Comissão de Vendas - Aprenda controlar em sua empresa

Comissão de Vendas - Aprenda controlar em sua empresa

A área comercial é de extrema importância para qualquer tipo de empresa, independentemente do segmento em que atue, e precisa ser conduzida da melhor maneira possível, para que se alcance os resultados esperados por todos. Isso porque, quando falamos em vendas, estamos falando de um dos motores essenciais, que fazem com que a organização continue operando a todo vapor no mercado, uma vez que grande parte de seu lucro vem das transações comerciais que realiza.
 
Diante disso, é fundamental estabelecer mecanismos de motivação dos profissionais que atuam nesta área da empresa, para que esta não só obtenha lucro, mas os mantenha constantemente, e assim, possa continuar oferecendo soluções inovadoras e criativas no mercado. Neste sentido, trabalhar com metas, de forma inspiradora, bem como com a oferta justa de comissão de vendas, trará a você, à sua empresa e também a seus colaboradores, resultados cada vez mais positivos, que vão deixar o nível de satisfação de todos cada vez mais altos.
 
Pensando nisso, decidi compartilhar formas, que você pode utilizar em sua empresa, para realizar o gerenciamento eficiente da comissão de seus vendedores e, com isso, conquistar cada vez mais espaço no mercado em que a sua organização atua. Confira:
 

A importância das vendas

 
Ainda hoje, existem alguns enganos relacionados a vendas, que precisam ser revistos com urgência, principalmente por empresários e empreendedores. Um destes enganos tem a ver com a ideia de que a venda é apenas o processo final, ou seja, a compra que o cliente está fazendo, realizando uma transação financeira com determinada empresa. Entretanto, ela vai além disso, já que, com o passar dos anos, assumiu um papel de fundamental importância dentro dos mais diversos tipos de organizações.
 
Acontece que a venda, a compra que o cliente decide fazer, é a confirmação de que todas as estratégias comerciais e de marketing, por exemplo, que você elabora junto à sua equipe, têm funcionado e gerado resultados frutíferos a todos. O que quero dizer, é que não se trata apenas de lucro, mas de gerar uma boa experiência ao cliente, realizando um bom atendimento, do começo ao fim, para que ele escolha novamente o seu produto ou serviço, diante de um mercado tão competitivo.
 
Assim, a venda não acaba quando o cliente passa o cartão na máquina ou faz o pagamento em dinheiro ao seu vendedor, ela deve continuar, ou seja, deve haver um acompanhamento da experiência que o seu consumidor tem com a compra que fez, para que assim, haja um aprimoramento constante desta jornada de compra como um todo, e, consequentemente, a fidelização deste cliente.
 

Dicas para gerenciar comissão de vendas

 
Achei importante falar sobre a importância das vendas, antes de falar, de fato, do gerenciamento e controle de comissão, para que haja um entendimento das mudanças que ocorreram, ao longo dos anos, neste cenário. Dessa forma, você poderá avaliar melhor em que patamar a sua empresa se encontra, e aplicar as melhorias necessárias para uma possível mudança de postura a partir de agora.
 
Dito isso, vamos ao que realmente interessa:
 

Defina o modelo a ser adotado

 
O primeiro passo para um gerenciamento eficiente, tem a ver com o modelo de comissão sobre vendas a ser adotado pela sua empresa. Isso porque existem diversos métodos, que devem ser implementados de acordo com a realidade de sua organização, tanto interna, quanto externa.
 
O que quero dizer com isso é que é importante analisar de que forma a sua marca é vista no mercado, como tem atuado, qual retorno tem obtido com o negócios que realiza, assim como o relacionamento que tem e deseja desenvolver com os profissionais da área comercial, para que dessa maneira, seja possível estabelecer uma política de remuneração justa, que trará bons resultados a todos.
 

Reconheça o melhor desempenho

 
Muitas empresas costumam determinar uma política de comissionamento que é igual para todos os vendedores, um dos erros mais comuns que vejo nas organizações. O problema disso é que deixa-se de prestigiar e reconhecer aquele representante comercial que realmente têm um bom desempenho, que traz bons resultados de uma forma geral para a empresa, para privilegiar aquele colaborador que se esforça menos para alcançar ou superar as metas.
 
Se na área comercial da sua empresa esta prática é comum, eu sugiro que você repense esta estratégia, pois eu tenho absoluta certeza que ela não tem lhe dado o retorno que você espera. Isso porque, ao deixar de reconhecer, um ou mais, de seus maiores talentos, você acaba os desmotivando, o que vai gerar um impacto negativo em suas vendas, e, consequentemente, no lucro da organização.
 
Por isso, aqui, a minha dica é que você dê uma atenção especial aqueles que alcançam resultados altamente positivos a cada mês, e passe a incentivar ainda mais aqueles que têm um desempenho mediano, pois assim, estes se esforçarão ainda mais para se transformarem em talentos em vendas.
 
Além destas dicas, é fundamental que a sua política de comissionamento leve em consideração o lucro que tem sido obtido com as vendas realizadas pelos colaboradores. Neste sentido, você só deve aumentar a comissão, caso o lucro também tenha aumentado de forma considerável.
 
Com isso, é possível definir valores e porcentagens que sejam consideradas justas para ambas as partes, que não impactem negativamente o lucro da empresa e que, ao mesmo tempo, mantenha os vendedores inspirados e motivados a alcançarem resultados positivos a todos.
 
A sua empresa já possui uma política de comissões? Como funciona? Deixe o seu comentário e lembre-se de continuar acompanhando meus conteúdos em minhas redes sociais, em meu canal no Youtube e aqui, em meu Blog.