Vivo Destino Negócio

Vivo Destino Negócio

“Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve”. A frase é dita pelo Gato de Cheshire, no clássico Alice no País das Maravilhas, do escritor Lewis Carroll. Apesar da origem na literatura fantástica, a sentença faz sentido no mundo dos negócios, e ajuda a explicar por que é importante estabelecer metas.

Definidas junto à equipe de trabalho, elas ajudam a projetar o futuro e definir aquilo que é possível esperar do seu empreendimento. Quem ensina todas as dicas é Marcus Marques, diretor executivo do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC).

Por que Estabelecer Metas é Importante

Se são os sonhos que motivam qualquer pessoa a seguir em frente em busca de uma vida melhor, no plano profissional são as metas que ajudam a gerar engajamento. Mesmo os objetivos pessoais, como crescer na carreira, têm reflexo no coletivo e ajudam a desenvolver a empresa.

Mas vale lembrar, destaca Marques, que o atual universo da gestão de negócios já superou o velho modelo em que o chefe define os objetivos e os colaboradores apenas obedecem. Sem negociação e diálogo, o comprometimento tende a ser menor.

“Quando os próprios empregados contribuem para a definição dos objetivos, eles se sentem responsáveis e tem uma atitude de dono do negócio, gerando muito mais valor para a empresa”, entende o diretor executivo do IBC.

Estabelecer metas com inteligência

O maior problema na hora de estabelecer metas é que as empresas nem sempre sabem exatamente como controlar o processo e garantir eficiência no resultado. Para Marques, o segredo é seguir a técnica SMART, que, como o próprio nome em inglês já sugere, preza pela inteligência nas escolhas:

Specific (específico): na hora de definir os objetivos, pense que eles devem ser detalhados, compreensíveis e adequados com cada cargo para que possam ser cumpridos.

Mensurable (mensurável): parta do princípio que aquilo que não pode ser medido também não é gerenciável. Ou seja, analise se a sua meta pode ser acompanhada em termos de análise de resultados.

Attainable (atingível): toda a empresa quer crescer, mas de nada adianta definir metas que não podem ser cumpridas. Se ela não é alcançável, não gerará entusiamo e comprometimento, e sim o contrário.

Relevant (relevante): por outro lado, não adianta definir uma meta apenas porque ela pode ser atingida. Pense em objetivos que agreguem valor e que possam gerar resultados efetivos.

Time bound (temporizável): lembre-se de que tudo precisa de um tempo para ser alcançado. Por isso, ao definir uma meta, especialmente as que exigem esforços maiores, é importante também discutir o prazo ideal para que ela seja atingida.
Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.

*Entrevista publicada em 05 de janeiro de 2016.

Link original da matéria: http://destinonegocio.com/br/empreendedorismo/estabelecer-metas-torna-equipes-ma…