Saiba como calcular a margem líquida de suas vendas

Saiba como calcular a margem líquida de suas vendas

Decidir abrir uma empresa própria é um grande passo e o empreendedor precisa estar apoiado em dados que demonstrem a efetividade da gestão como o cálculo de margem líquida que reflete a saúde financeira do negócio. Ficar atento a esse indicativo permite compreender se existe algum rombo nas finanças assim como se há alguma peça que não se encaixa no contexto geral.

Cálculo da margem líquida: Tudo o que você precisa saber

A seguir vou explicar tudo o que gestores precisam saber para fazer o cálculo da margem líquida com assertividade.

Margem de contribuição: Você precisa saber o que é

Para que haja total compreensão a respeito da margem líquida é importante entender o conceito de margem de contribuição. Vou explicar o que é esse indicativo a partir do seu nome, basicamente a palavra margem refere-se ao fato de que se está considerando a diferença entre o preço de venda e os custos e despesas variáveis necessários para que o produto/serviço seja entregue ao mercado.

Já o termo contribuição diz respeito ao valor que é aplicado para o pagamento das despesas fixas de maneira que ajuda a compor o lucro. Nesse contexto entende-se como custos e despesas variáveis aqueles que variam conforme a produção e/ou venda dos itens. Despesas fixas são aquelas que não apresentam variações pela quantidade produzida, o aluguel do imóvel em que a organização está instalada será o mesmo independente do quanto for produzido.

Fórmula da margem de contribuição

Para chegar ao resultado da margem de contribuição deve ser realizado o seguinte cálculo:

MC = Valor de venda – (custos variáveis + despesas variáveis)

Margem líquida x margem bruta

Para uma gestão financeira correta é fundamental entender qual é a diferença entre margem líquida e margem bruta sem confundir as duas. Recebe o nome de margem bruta o indicativo do retorno obtido com as vendas através da subtração dos custos dos produtos e serviços do valor geral das vendas. Uma margem bruta elevada indica boa lucratividade de vendas, porém, não a da empresa.

Por sua vez a margem líquida permite avaliar o tanto que a companhia está obtendo de lucros para os seus acionistas ou sócios. O valor líquido é aquele que sobra depois que o valor das vendas é obtido e são realizadas todas as retiradas para pagamento de despesas, isto é, o que efetivamente a organização lucrou.

Como é feito o cálculo da margem líquida

Fazer o cálculo da margem líquida é relativamente simples, contudo, é essencial que se trabalhe com dados corretos. O cálculo demanda a divisão do lucro líquido pela receita líquida multiplicado então por 100. Esses dados podem ser obtidos através do DRE (Demonstrativo de Resultados do Exercício) ou então por meio de um sistema de gestão financeira.

O que é lucro líquido?

Simplificando o lucro líquido nada mais é do que o valor que sobra para a organização após ela cumprir todas as suas obrigações inclusive às tributárias (como Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido).

Vou exemplificar da seguinte maneira, uma empresa X faturou no mês R$ 35 mil, desse valor foram usados R$ 10 mil para insumos de matéria-prima, R$ 7 mil com o pagamento dos funcionários, R$ 6 mil com a administração e o pagamento de impostos totalizando R$ 23 mil de maneira que o lucro líquido foi de R$ 12 mil.

O que é receita líquida?

Consiste na receita gerada pelas vendas com a subtração da dedução das mesmas. O lucro da receita deve ser dividido e depois multiplicado por 100. Realizando esse cálculo se obtém o percentual de margem líquida que sobra para a sua companhia. Com os componentes da fórmula podemos realizar o cálculo.

Cálculo da margem líquida

Abaixo apresento a fórmula para chegar a margem líquida:

ML = (Lucro Líquido / Receita Líquida) x 100

Para tornar mais claro vou apresentar um exemplo prático:

Uma companhia tem faturamento de R$ 35 mil por mês e paga desse total R$ 5 mil de impostos tendo então receita líquida de R$ 30 mil (35.000 – 5.000). Colocando esses valores dentro dessa fórmula temos:

ML = 12.000 / 30.000 = 0,4 X 100 = 40% de margem líquida.

Por que é importante calcular a margem líquida?

A relevância deste cálculo está no fato de tornar mais simples o entendimento da lucratividade da companhia, isto é, se o negócio está sendo rentável e quanto está rendendo. Nem sempre isso fica claro no dia a dia de gestão financeira, entender o quanto se está obtendo de lucratividade permite determinar se o negócio está seguindo no caminho certo ou se deve passar por uma mudança estratégica. Alcançar uma boa margem líquida nas vendas é determinante para a manutenção da empresa no mercado.

Gostou de saber mais sobre o cálculo de margem líquida? Então compartilhe em suas redes sociais!

 Copyright:432912607 – https://www.shutterstock.com/pt/g/noridzuanmahfok87