Conheça os perigos da Sonegação Fiscal

Conheça os perigos da Sonegação Fiscal

Uma empresa possui muitos deveres além de seus direitos e, não os cumprir, pode acarretar sérios problemas a serem resolvidos somente com a ajuda de um advogado. Mas você, empreendedor, sabe exatamente tudo que a sua organização precisa apresentar aos órgãos governamentais ou trabalhistas?

O que é sonegação fiscal?

 
Toda empresa deve prestar contas aos governos (municipal, estadual, federal) de seu país mostrando quais os valores referentes a investimentos, receitas e lucros dentro do seu sistema fiscal. Isso cria um cálculo específico propondo o pagamento de alguns impostos que dão os direitos que a empresa precisa para sobreviver legalmente. Cumprindo suas obrigações tributárias, a organização segue as suas atividades normalmente, por isso é importante que você empreendedor esteja atento e evite problemas de ordem fiscal.

O ato de sonegar impostos acontece quando uma empresa omite ou mente os valores arrecadados no seu ano a fim de pagar menos impostos. Por exemplo, se a sua organização faturou R$10.000 e o tributo a ser pago para o governo for 10%, deve-se separar R$1000 de impostos. Porém, quando o valor declarado não é o correto, o imposto sobre este valor acaba não sendo arrecadação da forma correta.

Essa omissão é muito perigosa, pois a não prestação de contas pode acarretar sansões ao seu negócio ou mesmo a você e, nos casos mais extremos, até mesmo levar à cadeia.

Qual é o preço pago pela empresa que sonega?

 
Um valor bastante alto! Para quem se enganou na hora de fazer as contas e que for diretamente comunicar a Receita Federal do erro, sofre uma multa de 20% sobre o valor sonegado. Porém, quem praticar o crime conscientemente, deve pagar uma multa de 75% da quantia não declarada, isso sem falar dos juros moratórios e processos jurídicos.

Além disso, a Receita Federal utiliza um sistema cruzado de informações em que tem acesso a todas as atividades reais da empresa, contas que foram pagas, valores recebidos, gastos com funcionários, negócios executados. Então, isso faz com que a probabilidade do crime cometido ser descoberto seja bastante grande.

Trate Assuntos Fiscais com Profissionalismo

 
Funcionários que lidam diretamente com o faturamento e áreas fiscais da sua empresa precisam ser extremamente competentes, honestos e leais, pois um erro de cálculo pode colocar seu negócio em apuros. Portanto, é de extrema importância escolher bem sua equipe contábil e confiar em quem trabalha para você.

Ser correto é o melhor caminho

 
Muita gente acredita que já paga muitos tributos ao governo e, por isso, acaba sonegando diversos impostos. Isso acaba aumentando o número de empresas que sonegam e que também entram para a lista negativa da receita.

Para quem vive no Brasil, essas são as regras a serem cumpridas e se não forem seguidas à risca acarretam em várias penalidades. Disso não há muito como fugir já que se precisa desse tipo de fiscalização para evitar abusos e evasão de valores.

Mas o mais importante é ser correto com os seus funcionários e trabalhadores, com políticas transparentes de gastos da organização, de confiança com quem lida com o dinheiro da empresa. Isso dá exemplos positivos de como se portar dentro do mercado e mostra à sociedade o compromisso de sua empresa em fazer a coisa certa, independente da forma como país trata os empreendedores.

Para os colaboradores saber que seus superiores estão fazendo a sua parte também é muito importante, afinal, bons exemplos são essenciais. Ter um líder que não segue as regras acaba totalmente com sua credibilidade e mina a admiração de sua equipe por ele, sem falar que isso cria um clima organizacional nada saudável e um ambiente também favorável à corrupção.

Sonegar impostos é crime. Logo, não cumprir os deveres da empresa compromete completamente os direitos da mesma na hora de vender, criar uma marca e de fazer a diferença na vida do consumidor e de se tornar uma referência para seus clientes e para o mercado.