O que fala a teoria do estado de Flow?

O que fala a teoria do estado de Flow?

Em algum momento, durante suas tarefas diárias, você já se pegou fazendo algo que realmente gosta e se viu completamente absorvido por aquilo, perdendo a noção do tempo, sem se deixar interromper pelas coisas ou pessoas ao seu redor? Se isso já lhe aconteceu, é provável que você já tenha experimentado o Estado de Flow ou Estado de Fluxo, caso prefira utilizar o termo em nosso idioma. E é provável também que você esteja desempenhando atividades, seja em seu trabalho, ou fora dele, que lhe deixam verdadeiramente feliz e realizado enquanto ser humano e profissional.
 
É disso que a Teoria do Flow trata; das coisas que fazem com que nos sintamos mais plenos e motivados intrinsecamente ao longo de nossa vida. Ela foi desenvolvida na década de 70, trazendo novos conceitos, uma forma diferenciada de enxergar o ser humano, seus anseios, sonhos e objetivos, e também de que maneira ele encontra a harmonia entre o corpo e a mente para realizar as atividades que lhe dão mais prazer e satisfação.
 
Vou te explicar um pouco melhor como esta teoria funciona, para que você faça uma análise se é ou não uma pessoa plena e realizada em todos os âmbitos de sua vida.
 

O que é o Estado de Flow?

 
Trata-se de um o conceito, que tem como base a Psicologia Positiva, criado pelo psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi, e que nada mais é do que a perfeita fluidez entre o corpo e a mente de um indivíduo, fazendo com que este se sinta altamente concentrado e motivado ao empregar toda a sua energia em prol de uma atividade que lhe dê prazer e satisfação intensa.
 
Segundo o também psicólogo, Helder Kamei, um dos grandes pesquisadores sobre o assunto em nosso país, o indivíduo que alcança este estado, vive uma “experiência máxima” ou “experiência ótima”, pois está alcançando os mais altos níveis de sua consciência, no sentido de entender o que verdadeiramente alimenta a sua motivação, bem como o que precisa para ser de fato feliz em sua trajetória.
 
Quando fazemos algo que realmente gostamos, é quando geralmente atingimos este estado, saiba que nada e nem ninguém é capaz de nos fazer perder a concentração ou sair do Flow em que nos encontramos. Isso acontece, pois a nossa mente e o nosso corpo estão em perfeito alinhamento e sendo alimentados por aquilo que nos deixa mais próximos da verdadeira felicidade.
 

A importância de fazer o que se gosta

 
Quantas e quantas pessoas que nós conhecemos que vivem em função de algo que não nasceram para desempenhar? Que reclamam o tempo todo de seus empregos, de não ter tempo para se dedicar às atividades que realmente lhes dão prazer, como um exercício físico, viajar ou ler um livro? Que vivem cansadas, pois não querem mais levar a vida dessa forma? Acredito que inúmeras; correto?
 
Esta é uma das principais abordagens da Teoria do Flow. Ela fala da importância de nos dedicarmos a algo que gostamos, mesmo que isso seja uma obrigação, pois, de acordo com este conceito, independentemente do que nos cerca ou do que as pessoas vão falar, por exemplo, nós estamos em um estado de plena satisfação. Isso é essencial para que a nossa existência seja mais leve e para que nos sintamos cada vez mais seguros de que encontramos no caminho certo para a felicidade.
 
Neste sentido, é fundamental que você entenda esta equação: quanto mais você se dedica a algo que gosta, melhor é o seu desempenho nesta atividade e mais feliz você vai se sentir no final das contas. Ou seja, montar uma empresa somente para ganhar dinheiro, trabalhando dia e noite, incansavelmente e sem parar, sem que nada tenha um real sentido para você, só vai lhe desgastar e deixar mais cansado, e não vai lhe permitir aproveitar este dinheiro que está ganhando, já que você vai estar exausto demais para isso.
 
Se preciso for, reflita um pouco mais sobre este assunto e observe, em seu dia a dia, aquilo que lhe faz alcançar o Estado de Fluxo, pois é isso que vai trazer a felicidade que você precisa para se sentir pleno enquanto ser humano e motivado para seu trabalho.
 

Vivendo o “Aqui e Agora”

 
Outra característica da Teoria de Flow é a capacidade de fazer com que uma pessoa viva completamente no presente, sem se deixar levar pelas preocupações do que aconteceu no passado ou pelo o que vai acontecer eu seu futuro. Isso não quer dizer que ambos não sejam importantes na vida de um ser humano, já que as experiências que vivemos são essenciais para nos tornarmos cada vez melhores e aprendermos com o nossos acertos e erros, assim como o nosso futuro nos motiva a estabelecer metas e desafios para alcançarmos nossos sonhos e seguirmos em frente.
 
No entanto, o indivíduo que consegue viver o “aqui e agora”, não se prende às dores e sofrimentos causados pelo o que já passou, e não se sente ansioso por algo que ainda nem vivenciou, pois está ocupado demais vivendo o momento presente, o que está acontecendo agora em sua vida, aproveitando ao máximo todas as experiências da melhor maneira possível. Esta é também a maneira ideal de abandonarmos aquilo que não nos deixa caminhar em direção à nossa felicidade plena.
 
Se você ainda não parou para observar se já atingiu o Estado de Flow, acredito que após a leitura deste artigo, está pronto para identificar em que momento você vive ou já viveu esta experiência, e está pronto também para se dedicar ainda mais a ela, já que agora entende melhor que não é preciso muito para ser feliz.
 
E então, você já alcançou o Flow? Como foi esta experiência para você? Quando isso acontece? Deixe o seu comentário e compartilhe este conteúdo com seus amigos em suas redes sociais!