarquia, então os colaboradores não têm acesso às razões e consequências delas.
 
• O poder fica concentrado a apenas algumas pessoas, o que impede outros funcionários de contribuírem.
 
• Pode acontecer uma competição entre colaboradores que desejam subir de cargo, o que irá comprometer o clima de harmonia entre todos.
 

Qual o Modelo de Gestão Ideal Para a Sua Empresa?

 
Depois de conhecer as características e pontos positivos e negativos da gestão vertical e horizontal, imagino que esteja pensando sobre qual seria o mais indicado para a sua empresa, certo? A verdade é que não há uma resposta pronta, cabe a cada empresário analisar o seu negócio, pesar os pontos positivos e negativos e, assim, chegar à melhor opção.
 
Qualquer organização, independentemente do seu segmento, pode adotar um ou outro modelo de gestão. Apenas é importante considerar suas características, cultura e o perfil dos gestores, pois alguém que é mais conservador pode ter sérias dificuldades para se adaptar ao sistema horizontal, por exemplo.
 
Qual é o modelo de gestão atual do seu negócio ou da empresa em que trabalha? Qual a sua opinião sobre ele? Conte-me sobre sua experiência nos comentários abaixo!