Quais os custos invisíveis de uma empresa?

Quais os custos invisíveis de uma empresa?

A gestão de custos eficiente é aquela que considera a relação completa de custos, inclusive os invisíveis. Nem sempre as organizações têm pleno conhecimento de tudo o que entra na lista de seus custos e acabam perdendo oportunidades de aumentar a sua receita. Alguns custos podem ficar camuflados durante o dia a dia da companhia, mas têm grande impacto no fechamento do balanço de final de ano.
 

Gestão de Custos: Análise Completa das Finanças

 
Para conseguir desenvolver um bom planejamento considerando redução de custos, eficiência e saúde financeira é essencial que se tenha uma visão global da empresa. Os chamados custos invisíveis representam um grande risco para qualquer organização, independente do seu tamanho, pelo fato de não serem facilmente detectados. Pode ser enquadrado nessa categoria toda a lucratividade que a empresa perde, assim como o que é gasto sem que haja controle.
 
Muitos custos passam despercebidos do setor de finanças da companhia e, no final de cada mês, geram um impacto significativo no fechamento das contas. Se você está pensando que é complicado detectar custos que não são visíveis, saiba que eles estão presentes, basicamente, em cinco categorias que são: estrutura da empresa, recursos humanos, tecnologia, tarefas desempenhadas pelos colaboradores e ambientes organizacionais.
 

O Perigo dos Custos Invisíveis

 
Para que fique mais claro porque é importante ter uma atenção especial em relação aos custos invisíveis, vou falar a respeito dos perigos que eles representam para a saúde financeira da organização. O principal fator a ser considerado é o fato de que, para muitos gestores, esses custos não representam problemas reais, porque parece que no momento em que são gerados não fazem a empresa desembolsar nenhum centavo.
 
Contudo, por menos significativo que o fator gerador de custo invisível pareça, é fundamental deixar claro que a conta um dia chegará. Pode ser através de um gasto inesperado no futuro, um cliente perdido ou uma oportunidade que não voltará a bater na porta. Não se passa impune por um custo que poderia ter sido evitado com um trabalho focado em planejamento e eficácia.
 
Além da questão financeira, o gestor deve ter em mente que a imagem da organização pode sair arranhada de um episódio em que foi gerado um custo desnecessário devido à falta de comprometimento com as tarefas. Por fim, um dos grandes riscos que essa invisibilidade traz para o negócio é a incapacidade do setor financeiro de desenvolver um plano eficiente de redução de custos.
 

Exemplos de Custos Invisíveis Que Fazem Parte do Dia a Dia de Empresas

 
Listei alguns dos principais exemplos de custos invisíveis presentes em empresas de diferentes setores e tamanhos, assim como dicas para promover a redução de custos a partir do seu corte.
 

Estrutura da Empresa

 
Áreas físicas subaproveitadas
 
Qualquer espaço físico da empresa com potencial produtivo que não é utilizado de forma adequada, se torna uma área onerosa a longo prazo. É interessante que sejam feitas avaliações constantes do espaço físico, buscando formas mais inteligentes de distribuir os setores, bem como aproveitar os recursos, como energia elétrica, por exemplo.
 

Recursos Humanos

 
Processo de recrutamento falho
 
A realização de processos seletivos gera custos para a companhia e, quando não há a observação de perfis assertivos para as funções em aberto, se cria a necessidade de realizar novos processos indefinidamente ou conviver com funcionários inadequados. A empresa deve realizar investimento de tempo e dinheiro para a definição de perfis que comporão os seus quadros.
 
Falta de atenção a comportamentos inadequados
 
O setor de recursos humanos de uma empresa tem como função fazer a gestão dos colaboradores, contudo, quando esse trabalho não é feito com pulso, pode desencadear funcionários sem vontade de realizar as suas atividades e pessoas que desagregam à harmonia do ambiente.
 

Tecnologia

 
Falta de organização de arquivos
 
Não adianta de nada para uma empresa ter um amplo banco de dados se ele não estiver devidamente organizado. O estabelecimento de um padrão de arquivamento de documentos importantes, bem como uma estrutura de pastas pode resolver esse custo invisível.
 
Falta de manutenção dos equipamentos
 
Para que o investimento em equipamentos não se perca e não surjam novos gastos, é fundamental manter uma rotina de manutenção dos mesmos. Ter um setor de Tecnologia da Informação composto por funcionários competentes é um diferencial para fugir dos custos invisíveis.
 

Tarefas Desempenhadas Pelos Colaboradores

 
Reuniões longas e desnecessárias
 
O tempo é o principal recurso que uma empresa possui, por isso gastá-lo em reuniões que são ineficientes e longas representa desperdiçar dinheiro. A organização pode resolver essa questão a partir do estabelecimento de uma política definida a respeito das reuniões com o estabelecimento de tempo máximo de duração e com o uso de meios de comunicação como intranet e e-mail.
 
Procrastinação
 
Uma das palavras que mais representa prejuízo na rotina de uma empresa, os colaboradores devem ser incentivados a realizar as suas tarefas com o máximo de assertividade e rapidez. Uma das formas de combater a “enrolação” no trabalho é reconhecer bons desempenhos.
 

Ambientes Organizacionais

 
Conflitos internos
 
A convivência entre pessoas quase sempre gera algum tipo de conflito, no entanto, a companhia não pode deixar que isso afete o seu ambiente organizacional. As pessoas não têm o mesmo empenho e dedicação para desempenhar as suas funções quando se sentem mal no local de trabalho. Ao menor sinal de conflito é importante buscar uma solução por meio do diálogo.
 
Você conhecia esse conceito de gestão de custos? Quero saber sua opinião, deixe um comentário!