Até que ponto a rivalidade entre os concorrentes é positiva?

Até que ponto a rivalidade entre os concorrentes é positiva?

A rivalidade entre concorrentes pode ter como lado positivo estimular as empresas a oferecer produtos/serviços com mais qualidade para os seus consumidores. No entanto, em alguns casos essa disputa pelo mercado pode adquirir contornos menos agradáveis para os dois lados. Saber dosar a rivalidade com os concorrentes é fundamental para ter solidez e se manter operando por um longo período.

Rivalidade entre concorrentes: Como manter positiva?

A concorrência é uma das constantes para todos os negócios, independente do tamanho da companhia ela terá concorrentes com quem disputar a preferência do público. Fica a dica de compreender que a concorrência não é composta somente pelas empresas que vendem os mesmos produtos ou serviços que a sua. Podem ser consideradas concorrentes também aquelas que comercializam opções semelhantes ou substitutas.

A seguir vou dar 6 dicas de como manter a rivalidade entre concorrentes dentro de um registro positivo e saudável.

1 – Comparação para melhorar

Sempre que for estabelecer uma comparação entre a sua organização e uma concorrente o faça com o objetivo de melhorar a qualidade dos seus produtos/serviços. A comparação com finalidades mesquinhas tende a não trazer bons resultados para ninguém.

A dica é verificar os pontos semelhantes que existem entre a sua companhia e as concorrentes identificando em que pode se sobressair. Talvez neste momento haja uma equiparação de resultados que pode ser contornada com a adição de diferenciais para ao seu método de trabalho.

2 – Aposte na excelência do seu capital humano

Se não for possível estabelecer diferenciais práticos entre os produtos/serviços da sua companhia e dos concorrentes não se deixe abater. O capital humano de uma empresa é único e ele pode ser o fator que atrairá mais consumidores para a sua marca. O treinamento dos funcionários deve ser focado em atender os consumidores dedicando a eles o máximo de atenção. Os consumidores devem sentir que foram plenamente atendidos, não deixe que fique nem uma ponta de insatisfação.

3 – Não entre em guerras sem sentido

Certamente uma das dicas mais importantes para quem deseja evitar uma concorrência que saia do escopo do que é saudável. Provavelmente você conhece histórias de marcas que trocam indiretas em comerciais ou estabelecimentos que estão sempre tentando provar que tem o menor preço. Esses confrontos além de desgastantes para a imagem da marca podem trazer prejuízos significativos para todos os envolvidos.

Ir baixando o preço dos seus produtos/serviços na tentativa de chamar mais atenção do público consumidor não é a resposta. Quanto mais as empresas se dedicam a guerras comerciais mais desvalorizam aquilo que oferecem. Foque em apresentar para o público porque a sua companhia é a melhor escolha e não em desmerecer os concorrentes.

4 – Invista na fidelização dos seus clientes

A rivalidade com as companhias concorrentes pode se tornar menos pronunciada quando se tem um trabalho de fidelização dos consumidores. Saiba que custa em média 7 vezes menos manter um cliente do que conquistar outro. As estratégias de fidelização incluem atendimento mais eficaz com o uso de uma base de dados de preferências do comprador, concessão de descontos para compras frequentes e eventos exclusivos.

Os consumidores da sua marca devem sentir que são especiais e valorizados de maneira que mesmo que os concorrentes tenham um preço menor não se sintam tentados a mudar de lado. Fazer pesquisas junto ao público-alvo para saber como a sua companhia está sendo vista por eles pode ser estratégico para se posicionar corretamente.

5 – Defina valores para a sua marca

A melhor maneira de preservar a sua empresa de uma rivalidade negativa com as concorrentes é determinar valores bem definidos que guiem a sua atuação no mercado. A partir do momento que o público em geral tiver uma imagem formada da sua marca dificilmente ataques de concorrentes irão ter algum impacto. Uma atuação pautada pela seriedade e foco na qualidade dos produtos/serviços é determinante para qualquer organização se manter a médio e longo prazo no mercado.

6 – Tenha respeito pela concorrência

Estamos num momento em que o público em geral tem valorizado cada vez mais o respeito e dessa maneira é positivo se apresentar como uma empresa que não cria situações deselegantes e desnecessárias com os concorrentes. Respeitar os concorrentes significa olhar para o trabalho deles buscando meios de oferecer algo tão bom ou melhor para satisfazer o seu cliente. Tanto as empresas quanto os consumidores ganham quando existe essa atuação focada no respeito.

A relação da sua empresa com os concorrentes pode ter uma dose de rivalidade, mas não deve ser pautada apenas por ela. Reconhecer os pontos positivos dos concorrentes é o primeiro passo para desenvolver um trabalho melhor e com mais potencial para alcançar o primeiro lugar no mercado. Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais!

Copyright:1178164954 – https://www.shutterstock.com/pt/g/dancer