Veja dicas de como abordar seu cliente sem prejudicar suas vendas

Veja dicas de como abordar seu cliente sem prejudicar suas vendas

Muitas empresas perdem vendas praticamente feitas por não saber como abordar um cliente da maneira mais assertiva. Conhecer as técnicas que possibilitam impactar o lado racional e o emocional do público-alvo é a chave para o sucesso do crescimento da sua companhia. Adotar uma estratégia focada em não prejudicar a conclusão das vendas é o que contribuirá para ter vendedores mais preparados para driblar as dificuldades.

Dicas de Como Abordar um Cliente – Conheça as Formas de Não Prejudicar Suas Vendas

A seguir listei dicas de como abordar os clientes da sua empresa para aumentar a taxa de conversão impactando positivamente nas receitas futuras. Ressalto ainda que embora essas dicas tenham sido desenvolvidas para abordagens em ambientes físicos podem ser facilmente adaptadas para lojas virtuais.

– A heterogeneidade dos clientes

A questão mais relevante quando estamos pensando em abordagem com intuito de vendas é que mesmo que a sua empresa tenha um público-alvo bem definido contará com uma grande variedade de perfis de clientes para atender todos os dias. Lembre-se que pessoas que não compõem necessariamente o escopo de potenciais consumidores podem se tornar indivíduos que fornecerão lucros para a sua companhia demandando atendimento satisfatório. Boa parte dos vendedores não sabe ter uma aproximação maleável para chegar ao emocional dessas pessoas.

– Evitar a sensação de pressão

Qual é a sua reação natural quando entra numa loja e já é abordado por um ou mais vendedores? Certamente é a de ficar mais na defensiva com a boa e velha frase “estou só olhando” para sair dali alguns minutos. Os clientes de maneira geral se sentem pressionados com essa abordagem tão direta quando entram num estabelecimento, as pessoas querem liberdade para poder tomar suas próprias decisões.

– Preparação do ambiente

O ambiente da loja, seja ela física ou virtual, precisa ser acolhedor e oferecer ao visitante a possibilidade de olhar em todo o entorno encontrando boas opções de itens para comprar. Muitas pessoas acabam levando mais de um item quando têm a chance de visualizar com calma o que está a disposição.

Para isso, recomendo que haja preocupação de posicionar os produtos de maneira fácil de visualizá-los bem como com as informações pertinentes a mostra como preço e condições de pagamentos. No ambiente virtual essa dica consiste em dividir os produtos em menus de categorias e ter um layout bonito e funcional.

– Demonstre otimismo e confiança

O cliente que é recebido por um vendedor sorridente e confiante se sente mais compelido a fechar negócio. Ninguém tem muita vontade de concluir uma compra com alguém que está de mau humor ou que parece não confiar no que está oferecendo. A substituição da frase “Pois, não?” por “Bom dia” e “Posso ajudar?” por “Já conhece nossos produtos?” pode ser bastante eficiente na conversão dos potenciais consumidores.

– Ouvir mais do que escutar

Já disse alguém sábio: “Temos dois ouvidos e apenas uma boca para escutar mais e falar menos”. Essa máxima se aplica perfeitamente a abordagem dos consumidores, pois ao deixar que eles falem sobre porque estão na loja será mais fácil identificar outras necessidades que podem ser atendidas pela sua marca.

Uma dica de ouro para quem nunca sabe quando a outra pessoa vai começar a falar é dar 3 segundos entre uma frase e outra, assim você permite que o outro se manifeste. Pode ser que no final da conversa o indivíduo leve mais itens do que imaginava que necessitava no começo.

– Tenha boa dicção

Alguns vendedores, em especial os de primeira viagem, podem ficar nervosos quando precisam pensar em como abordar um cliente e isso se reflete na sua habilidade de se expressar. Ter um tom de voz adequado e articular com assertividade as palavras pode ser determinante para o fechamento do negócio. Ao entender logo de início o que a sua marca oferece o cliente terá mais facilidade para decidir por comprar ou não.

– Linguagem corporal também conta

Se a linguagem verbal é relevante para o convencimento do cliente saiba que a linguagem corporal também cumpre o seu papel. Evite bocejar ou não olhar nos olhos do cliente, a primeira atitude denota desinteresse enquanto a outra passa a sensação de insegurança. Tocar a outra pessoa sem que haja uma autorização prévia também se configura como uma atitude que pode acabar com a chance de concluir uma venda. Em muitos casos o sorriso é muito mais bem vindo que um aperto de mãos.

– Use as informações a favor das suas vendas

Ter um banco de dados com registro de quem já comprou da sua companhia é interessante para pensar em estratégias de marketing para impactar esses indivíduos. A ideia é fazer com que essas pessoas queiram comprar mais vezes da sua organização, isto é, sejam fidelizados.

Gostou dessas dicas de como abordar um cliente? Compartilhe em suas redes sociais com seus amigos!

 

Copyright: Google – https://www.sabrinanunes.com/

Saiba mais sobre estratégias de vendas para pequenas e médias empresas! Inscreva-se no meu canal. Inscreva-se agora!