Como Montar um Plano de Negócios?

Muitos empreendedores acreditam que basta ter uma boa ideia e ponto final, não precisam de um plano de negócios, pois seu sucesso já está garantido. Entretanto, na prática não é bem assim, pois é preciso, antes de tudo, estruturar um bom planejamento, avaliar as possibilidades e verificar a real viabilidade de sua proposta de valor.

Um dos primeiros passos para isso é entender a diferença entre modelo de negócio e plano de negócios.

O modelo de negócio descreve a maneira como uma organização cria, entrega e captura valor. Isso pode ser representado através de ferramentas como o Business Model Canvas, uma ferramenta visual que permite aos empreendedores esboçar, desafiar e inventar modelos de negócios. Já o plano de negócios é um documento mais formal que detalha a estratégia da empresa para alcançar objetivos específicos, incluindo projeções financeiras, análise de mercado e planos operacionais.

Dica de vídeo: Pesquise ‘Como Preencher o Business Model Canvas’ no YouTube para uma explicação detalhada sobre como usar essa ferramenta.

Ferramenta recomendada: Business Model Canvas online, que permite criar e colaborar em seu modelo de negócio de forma digital.  O modelo diz respeito à geração e entrega de valor, a como sua empresa irá solucionar uma lacuna específica do mercado e também quanto irá cobrar do consumidor para oferecer seus produtos ou serviços.

O plano de negócios é um documento maior e mais completo

Um plano de negócios típico inclui seções como Resumo Executivo, Descrição da Empresa, Análise de Mercado, Estrutura Organizacional, Linha de Produtos ou Serviços, Estratégias de Marketing e Vendas, e Projeções Financeiras. Cada seção tem seu próprio propósito e é crucial para apresentar uma visão completa e detalhada da sua empresa.

Dica de leitura: O livro ‘O Manual do Plano de Negócios’, de Tim Berry, é uma excelente referência para quem quer aprofundar-se no tema e criar um plano robusto, onde o empreendedor deve reunir todas as informações e indicadores que confirmem a viabilidade de seu empreendimento. Envolve ainda a definição de custos, análises financeiras, investimentos, estratégias de vendas e marketing e também a avaliação do potencial de lucratividade da empresa em longo prazo.

Modelo ou Plano de Negócios – Em Qual Investir?

Quando o assunto é plano de negócios sou categórico em dizer que os modelos mais tradicionais nunca me atraíram muito. Por isso, sempre busquei, para a minha empresa, alternativas mais modernas, ágeis e atualizadas com a realidade e que realmente atendessem às demandas do meu empreendimento.

Neste sentido, o Canvas sempre foi um grande aliado da estruturação da minha organização e, por isso, acredito que ele também pode agregar muito valor ao planejamento do modelo de negócios de sua empresa. Continue lendo, conheça a ferramenta e entenda melhor como utilizá-la.

O Que é o Canvas?

O Business Model Canvas (Quadro de Modelo de Negócios) foi desenvolvido pelo suíço Alex Osterwalder, consultor e especialista em modelagem de negócios. Segundo o autor – “Um Modelo de Negócios descreve a lógica de criação, entrega e captura de valor por parte de uma organização.” Na prática, significa responder a determinadas questões e colocar no papel, ou melhor, num quadro, informações importantes pertinentes ao seu empreendimento.

A intenção de Osterwalder ao desenvolver esta ferramenta de gestão foi ajudar os empreendedores a compreenderem, com mais facilidade, quais são os pontos-chave do seu negócio e oferecer um mecanismo que fosse mais tangível e aplicável. Para isso, o especialista elencou no quadro nove áreas principais, que são: Segmentos de Clientes, Proposição de Valor, Canais, Relacionamento com Clientes, Fontes de Receita, Recursos-chave, Atividades-chave, Parcerias-chave e Estrutura de Custos.

Vamos entender como cada um destes elementos interage com seu negócio e pode impulsionar seu crescimento em todas as áreas. Antes, porém, minha sugestão é que você salve um modelo (igual ao da imagem acima), vá até uma gráfica e peça para fazerem uma impressão no formato A0, que é um tamanho grande. Em seguida, com o auxílio de post-its coloridos, reúna sua equipe e faça seu Canvas em conjunto com o grupo. Será uma rica troca de ideias, conhecimentos e informações.

Conhecendo e Destrinchando os 9 Pontos-Chave do Canvas

Segmento de Clientes 

Diz respeito a qual nicho sua empresa irá atender (crianças, idosos, adolescentes, donos de pets, homens, mulheres). A segmentação vai orientar suas ações e definir seus próximos passos.

Para isso é muito importante responder questões específicas: Quem são os seus clientes? Qual tipo de valor você irá oferecer a eles? Quem é o seu consumidor principal?

Proposta de Valor  

Segundo Osterwalder, a proposta de valor – “É uma visão geral dos produtos e serviços que, juntos, representam valor para um segmento de clientes específico. Descreve a forma como a empresa se diferencia dos seus concorrentes e é a razão pela qual os clientes compram de certa empresa e não de outra.”.

Pensando nisso, é importante definir claramente quem é o seu público para oferecer-lhe a solução certa. Para isso, é essencial ter respostas para certas perguntas, como, por exemplo: Quais são as dificuldades que sua empresa ajudará seu segmento a solucionar? Qual valor esta ação trará a este mercado? Quais dos seus produtos ou serviços irão resolver as lacunas dos clientes?

Canais 

Os canais dizem respeito aos meios pelos quais sua empresa levará seu produto ou serviço até seus consumidores. Isto inclui suas estratégias de marketing e comunicação e também a questão da logística, que se refere à distribuição até os pontos de vendas.

Questões como – Quais canais serão utilizados para atingir seu segmento de consumidores? Quais canais são mais efetivos e quais os menos adequados? Qual tem o melhor custo-benefício? Como estes canais se relacionam? Devem ser respondidas também.

Relacionamento com o Cliente 

Certamente este é um dos principais pontos do seu Canvas, pois o cliente é fundamental ao sucesso de qualquer negócio. Compreender como a sua empresa pretende relacionar-se com seus consumidores e como irá medir seu grau de satisfação; é, portanto, essencial.

Refletindo sobre isso, responda – Como sua empresa pretende se relacionar com seus clientes? Qual o custo deste relacionamento para o seu empreendimento? Como o seu segmento de clientes espera ser tratado? Como seu negócio se relaciona atualmente com seus consumidores?

Recursos-chave 

Consistem nos recursos financeiros, físicos (infraestrutura) e humanos que sua empresa dispõe. Estes recursos-chave ajudam a criar sua proposta de valor e fornecem o suporte que seu negócio precisa para se manter, crescer e prosperar.

Neste contexto, algumas perguntas são: Quais são seus recursos-chave? Como eles atendem sua proposta de valor? Quais são suas fontes de recursos? Seus canais de entrega e relacionamentos?

Atividades-chave 

Compreendem as atividades principais, àquelas consideradas como fundamentais para que sua proposta de valor seja legitimada. Um exemplo é a estratégia de redução de custos por meio da economia de energia.

Questões – Quais são suas atividades-chave? Como elas ajudam sua proposta de valor? Quais são suas fontes de recursos? Seus canais de entrega e relacionamentos?…

Parceiros – chave 

São as suas parcerias de negócios (, investidores, sócios, governo, por exemplo), aqueles que ajudam a viabilizar o negócio.

Para isso, é importante saber – Quem são seus parceiros-chave? Quais recursos-chave eles representam/oferecem? Quais atividades exercem? Quais são seus principais fornecedores?

Fontes de Receita

São os meios pelos quais sua empresa obtém renda, recursos e alimenta o seu caixa.

Para ter estas informações é importante saber: Que valor seu segmento de clientes gasta com sua empresa? Quanto está disposto a pagar? Como faz seus pagamentos? Quais suas preferências na hora de fazer um pagamento (cartão de crédito, crediário, débito em conta)? Em se tratando da receita final, como cada fonte contribuiu?…

Estrutura de Custos 

Esta ação consiste em listar quais são os principais custos do seu negócio e entender os seus impactos na receita final da sua empresa.

Responda então: Quais são as despesas mais importantes? Quais os recursos-chaves e atividades-chaves que demandam maiores investimentos? Como isso impacta na sua lucratividade final?

Vê como o Canvas consegue dar uma visão 360 graus da sua empresa e como o método ajuda mapear todas as áreas e definir um plano de ação? Eu acredito que este é um mecanismo muito efetivo para que você empreendedor consiga visualizar seu negócio como um todo, compreender melhor seus pontos fortes e fracos e traçar estratégias para tornar sua gestão mais efetiva.

Por fim, minha dica é estabelecer um modelo de negócios claro e aliar o Canvas a um bom planejamento financeiro. Outra sugestão é colocar todas estas informações num local visível, onde você sempre esteja revendo este mapeamento. Com certeza, isso ajudará a manter seu foco e a ajustar, mais rapidamente, seus pontos de atenção principais, como também a ter novas ideias para eliminar seus obstáculos, vencer os desafios, aproveitar as oportunidades e projetar seu crescimento. Boa sorte e conte comigo!

Montar um plano de negócios não é apenas uma formalidade, mas uma ferramenta vital para qualquer empreendedor. Ele ajuda a guiar sua visão, alocar recursos e, acima de tudo, atrair investidores e parceiros. Dedique-se a essa tarefa e veja seu negócio prosperar!

Pronto para Levar Seu Plano de Negócios ao Próximo Nível? 

Você já sabe da importância de um plano de negócios bem elaborado. Agora, imagine otimizar esse plano com estratégias comprovadas para acelerar seus resultados. Não perca a oportunidade de participar da nossa imersão exclusiva e transformar a trajetória da sua empresa! 

Clique aqui e garanta sua vaga agora!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros Artigos

Marcus Marques

Empresário e Empreendedor
Marcus Marques é mentor e referência em gestão para pequenas e médias empresas. É sócio diretor do Instituto Brasileiro de Coaching - IBC*, empresa líder de mercado construída junto com seu Pai (José Roberto Marques) que tem mais de 500 colaboradores.Seu conteúdo é recomendado pela Exame.com e foi eleito em 2016 Empreendedor do Ano com o #PJB Prêmio Jovem Brasileiro. Com base em sua formação e experiência prática, criou a metodologia Acelerador Empresarial, onde mais de 1.000 empresas já participaram de seus programasQuer conhecer os resultados e o perfil completo? Veja tudo sobre o Marcus aqui.

CONTATE-ME

TERMOS E CONDIÇÕES | POLÍTICA DE PRIVACIDADE

© 2018 MARCUS MARQUES. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

CNPJ:25.048.157/0001-18 – MARCUS MARQUES INSIGHTS LTDA

AL MARACANA – 1029 CEP: 74.674-150 – QUADRA119 LOTE 21 CASA 02 SALA 01