Acidentes de trabalho - Dicas de prevenção

Acidentes de trabalho - Dicas de prevenção

A segurança no local de trabalho é uma questão importante também para as pequenas empresas. Não importa o ramo de atuação da organização, é fundamental estar atento ao ambiente para identificar possíveis riscos aos funcionários. Tome medidas de prevenção de acidentes e ofereça um local de trabalho muito mais seguro para os seus funcionários.
 
Confira algumas medidas que devem ser tomadas:
 

1) Identificação dos Riscos em Potencial

 
Identifique quaisquer riscos potenciais dentro da sua empresa. Muitas vezes situações consideradas simples no dia a dia podem resultar em acidentes. Por isso, verifique se o piso da empresa fica muito liso quando está molhado, se há objetos obstruindo caminhos, se os funcionários precisam carregar objetos pesados demais, etc. É necessário explorar todos os cenários em que há falta de segurança e fazer uma lista desses riscos.
 

2) Planejamento Para Evitar Cada Tipo de Acidente

 
Depois de identificar os riscos, crie um planejamento para ajudar os funcionários a evitar cada um deles. Ofereça uma solução, de forma clara e simples, para resolver cada uma das questões.
 

3) Sinalização das Áreas de Risco

 
Marque claramente todas as áreas potencialmente perigosas com sinalização, como, por exemplo, quando locais estiverem sendo limpos com água ou produtos escorregadios. Em muitas indústrias, esses sinais são exigidos por lei para informar aos funcionários sobre riscos em potencial. Mesmo que não seja necessário para sua pequena empresa, esses avisos podem ser uma ferramenta importante para proteger os funcionários.
 

4) Treinamentos de Segurança Para os Colaboradores

 
Ofereça treinamentos sobre a gestão de segurança. Disponibilize-o para todos os novos funcionários à medida que forem contratados e para todos os colaboradores atuais que ainda não o tenham concluído os seus ou que possam ter dúvidas.
 

5) Monitoramento do Local de Trabalho Para Identificar Possíveis Perigos

 
Se o ramo de atuação da sua empresa envolver atividades mais arriscadas, pode ser interessante contratar um especialista em segurança do trabalho. Se achar que não é necessário, você mesmo ou seus líderes podem monitorar os funcionários e se certificar de que eles estão seguindo os protocolos definidos.
 

6) Manutenção Regular das Instalações da Empresa

 
A manutenção regular das instalações da empresa é fundamental para evitar diversos tipos de acidentes. É importante verificar se há defeitos na instalação elétrica, grades e pisos soltos, janelas rachadas, etc. Muitas vezes esse tipo de problema acaba se tornando despercebido com o passar do tempo e somente é notado quando um acidente acontece.
 

7) Feedback dos Funcionários Sobre Melhorias na Segurança

 
Os funcionários conhecem como ninguém a empresa em que trabalham, por isso, não deixe de ouvir o que eles pensam a respeito da segurança no local e suas sugestões e feedbacks. Peça que eles sugiram melhorias para deixar o ambiente sempre mais seguro.
 

8) Conforto Também é Importante

 
Quando falamos a respeito de riscos, não estamos nos referindo apenas ao acidente de trabalho propriamente dito, mas também às lesões que podem ocorrer por causa de má postura e repetição excessiva de movimentos. Invista em cadeiras ergonômicas para os seus funcionários, apoios para os pés, braços e computadores. O conforto, além de evitar lesões, tornará a equipe muito mais satisfeita e produtiva.
 
Além disso, a ginástica laboral pode ser um instrumento importante para evitar vários tipos de lesões. Trata-se de uma série de exercícios físicos e alongamentos que devem ser realizados durante o horário de trabalho. Ela ajuda a evitar lesões por esforços repetitivos e também para aqueles que permanecem muitas horas em pé ou sentados.
 

9) Kit de Primeiros Socorros

 
Toda empresa deve ter um kit de primeiros socorros para usar em pequenos acidentes, quando não é necessário chamar a emergência. O kit deve ter materiais para fazer curativos, antissépticos, luvas, pinças, etc. Além disso, é importante que os funcionários saibam utilizar os materiais.
 

10) Cumprimento das Regras de Segurança Contra Incêndios

 
Realize avaliações regulares de risco e mantenha um plano de gerenciamento de incêndio que identifique possíveis perigos. Além disso, conte com extintores e ofereça treinamento para que os funcionários saibam como utilizá-los. É importante ainda ficar de olho no vencimento dos extintores e verificar se eles possuem o selo de segurança do Inmetro.
 

O Que é a CIPA e Como Ela Atua na Prevenção de Acidentes

 
A sigla CIPA significa Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. É um grupo formado por funcionários e um representante do empregador, que pode ser um profissional de Segurança do Trabalho, que atua observando e relatando as condições de trabalho da empresa reduzindo e eliminando os riscos. A NR5 é a Norma Regulamentadora que define a existência da CIPA e todo o trabalho que deve ser realizado por ela.
 
Toda empresa com mais de 20 funcionários deve contar com essa comissão, independente do tipo de risco que sua atividade possa vir a oferecer. A escolha dos membros se dá por meio de uma eleição com as chapas dos interessados em participar. A votação é secreta e todos os funcionários podem participar.
 
A missão da CIPA é investigar os acidentes que já aconteceram e encontrar formas de evitar que eles se repitam; além de identificar qualquer acidente do trabalho em potencial que possa ocorrer e orientar os funcionários sobre o uso dos EPIs (equipamento de proteção individual).
 
Outra função da CIPA é promover a SIPAT, Semana Interna de Preveção de Acidentes. Com atividades relacionadas à segurança na empresa, que pode incluir palestras, cursos, dinâmicas, entre outras.
 
Agora que você conhece bem algumas formas de prevenir acidentes em sua empresa; avalie também quais destas ações já estão sendo realizadas em sua organização, bem como o que pode ser inserido para melhorar continuamente seus processos de prevenção de acidentes e para cuidar melhor, tanto do seu patrimônio físico como de seu capital humano.
 
E se você gostou deste conteúdo, eu convido você a compartilhar este artigo com seus amigos empreendedores e a curtir minhas redes sociais e meu canal no Youtube!