Você conhece o significado de Capital Social?

Você conhece o significado de Capital Social?

Toda empresa, para iniciar suas operações no mercado, necessita que determinados recursos sejam empregados, caso contrário, é quase impossível que consiga, ao menos, começar. Quando falo recursos, estou falando de capital humano, ou seja, de colaboradores, que sejam verdadeiros talentos, preparados para ajudar o empreendedor a fazer com que a organização cresça, principalmente no começo. Estou falando também habilidades técnicas e comportamentais que o empresário precisa ter, para tornar o seu negócio próspero à medida que o tempo passa.
 
Além disso, é necessário que seja feito também um investimento financeiro, para que assim, a empresa possa se manter, até conseguir gerar o lucro necessário para fazer o negócio crescer, desenvolvendo novos produtos ou serviços, bem como soluções inovadoras para oferecer a seu público- alvo, e, consequentemente, fidelizar o cliente. E é sobre este assunto que vou falar hoje, ou seja, sobre o capital social, essencial para fazer com que qualquer tipo de negócio, de fato, passe a existir e se torne competitivo no mercado.
 
Acompanhe-me nesta leitura, entenda um pouco mais e tire todas as suas dúvidas sobre este tema.
 

Capital Social, entendendo seu significado

 
Basicamente, quando se fala em capital social de uma empresa, está sendo feita uma referência ao valor investido pelo empresário, em conjunto com seus sócios, para que determinada empresa dê o seu ponta pé inicial, ou seja, comece a operar e a competir no mercado. Esta quantia, que é injetada com o objetivo de tirar o negócio do papel e dar vida a ele, é estipulada, levando em consideração critérios bem estabelecidos pela contabilidade da organização, que já começa a atuar muito antes da organização existir de fato.
 

Qual a finalidade do capital social?

 
O capital social da empresa é utilizado para que seja feita a aquisição de equipamentos e máquinas; para a contratação de funcionários, bem como para o pagamento destes; para a aquisição ou aluguel de um espaço onde as operações da empresa irão funcionar; para arcar com as despesas de divulgação do negócio no mercado, entre muitas outras finalidades.
 
Em resumo, o capital social é investido para manter a empresa, ou seja, para fazê-la crescer e se desenvolver, ao ponto de torná-la competitiva o bastante, sendo vista e escolhida pelos clientes e começando a incomodar a concorrência.
 

Como ele pode ser definido?

 
Conforme eu disse no início do artigo, existem critérios para que seja definido o valor do capital inicial. Esta é uma das principais dúvidas que rondam a cabeça de empresários e seus sócios, pois trata-se de algo um tanto quanto relativo e que deve levar em consideração a realidade do negócio.
 
Com isso em mente, para fazer esta definição, é essencial que você se reúna com seus sócios, e, juntos, analisem quais serão os principais investimentos que vocês precisarão fazer para que a empresa comece a funcionar. Lembrem-se de incluir, principalmente, despesas com aluguel, água, luz, telefone, folha de pagamento, aquisição de suprimentos, máquinas e equipamentos, gastos com marketing, e assim por diante. Tudo o que vocês entenderem como essencial para que a organização comece a tomar forma, será fundamental para definir o capital social da empresa.
 
Para ajudá-los neste processo, vocês podem contratar uma assessoria contábil, que tem toda a expertise para orientar empresários, empreendedores e sócios, neste momento de muitas dúvidas.
 

Um passo importante

 
É importante lembrar que o próximo passo após a definição do capital social, é a sua formalização. Sim, é isso mesmo! O valor do investimento inicial feito na empresa precisa ser registrado e documentado no chamado contrato social, para que assim, todos tenham ciência do quanto a empresa vale e quanto foi injetado para que ela começasse a operar.
 
Se você e seus sócios tinham dúvidas sobre este assunto, acredito que a partir desta leitura, vocês estejam prontos para “arregaçar as mangas” e começarem a tirar do papel o sonho do próprio negócio. Diante disso, minha dica final é que vocês comecem o mais rápido possível, pois cada momento perdido, são oportunidades a mais que vocês perdem de se tornarem empresário de sucesso.
 
Gostou deste artigo? Lembre-se então de compartilhá-lo com seus amigos em suas redes sociais e de continuar acompanhando meus conteúdos diários aqui e também em meu canal no YouTube.