Palavras em inglês fundamentais no RH

Palavras em inglês fundamentais no RH

Profissionais de Marketing e Tecnologia da Informação (TI) já utilizam palavras em inglês há algum tempo, a novidade é que o setor de Recursos Humanos (RH) também está se tornando cada vez mais bilíngue em seu cotidiano. Muito além do famoso feedback existem outras palavras que são relevantes para ajudar no gerenciamento assertivo do capital humano da organização, quem compreende essas palavras entende como fazer mais com o que possui.

Lista das 10 palavras em inglês fundamentais para entender seu RH

A seguir, listei as palavras em inglês que têm sido mais utilizadas no contexto gerencial do RH e que são essenciais para uma boa condução do capital humano.

1 – Data driven

Os sistemas de dados permitem tomar decisões muito mais assertivas uma vez que fazem análises de risco para cada passo que se pensa em dar. Como o setor de RH armazena e tem acesso a uma ampla gama de dados fica mais simples adotar essa metodologia para considerar mudanças de curso para a sua organização. A tomada de decisão com base em dados é data driven (fica a dica de a pronúncia é com som de ‘i’ e não como ‘ai’).

2 – Fit

Você sabe o que significa ter um fit cultural? Se ainda não, está no artigo certo, pois essa é uma das palavras mais importantes no contexto atual do RH. Basicamente, significa algo como se sentir perfeito para a posição que se está ocupando. Por isso é tão comum ouvir as pessoas dizendo que colaboradores de uma empresa deixaram seu emprego por não terem tido um fit cultural com a organização. Criar essa atmosfera de fit para os recém-chegados permite reduzir os gastos com novas seleções.

3 – Employer Value Proposition (EVP)

Certamente a sua companhia tem uma proposta de valor feita para o potencial cliente, a promessa de entrega de algo, o que o convence a fechar o negócio. Trata-se do mesmo conceito, porém, aplicado ao RH da sua companhia em que aquele que recebe a promessa é ninguém menos do que o funcionário. Estou falando sobre criar uma proposta de valor que incentive o indivíduo a permanecer no quadro de colaboradores da sua organização, pode ser um plano de carreira, por exemplo.

4 – Employer Branding (Marca Empregadora)

Uma combinação entre Marketing e RH em que o objetivo é criar a imagem de uma companhia ideal para se trabalhar, ou seja, um lugar em que os melhores profissionais de cada área irão disputar um espaço. Para que isso seja possível são criadas estratégias de atração e retenção de talentos. O uso do employer branding pode ser uma solução para a alta taxa de turnover (rotatividade) que pode custar significativamente para a companhia.

5 – Employer Experience (Jornada do Colaborador)

Muito se fala sobre a experiência do cliente, em oferecer a ele uma jornada agradável para construir um relacionamento em longo prazo. Essa ideia migrou para o departamento de RH na forma da employer experience que nada mais é do que o acompanhamento da satisfação da experiência do colaborador considerando desde a sua contratação até a sua saída.

6 – Shift

Uma palavra que vem sendo bastante citada em palestras de RH e que tem como significado fazer uma mudança de direção ou de posição. Os gestores de RH devem ficar atentos às necessidades que muitos colaboradores têm de mudar o direcionamento de suas carreiras estabelecendo novas metas.

7 – Clusters (Aglomeração)

Uma palavra bastante utilizada pelo Marketing e pela área de TI e que agora está se popularizando no setor de RH também. Basicamente, se refere a grupos formados por diferentes indivíduos que têm algum papel gerencial dentro do contexto da organização. Podem ser clusters de supervisores, clusters de diretores, clusters de gerentes, entre outros.

8 – Gamification

A linguagem dos jogos pode ser bastante didática de maneira que está sendo cada vez mais utilizada em treinamentos de empresas. O gerente de RH precisa estar atento ao fenômeno de gamificação para utilizar esse mecanismo para a qualificação assertiva dos seus colaboradores. A oferta de prêmios virtuais e a passagem por fases contribuem para uma maior fixação do conhecimento.

9 – PoC (Proof of Concept/Prova de Conceito)

Companhias de todos os portes estão implantando o chamado PoC (Proof of Concept ou Prova de Conceito) que nada mais é do que realizar um teste de modelo que pode ser uma implementação incompleta para chegar aos feedbacks em relação a eficácia do projeto. É uma forma de testar para saber se uma ideia dará ou não certo, pode funcionar em relação às novas políticas de gerenciamento de pessoal.

10 – People Analytics

Mais um conceito que tem como foco o uso de dados para traçar estratégias e tomar decisões com mais chances de acerto. O people analytics permite aprimorar a gestão de pessoal a partir da consideração dos melhores rumos a serem seguidos pela companhia.

Gostou dessas dicas de palavras em inglês que podem te ajudar a entender o RH? Compartilhe em suas redes sociais! 

Copyright:  502885909 – https://www.shutterstock.com/pt/g/ivanko80