Sua empresa realiza a governança de dados?

Sua empresa realiza a governança de dados?

Os dados são uma parte muito importante de uma empresa, neles estão armazenados documentos e informações referentes a todos os setores, o que inclui: vendas, estoque, clientes, funcionários, etc. Por isso é necessário investir na implementação da governança de dados, para que eles sejam mantidos em segurança e possam ser consultados sempre que for necessário.
 

O Que é Governança de Dados?

 
A governança de dados é um conceito que engloba a gestão de dados de uma organização, incluindo a forma como eles serão usados, disponibilizados, compartilhados entre os colaboradores e mantidos de forma segura. Esse controle é importante para qualquer empresa que trabalhe com esse tipo de informação, então podemos considerar que seja necessário para a maioria, já que a tecnologia está presente em praticamente tudo.
 
Trata-se de um processo para garantir que os dados atendam aos padrões e regras que um negócio precisa, uma vez que eles estão inseridos em um sistema. A governança de dados permite que as empresas exerçam o controle sobre a gestão de ativos de dados. Ela abrange as pessoas, os processos e a tecnologia que é necessária para garantir que os dados estejam sempre aptos para a sua finalidade.
 
Esse controle é importante para diferentes tipos de organizações, especialmente aquelas que trabalham em conformidade regulatória, como empresas de finanças e seguros. Para alcançar a conformidade, elas são obrigadas a ter processos de gerenciamento de dados formais, a fim de manter uma gestão de dados eficaz ao longo de seu ciclo de vida.
 
Basicamente, a governança de dados se refere aos seguintes pontos:
 
1-  A criação de regras para a forma que os dados serão adquiridos, mantidos e usados pelos membros da organização.
 
2-  Aspectos relacionados à segurança e a forma como os dados serão acessados, para que apenas os colaboradores que precisam acessá-los tenham permissão para isso e no tempo necessário.
 
3-  Definição de formas para controlar a qualidade dos dados registrados, para que não faltem detalhes importantes.
 
4-  Criação da estrutura de dados seguindo todas as questões regulatórias envolvidas.
 

A Implementação de uma Estratégia de Governança de Dados

 
É importante considerar as pessoas, processos e tecnologias de forma abrangente para que a implementação da governança de dados seja verdadeiramente eficaz. Entenda o papel de cada um:
 
Pessoas: O primeiro passo na implementação de um programa de governança de dados é construir uma equipe e definir quem será responsável pelos dados ativos. Essa pessoa deverá se atentar para a qualidade dos dados e prestar apoio para as atividades relacionadas a eles dentro da empresa. Quando se fala em governança de dados, muitos acreditam que seja algo estritamente ligado à área de TI. Porém, vale dizer que ela deve estar alinhada às outras áreas do negócio, para assegurar que as partes interessadas possam acessar facilmente as informações que precisam para tomar decisões importantes.
 
Processos: Em seguida, devem ser desenvolvidos os processos de dados. Isso inclui definições de como os dados serão armazenados, acessados e protegidos. O monitoramento e controle também devem ser colocados em prática, especialmente por motivos de conformidade em setores altamente regulamentados. Concentrar os seus processos de governança de dados nas necessidades do negócio é muito importante, e os processos devem refletir isso.
 
Tecnologia: A governança de dados não pode ser concluída apenas utilizando a tecnologia, mas as organizações devem aproveitar as soluções que irão ajudar na implementação dela. Exemplos disso incluem softwares que ajudarão a impor as regras do negócio, monitoramento, relatórios e outras soluções para manter a qualidade dos dados.
 
Estrategicamente, um programa de governança de dados pode moldar a filosofia da empresa em relação à aquisição, gerenciamento e arquivamento de dados. É uma mudança cultural que exige que a área de TI e os outros setores da organização se juntem para definir as regras que irão gerenciar os dados em todos os aplicativos e softwares que ela utiliza.
 

Exemplo Sobre a Importância da Governança de Dados

 
Uma empresa que trabalha com vendas possui um amplo banco de dados com informações referentes aos seus clientes, como endereço, telefone, e-mail, produtos que costumam comprar, etc. Todos esses dados são extremamente valiosos para que a gestão tome decisões relacionadas à novas estratégias de vendas, marketing, etc.
 
Agora, imagine se acontecem falhas ao registrar essas informações e grande parte dos cadastros esteja incompleta. O planejamento que seria realizado para a tomada de decisões baseado nesses dados estaria todo comprometido. Por isso, não basta investir apenas em um sistema de registro de dados e é necessário considerar, também, as soluções voltadas para a governança dos mesmos. Quando os dados de uma organização são registrados e gerenciados de forma eficaz, eles se tornam uma vantagem competitiva bastante valiosa e uma ferramenta importante de gestão.
 
Na sua empresa já existe uma preocupação como a forma com que os dados são gerenciados? O que acha que pode ser feito para que as informações contidas neles possam ser aproveitadas com maior eficácia? Deixe sua opinião nos comentários abaixo!