Processos de negócios empresariais

Processos de negócios empresariais

Conhecer os diferentes tipos de processo de negócio é essencial para gestores de empresas de todos os tamanhos, pois é esse conceito que permitirá nortear as suas ações para um resultado mais produtivo. A definição geral nos diz que processo consiste num conjunto de ações que são realizadas em sequência, para se atingir um determinado objetivo. No que diz respeito ao “de negócio”, temos três grupos principais: primários, de suporte e gerenciais.
 

Os Três Grupos de Processo de Negócio

 
Para fazer um correto gerenciamento de processos, é necessário conhecer as diferenças que existem entre os três grupos principais. Essa divisão foi extraída do Guia de Corpo Comum de Conhecimentos Sobre BPM (Business Process Management ou Gerenciamento de Processos de Negócio), que é o mais utilizado em todo o mundo pelos empresários.
 

Processos primários – Processos finalísticos

 
A principal característica dos processos que se enquadram nessa categoria, é o contato direto com o cliente. Ressalto, ainda, que esses processos se mostram definitivos para atuação da companhia no mercado. Para que fique mais claro, posso exemplificar como processo de negócio primário a venda de produtos ou serviços da mesma forma que o atendimento pós-venda.
 
O ponto chave desse grupo de processos é que, durante a sua realização, os clientes podem ser cativados ou desenvolver restrição devido à qualidade percebida. Para qualquer organização, é de grande importância estabelecer e manter uma boa relação com os clientes, afinal se eles não comprarem a companhia poderá fechar.
 

Processos de suporte – Agregando valor aos processos primários

 
A função específica dos processos desse grupo é atrelar mais valor aos produtos ou serviços da organização, porém, por meio de procedimentos internos que não são vistos pelos clientes, mas que fazem a diferença. Um setor de recursos humanos que contribui para que os colaboradores exerçam as suas atividades profissionais com mais dedicação aumenta o valor final atribuído aos produtos, que se tornam mais interessantes e criativos.
 
Outro recurso interno que é efetivo nessa construção de maior valor agregado é o de Tecnologia da Informação, que permite otimizar o trabalho repetitivo, novamente proporcionando melhorias para os funcionários e para os procedimentos de fabrico. Embora os clientes não vejam ou saibam a respeito desses processos, têm acesso aos benefícios que eles propiciam na aquisição dos produtos ou serviços.
 

Processos gerenciais – Responsáveis pela gestão do negócio

 
Os três principais processos de negócios funcionam como uma pirâmide, em que os processos gerenciais funcionam como a base que oferece sustentação para que os outros dois anteriores possam ser realizados efetivamente. Como a nomenclatura sugere, nesse grupo estão os processos que permitem gerenciar os procedimentos essenciais para que a organização se mantenha em atividade.
 
Assim como os processos de suporte, os gerenciais não são percebidos diretamente pelos clientes, mas, sem eles, o produto não teria tanto valor agregado. O principal exemplo dessa categoria é a gestão da própria empresa. A administração da companhia é um processo imprescindível para a mesma e que torna possível a sua presença no mercado.
 

Aplicando o Conceito de Processos de Negócios à Sua Empresa

 
Agora que você já tem uma boa ideia a respeito dos diferentes tipos de processos de negócios, vou te apresentar algumas dicas para a aplicação desse conceito na prática na sua empresa.
 

Cada empresa é um ambiente diferente

 
Embora a conceituação de categorias de processo de negócio que apresentei acima seja considerada por boa parte dos teóricos da administração, é essencial esclarecer que cada companhia pode ter a sua própria interpretação a respeito deles.
 
Essa ressalva é importante porque cada ambiente empresarial é diferente, tanto por suas características inerentes como pelo perfil da organização. Estabeleça de forma clara quais são os fatores essenciais para a atribuição de valor dos seus produtos e serviços pelos seus clientes.
 

Crie um diagrama de gerenciamento de processos

 
Defina quais são os processos primários, de suporte e gerenciais da sua empresa e, em seguida, crie um diagrama de processos específico para ela. Nesse diagrama, procure criar uma ordem crescente dos processos, de maneira que fique claro quais são relevantes para o bom desempenho dos seguintes.
 
Você pode desenhar três círculos, um dentro do outro, escrevendo dentro de cada um os processos que pertencem às categorias, sendo que os primários devem estar no centro e os gerenciais na parte mais externa.
 

Faça o acompanhamento da efetividade dos diferentes grupos de processos

 
Após o estabelecimento de quais processos correspondem a cada categoria, desenvolva um método que permita fazer o acompanhamento de todas as etapas, de maneira que se tenha uma ideia precisa do que está funcionando e do que precisa ser melhorado. Um recurso que contribui para esse controle ser mais eficiente é a criação de planilhas em que sejam determinados diferentes status para cada fase.
 
Gostou do artigo sobre processos de negócios? Então compartilhe com os seus amigos!