Qual o papel de um firewall?

Qual o papel de um firewall?

O avanço da tecnologia trouxe incontáveis benefícios ao dia a dia nas empresas. Entre eles, posso citar as melhorias implementadas nos processos de comunicação, já que hoje, é possível informar e entrar em contato com colaboradores, clientes e fornecedores, por exemplo, a qualquer momento, aonde quer que eles estejam. Além disso, existe também a possibilidade de fazer negócios com outras organizações, localizadas em diversas partes do mundo, sem a necessidade de viajar para isso.
 
Outra grande vantagem que a tecnologia oferece, é a possibilidade de trocar e armazenar dados em formato online, ou seja, tudo fica salvo no servidor da empresa ou na internet, para que assim, somente pessoas autorizadas tenham acesso a estas informações.
 
Entretanto, mesmo com tantos benefícios e vantagens, existem pessoas mal intencionadas, que se aproveitam da vulnerabilidade da tecnologia, para acessar e obter informações sigilosas das empresas. Para evitar que isso aconteça, você pode utilizar um servidor firewall, que serve, basicamente, para manter os dados mais importantes, relacionados aos seus negócios, altamente protegidos.
 
Acompanhe-me nesta leitura e confira, porque você pode e deve se beneficiar deste artifício, para manter a sua organização protegida.
 

O que é firewall?

 
Para você que ainda não sabe o que é firewall ou ainda não o utiliza em sua empresa, trata-se de um sistema de segurança, que é inserido em sua rede, para evitar que hackers ou usuários indesejados, tenham acesso à informações e dados contidos em seu servidor interno.
 
A necessidade de utilização desta proteção se dá, devido ao fato de haver uma grande quantidade de tráfego de dados, que acontece diariamente nas empresas, tanto pela internet, quanto pela nuvem. Isso faz com que as informações sigilosas das organizações fiquem vulneráveis à ataques de hackers.
 
Neste sentido, a principal função de um sistema de firewall, é criar uma barreira, que bloqueia o acesso a dados confidenciais, e permite que estes sejam liberados apenas para usuários bem-vindos. Assim, ele faz uma espécie de intermédio, analisando todas as entradas e saídas na rede, de forma isolada, e impedindo que aqueles que não estão em seus critérios de segurança, tenham acessos às informações.
 

Os tipos de firewalls que você pode utilizar

 
Geralmente, sistemas operacionais como Windows e Linux já disponibilizam a seus usuários um sistema de firewall. Porém, como estou falando de dados altamente sigilosos de sua empresa, acredito que valha a pena investir em algo um pouco mais robusto, pois assim você não corre o risco de sofrer um ataque indesejado no futuro.
 
Assim, conhecer os tipos de firewalls existentes, pode ajudá-lo a decidir qual o melhor para se manter protegido. Confira:
 

Firewall em software

 
Esta proteção funciona de forma personalizada, ou seja, seus colaboradores da área de Tecnologia da Informação (TI), podem instalar em cada máquina de sua empresa, softwares próprios para proteger, de acordo com o acesso de cada um dos usuários de sua organização.
 

Firewall em hardware

 
Já a proteção por hardware, funciona por meio da instalação realizada diretamente nos roteadores utilizados pelos usuários da empresa. Assim, todos computadores que estiverem conectados à sua rede, estarão bem protegidos contra possíveis ataques.
 
Recomenda-se, neste sentido, verificar se os seus roteadores já estão com a função. Caso não estejam, invista na compra de novos, que já vêm com o firewalls instalados.
 

Firewall em softwares e hardwares

 
Outra recomendação importante é verificar a possibilidade fazer uma combinação de firewall em software e hardware, pois assim, a probabilidade de seus dados serem acessados por usuários indesejados, diminui consideravelmente.
 

Importante saber!

 
Como eu disse, são inúmeros os benefícios que você pode ter utilizando este tipo de proteção. Entretanto, é importante saber o que o um firewall faz por você e pela sua empresa, e o que ele não faz. Veja:
 
1. Protege as máquinas de sua empresa contra possíveis invasões;
 
2. Impede que dados e informações que não são seguras, entrem em seu sistema e nas máquinas de sua organização;
 
3. Impede que as máquinas enviem informações e dados internos, à usuários externos, caso estes não estejam especificados nas configurações do firewall;
 
4. O firewall não protege a rede de sua empresa, contra programas que são baixados por seus colaboradores ou demais usuários;
 
5. Ele não impede os famosos spans sejam baixados via e-mail;
 
6. Por fim, o firewall não evita que os usuários do sistema crie algumas exceções, para colocar o seu servidor em risco.
 
Seja um firewall pago ou um firewall gratuito, é de extrema importância que você pense na possibilidade de instalar um em sua rede. Dessa forma, você mantém os seus dados e informações de sua empresa seguros, e não precisa ficar o tempo todo se preocupando com invasões ou ataques de usuários maliciosos. Lembre-se, que os hackers não descansam e estão a todo momento procurando tirar vantagens dos mais diversos tipos de organizações, sejam elas pequenas, médias ou grandes.
 
O que você achou destas dicas? Você já utiliza um sistema de segurança firewall em sua empresa? Compartilhe comigo suas experiências nos comentários e continue acompanhando minhas sacadas, por aqui, em meu canal no Youtube e em minhas redes sociais.