Aprenda qual a melhor forma de dar um feedback negativo

Aprenda qual a melhor forma de dar um feedback negativo

Um dos grandes problemas que as empresas enfrentam atualmente é a dificuldade que seus colaboradores possuem no momento de dar um feedback negativo a seus colegas, chefes ou subordinados. Esse quadro no Brasil é um reflexo da nossa cultura que, diferentemente de países como a Alemanha, não aceita bem observações francas e diretas.

Porém é muito importante para o desenvolvimento da empresa no geral e individualmente, que tanto os gestores como também os funcionários saibam lidar com feedbacks negativos de maneira construtiva e de forma natural assim como lidam com os feedbacks positivos. Essa não é uma tarefa fácil, mas há modos de cumpri-la que ajudam a torná-la simples e a transformar essa conversa inicialmente tensa em um bate-papo leve.

Quando recebemos um feedback positivo ficamos alegres com nossos resultados e nos sentimos motivados a continuar na busca de bons desempenhos de maneira construtiva. Esse mesmo engajamento deveria ser despertado ao obtermos retornos negativos, no que diz respeito nosso estímulo de buscar melhorias.

Para que o feedback suscite esse efeito é importante que o discurso seja pensado antecipadamente, para que as palavras sejam usadas da melhor maneira possível. Vejamos algumas variáveis que podem nos ajudar nisso.

O que pode ajudar no momento de dar o feedback negativo?

 

Para aumentar as chances de um feedback ser eficaz, é necessário superar dois motivos que o tornam difícil. Primeiramente é importante esclarecer que a melhoria sugerida se refere a apenas um ponto específico no comportamento do seu colega. E para tornar isso mais fácil, comece dando um parecer geral e positivo dele, salientando os melhores pontos que vê em suas ações. Passada esse início de conversa, passe então para o comportamento que você acha que ele deve mudar. Se seu colega, chefe ou subordinado entender isso, possivelmente a resistência quanto ao feedback será quebrada, entendendo seu ponto mais facilmente.

Após você expor a sua crítica seja o mais específico possível, podendo citar casos parecidos. A crítica deve vir sempre acompanhada de uma sugestão, para que seja mostrado que sua intenção é de ajudar. E o mais importante, vá direto ao ponto para ser mais rápido, já que é desagradável receber feedback negativo.

Desmistificar a visão ruim dos retornos negativos é importante. Tente transformar o feedback negativo em um feedback de melhoria. Claro que, como já foi dito, ninguém se sente a vontade ao ouvir críticas, entretanto, deve-se ter sempre em mente que o feedback negativo serve para um crescimento e não a diminuição.

A partir dos erros é que podemos analisar melhor nossas decisões e repensarmos o que pode ser melhorado, tornando o feedback em algo construtivo como deve ser. Promover a prática de dar e receber feedbacks honestos é uma das melhoras formas de você e seus colaboradores crescerem de uma maneira civilizada, rápida e eficiente.