O que é Storytelling?

O que é Storytelling?

A publicidade e a propaganda têm mudado bastante nos últimos anos, e buscando cada vez mais se reinventar para atingir o público da maneira certa. Pensando dessa forma, muitas coisas mudaram: seja na forma de anunciar a venda de apartamentos ou no modo como se precifica um produto numa loja, hoje as estratégias são diferentes do que era feito há 10 anos. Neste sentido, uma destas novas técnicas para chamar a atenção dos clientes é o storytelling.
 

O que é o storytelling?

 
Traduzindo a expressão em inglês para o nosso idioma, story: quer dizer história e telling: contar. Ou seja, o storytelling é uma forma de contar uma história, seja ela para vender mais, conquistar público, engajá-lo ou até se tornar mais relevante perante os concorrentes.
 
O objetivo de se usar um storytelling é de transformar a maneira como o público vê o seu produto e a empresa. Ao usar uma narrativa que conte uma história que é do interesse dele, automaticamente a sua atenção é captada e, consequentemente, abre-se uma excelente oportunidade seja para mostrar e vender um produto ou apresentar-lhes a marca.
 

Como se constrói um storytelling?

 
Em primeiro lugar, a empresa necessita conhecer seu público final, entender para quem deseja contar sua história. Isso é muito importante, pois influencia diretamente na forma como essa narrativa vai ser construída, com quais recursos, qual o discurso e assim por diante.
 
Depois de entender isso, o segundo passo é definir qual será o foco da história. A empresa quer falar sobre sua origem centenária? Quer conquistar mais clientes jovens? Quer vender um produto novo? O que ela quer que seus consumidores em potencial sintam ao entrar em contato com esse storytelling: emoção, empatia, despertar seu desejo de compra?
 
Agora, é hora de organizar como isso será produzido. A ideia é fazer um vídeo mostrando essa narrativa? Terá um apelo emocional? Será mais engraçado? Vai vender um produto diretamente ou pretende somente chamar para uma causa? Tudo isso deve ser definido junto aos profissionais de produção e comunicação, já que eles saberão como auxiliar o empreendedor no momento de escolher plataforma de divulgação e melhor formato para o propósito escolhido.
 
Um storytelling precisa de certos detalhes, ou seja, de ganchos emocionais e um roteiro com frases de impacto para não ser apenas mais um na multidão. Por isso, um vídeo é a melhor forma de mostrar isso tudo para o consumidor, com mais profundidade e usando de menos tempo. Recursos audiovisuais são ótimos para conseguir transmitir a mensagem proposta, mas também exigem mais tempo e verba para ser realizados.
 

Melhores formas de usar storytelling na sua empresa

 
Lembre-se que assim como qualquer outro tipo de propaganda, o storytelling pode ser usado de diferentes formas e para os mais variados objetivos.
 
Se a sua empresa quer ser reconhecida pela sua identidade, sua forma de ser, o storytelling pode apresentar aspectos históricos, personagens que fizeram parte dessa trajetória. Se seu objetivo é que o seu público conheça um produto novo ou mostrar no que ele é tão diferente dos demais no mercado, a estratégia do storytelling pode ser muito bem utilizada. Aliás, esta ferramenta pode ser usada nos mais diversos contextos para contar diferentes histórias.
 
O mais importante é que exista um roteiro bem construído e que ele narre alguma situação, real ou fictícia. Esse tipo de discurso é que dará o tom exato sobre a campanha criada e ajudará a pessoas a se identificarem com sua marca. Afinal, isso é imprescindível nessa história contada, gerar identificação do cliente com a empresa para que ele venha a conhecê-la melhor depois de ser impactado com essas informações apresentadas de forma diferenciada e impactante.
 

Vantagens de usar storytelling no relacionamento com cliente

 
Assim como todo mundo que acessa a internet recebe informações que não consideram importantes, a propaganda tradicional acaba entrando nesse mesmo ralo de conteúdos ignorados. Mas quando ela é bem construída, não é invasiva, é interessante e te deixa intrigado, então você está fazendo a coisa certa para a sua marca e, com o storytelling fica muito mais fácil de concretizar essa ideia. Veja algumas vantagens da ferramenta:
 
● Cria uma maior identificação entre cliente e marca;
 
● Mostra outro lado da empresa que não é o somente “vender”;
 
● Usa de recursos audiovisuais que causam mais impacto;
 
● Mais fácil de fazer o consumidor lembrar-se da mensagem passada.
 

Storytelling como gerador de leads

 
Quem disse que transformar sua campanha de storytelling num grande gerador de lead não é possível? Muito além de contar uma história que chama a atenção do cliente, é possível construir uma narrativa que tenha um call to action onde a pessoa pode continuar a experienciar a história em outra plataforma ou local, como numa landing page, por exemplo, que em resumo é uma página criada especialmente para aquela campanha.
 
Pense no exemplo a seguir:
 
Uma empresa de pilhas faz um comercial com storytelling onde é mostrado que as luzes colocadas nas bicicletas para dar mais segurança à noite usam as pilhas da marca. Mostra também esses ciclistas usando em diferentes momentos as suas bikes e como a pilha tem energia o bastante para aguentar todas essas aventuras. Então, no fim do storytelling, mostra um personagem convidando os clientes a entrarem no site x para se inscreverem e ter acesso à promoções que irão ser lançadas durante a semana no site da empresa. Isso faz com que os consumidores interessados entrem no site após assistirem o vídeo, façam seu cadastro na página e ainda entrem nesse grupo seleto de quem tem códigos promocionais para os produtos.
 
Viu só? Um storytelling pode resolver mais do que uma proposta se for feito com muita pesquisa, planejamento e ideias criativas e diferentes. Que tal experimentar? Fica a dica!
 
Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!