Boas práticas na administração de pequenas empresas

Boas práticas na administração de pequenas empresas

Se eu te perguntar se você sabe como administrar uma empresa de pequeno porte, qual será a sua resposta? Alguns empreendedores de primeira viagem podem achar que é mais simples gerir uma pequena empresa. No entanto, há que se considerar que as demandas são as mesmas de uma média ou grande corporação, porém com menos recursos financeiros e humanos. O tamanho da estrutura que grandes corporações possuem faz a diferença na forma como os desafios são superados.
 

Como Administrar uma Empresa de Pequeno Porte?

 
As pequenas empresas têm as mesmas necessidades que grandes companhias e o gestor deve ficar atento para não deixar as oportunidades de consolidação e crescimento passarem. Pensando nisso, listei 8 dicas relevantes para tornar a administração mais assertiva.
 

Dica 01 – Desenvolva seu perfil empreendedor

 
Independente do ramo em que você pretende se inserir, é fundamental ter bem desenvolvido o seu perfil empreendedor. O líder da companhia é o responsável pelos acertos e erros que a empresa terá ao longo da sua trajetória, não esquecendo que as vitórias devem ser devidamente divididas com a sua equipe (falarei mais sobre ela na segunda dica).
 
O administrador de uma pequena empresa deve estar aberto a novas possiblidades, os conceitos preconcebidos não podem fazer parte do seu arcabouço de soluções. Quando se trabalha com menos recursos de capital e humano, é essencial ser criativo e fazer mais com menos.
 

Dica 02 – Monte a equipe certa para a sua empresa

 
As pequenas empresas, geralmente, entram no mercado com menos recursos para contratar profissionais e, por isso, é fundamental que o administrador saiba como recrutar os talentos certos. O primeiro ponto a se considerar é que não se deve priorizar a contratação de familiares que não sejam devidamente qualificados para o posto disponível.
 
Por outro lado, talvez não seja possível contratar o mais qualificado dos candidatos, devido à falta de recursos para cobrir a proposta salarial, porém, é possível adaptar as suas escolhas às necessidades específicas da sua companhia. Defina quais são os perfis de pessoas de que a empresa precisa e, só então, comece o processo seletivo.
 

Dica 03 – Trabalhe com o estabelecimento de metas

 
Antes de abrir a sua empresa, é essencial realizar um plano de negócios, um planejamento que vislumbre quais são as principais oportunidades e ameaças do mercado. A partir desse plano, é possível determinar quais serão as metas de curto, médio e longo prazo.
 
Ter metas é uma forma de direcionar o trabalho da companhia para que ela cresça de maneira saudável. Estipular quanto de lucro e qual posicionamento a organização deve ter daqui dois, quatro ou cinco anos contribui para uma visão mais completa do cenário que está à frente.
 

Dica 04 – Aprenda a delegar tarefas

 
Os gestores que seguem a dica número 2 têm mais facilidade em delegar tarefas, pois sabem que têm uma equipe preparada para enfrentar os mais diversos desafios. O papel do administrador é gerencial o todo e não realizar todas as pequenas tarefas. No começo do empreendimento pode ser difícil se distanciar do papel daquele que faz para chegar ao lugar do que gerencia.
 
Comece estabelecendo quais são as tarefas que devem ser repassadas para a equipe e, aos poucos, torne a supervisão menos constante. Não se trata de “largar” o trabalho e sim de utilizar seu tempo e energia em questões mais relevantes.
 

Dica 05 – Adote um sistema de gestão das finanças

 
A administração de uma empresa depende de fazer a correta gestão das finanças. Para isso, é importante adotar um sistema que permita ter uma visão global de todas as entradas e retiradas, assim como pensar quais serão os próximos investimentos a ser realizados.
 
Ter um software de gestão financeira é a forma mais assertiva de se manter a par de todos os pormenores da sua companhia. Saiba que o investimento num sistema de controle financeiro traz uma série de benefícios e vantagens no futuro.
 

Dica 06 – Estabeleça um plano de marketing para a sua empresa

 
As pequenas empresas precisam de um plano de marketing bem definido para que tenham chances reais de competir com as companhias de maior porte já consolidadas no mercado. Esse plano deve contemplar a análise da concorrência, definição de estratégias, bem como o direcionamento de recursos para cada ação.
 
Lembre-se que, mesmo que o volume de vendas esteja indo bem, é importante pensar em formas de alcançar um público maior. Empresas que se acomodam acabam ficando para trás.
 

Dica 07 – Crie um ambiente favorável para seus colaboradores

 
Independente do porte, uma empresa é feita das pessoas que trabalham nela e, dessa forma, é fundamental que seja criado um ambiente favorável e harmonioso para que os colaboradores possam se engajar na realização das suas tarefas.
 
O reconhecimento do valor de cada funcionário é importante e, por isso mesmo, uma boa estratégia é criar programas de bonificação. Não se trata de criar um ambiente de competição entre os colaboradores e sim de estimulá-los a fazer o seu melhor para receber uma recompensa que pode ser um dia de folga ou um valor em dinheiro.
 

Dica 08 – Aposte na otimização de processos

 
A informatização de alguns dos principais processos do escritório é uma forma de ter retorno financeiro e competitivo. A otimização de processos operacionais permite que os colaboradores tenham mais tempo para se dedicar a tarefas criativas para a companhia.
 
Para os empresários relutantes em adquirir máquinas e estabelecer a informatização de alguns dados, é interessante colocar na ponta do lápis a economia feita a médio e longo prazo. Fazendo um breve comparativo é possível observar oportunidades de crescimento.
 
O que achou dessas dicas para a administração de pequenas empresas? Deixe seu comentário!