Descubra as diferenças entre empresas de sucesso e de outras que fracassaram

Descubra as diferenças entre empresas de sucesso e de outras que fracassaram

Não é apenas o cenário econômico do país e a falta de incentivo por parte do governo que podem influenciar no desempenho de um negócio. Existem algumas características que separam as empresas de sucesso daquelas que fracassaram ou que estão estagnadas. No artigo de hoje irei mostrar as principais diferenças entre as organizações de sucesso daquelas que não conseguem chegar no mesmo lugar.
 

O Que Separa as Empresas de Sucesso das Outras?

 
Apenas no mês de janeiro de 2017, quase 200 mil empresas foram criadas no Brasil. Esse número seria maravilhoso se as estatísticas não nos dissessem que apenas uma pequena parcela costuma sobreviver ao primeiro ano. Se você não quer que o seu negócio faça parte desta estatística, saiba quais são os exemplos que deve seguir e aqueles que deve evitar.
 

O Perfil do Empreendedor

 
A primeira diferença entre as empresas que faliram e aquelas que alcançaram o sucesso está no perfil do dono. Para empreender é fundamental ser e agir como um empreendedor, com persistência, comprometimento, preparação para correr riscos calculados, liderança, entre outros atributos. Algumas pessoas nascem com essas características, enquanto outras adquirem com o passar do tempo.
 
Quando o dono não tem perfil empreendedor dificilmente o negócio irá sair do lugar. É importante ter paixão e trabalhar para a empresa crescer e não apenas funcionar. Empreender é desafiador e deve ser feito por aqueles que realmente estão dispostos a fazer as coisas acontecerem.
 

O Planejamento ou a Ausência Dele

 
Abrir e administrar um negócio requer a análise de riscos e planejamento para que as decisões sejam tomadas com eficácia. Começar uma empresa sem se planejar, estudar o mercado, traçar metas e definir estratégias é como dar um tiro no escuro e o resultado você deve imaginar qual seja.
 
Um negócio que começa sem o menor planejamento, seja financeiro ou de ações, não é sustentável. É impossível mantê-lo por muito tempo utilizando seus recursos sem o menor controle. É indispensável ter um plano que funcione como um guia para o empreendedor. Ao contrário do que muitos acreditam, isso não engessa a empresa, pois todo plano pode ser alterado, mas ajuda a mantê-la no caminho certo.
 

A Qualidade da Gestão Empresarial

 
Por gestão empresarial me refiro a gestão financeira, de pessoas, marketing e tudo o que envolve o funcionamento do negócio. Para alcançar o sucesso, ter uma gestão forte é imprescindível, pois ela é a responsável por manter todas as “peças” em funcionamento. O dono da empresa deve ser o maestro da orquestra, aquele que faz com que todos toquem no ritmo certo.
 
Sem uma boa administração, dificilmente o negócio irá sair do lugar e conseguir se manter a longo prazo, pois a equipe não irá trabalhar bem, as finanças ficarão sem controle e não haverá o mínimo de organização. Por isso, a qualidade da gestão empresarial é um dos principais pontos que diferencia as empresas de sucesso daquelas que fracassaram.
 

A Relação Com Mudanças

 
O mercado está em constante mudança e só alcança o sucesso quem consegue se adaptar. Por mais que seja necessário ter um planejamento antes de abrir um negócio, é fundamental estar pronto para alterar os pontos que forem necessários para se encaixar e conquistar o seu espaço. Não ter medo de mudanças é uma das características que os empreendedores devem ter, pois assim não hesitarão em se reinventar sempre que for necessário.
 
As pessoas que têm medo de mudar acabam se prendendo a formatos que se tornam obsoletos com o tempo. Hoje em dia não dá para manter uma empresa funcionando da mesma forma por muito tempo, pois quem não busca a evolução contínua perde o seu espaço para a concorrência.
 

A Forma Como Veem o Sucesso

 
Em um ambiente com clima amistoso, em que todos desejam o sucesso uns dos outros, o trabalho flui de forma muito mais produtiva. Isso vale tanto para colegas de uma mesma equipe quanto em relação à forma como o empresário vê os seus colaboradores. Aqueles que desejam enriquecer sozinhos sem oferecer nenhum benefício para quem faz as coisas acontecerem dentro da empresa estão perdendo cada vez mais espaço no mundo dos negócios.
 
Atualmente, as organizações que valorizam seus funcionários e veem o sucesso como algo coletivo têm chegado muito mais longe. Isso inclui o oferecimento de salários justos, benefícios, programas de capacitação e tudo o que for necessário para reter os bons profissionais. As empresas que não mudaram o seu pensamento em relação ao capital humano acabam perdendo talentos para quem os valoriza verdadeiramente.
 

O Ambiente de Trabalho

 
Aqueles ambientes sisudos, em que os funcionários mal podem olhar para o lado e tremem com a chegada do patrão, ficaram para trás. As empresas modernas e de sucesso mantêm um local de trabalho agradável, em que todos podem se manifestar e, muitas vezes, podem até tomar algumas decisões.
 
Profissionais felizes são muito mais produtivos do que aqueles que trabalham com medo de errar e serem punidos. Por esse motivo, as organizações que oferecem um ambiente amigável e informal têm muito mais chances de alcançar o sucesso do que aquelas que preferem manter o padrão tradicional.
 
Sua empresa tem mais características de sucesso ou fracasso? O que acha que pode fazer para melhorar os pontos fracos? Compartilhe sua opinião comigo nos comentários!