Quais os melhores produtos para se vender em tempo de crise?

Quais os melhores produtos para se vender em tempo de crise?

Você tem se perguntado sobre o que vender em tempos de crise para conquistar uma fonte de renda extra ou mesmo para substituir os ganhos do emprego perdido? Saiba que durante períodos de recessão econômica é possível dar origem a negócios vencedores, o grande segredo está em escolher um segmento que seja propício para as vendas num período em que as pessoas tendem a economizar até as últimas moedas.

Confira Dicas de o Que Vender em Tempos de Crise

Para te ajudar na tarefa de montar o seu próprio negócio em momentos de crise listei alguns modelos de empreendimento que podem funcionar mesmo com a redução do poder aquisitivo da população de maneira geral.

– Alimentos práticos

Mesmo quando as pessoas decidem economizar ao máximo não deixam de comprar alimentos. O movimento que se observa nesse mercado é o da substituição das opções de preços mais elevados para alternativas mais em conta. Um dos fatores que tornam a alimentação mais cara ou barata é o consumo no local. Parte da conta do restaurante em que almoçamos ou jantamos diz respeito a estrutura do ambiente.

Dessa maneira, um dos tipos de negócios que mais tem crescido nos últimos tempos é de alimentação prática na forma de marmitas. Até quem trabalha em escritórios acha um cantinho para almoçar precisando apenas comprar a comida pronta. Fique atento a tendência de alimentação saudável em que as marmitas tendem a trazer opções mais ‘fitness’. Para ter um negócio desses o ideal é ter um sistema de entrega eficiente e que não encareça o produto ou então a possibilidade de retirada no local.

– Revenda de produtos de beleza

Para quem pensa que os produtos de beleza constituem um segmento supérfluo devo ressaltar que a sensação de bem-estar com a aparência é uma das necessidades inerentes ao ser humano. Quando a crise chega é natural que as pessoas cortem gastos como idas ao salão de beleza, por exemplo, porém, continuam cuidando da aparência e nesse ponto entra os produtos de beleza comercializados diretamente para o público consumidor.

Vender produtos através de catálogo ou mesmo montar uma pequena loja focada nesse setor é uma maneira de ganhar dinheiro no segmento de beleza mesmo com a crise. Ter em seu portfólio de produtos opções mais em conta é uma maneira de garantir que o seu público se mostre mais interessado. Quem já tem um negócio nesse setor, como um salão de beleza pode até mesmo associar a venda dos produtos com o estabelecimento.

– Serviços de reparos

Um dos motivos que ajudou o país a caminhar para a crise econômica foi o consumismo, bastava que um produto apresentasse um pequeno defeito para ser substituído prontamente. No cenário de recessão esse comportamento já não é mais uma possibilidade de maneira que smartphones, eletrodomésticos e até roupas estão sendo encaminhados para profissionais que realizam reparos e consertos.

Se você tem conhecimento para consertar algum tipo de produto pode e deve começar a vender essa habilidade criando um negócio que possa se tornar lucrativo a médio e longo prazo. Tudo o que você precisa é das ferramentas necessárias, um lugar para realizar os consertos e receber os clientes além da divulgação do seu negócio próprio, com as redes sociais é uma questão de tempo até ter clientes entrando em contato.

– Móveis montáveis

Um dos reflexos da crise é a maneira como as pessoas passam a investir em itens que são mais fáceis de integrar as suas vidas e que têm menor custo. Um dos ramos que vem ganhando força nos últimos tempos é o de móveis montáveis, as pessoas podem montar com facilidade os móveis na sua casa e as peças têm um preço bem mais competitivo.

Se você tem uma loja de móveis ou produtos de casa ou então quer investir nesse segmento deve considerar esses itens como opções para o seu portfólio. Trata-se de um conceito muito forte nos Estados Unidos e que tem tudo para prosperar no Brasil nos próximos anos.

– Assessoria de marketing para pequenas e médias empresas

Se as grandes companhias sofrem com a queda de vendas nos períodos de crise imagine as pequenas e as médias empresas. Nesse contexto se desenvolveu uma abertura de mercado para profissionais de marketing que estejam preparados para atender essas organizações de menor porte. As verbas são consideravelmente menores, mas é possível desenvolver um excelente trabalho e ter uma cartela mais ampla de clientes.

Criar uma página numa rede social e um site em que suas habilidades estejam especificadas, é uma maneira de se apresentar para esse público, contudo, saiba que é bom estar pronto para fazer visitas pessoalmente. Muitas desses empreendimentos são de família de maneira que ainda não estão totalmente inseridos no contexto corporativista.

Gostou de saber mais sobre o que vender em tempos de crise?

Créditos da Imagem: Por Sergey Nivens – ID da foto stock livre de direitos: 533644474