É muito importante conhecer os talentos que ficam dentro das empresas.

É muito importante conhecer os talentos que ficam dentro das empresas.

Num momento em que é crucial para as empresas desenvolver diferenciais, a formação de um banco de talentos se mostra uma estratégia assertiva para o setor de recursos humanos. Conhecer os talentos, que muitas vezes ficam ocultos dentro da sua companhia é uma forma de potencializar os resultados, obtendo mais dedicação por parte dos colaboradores, afinal todo mundo gosta de ver seu esforço reconhecido.

Mas, afinal o que é banco de talentos?

O conceito de banco de talentos consiste em reunir informações relevantes a respeito dos profissionais desde dados cadastrais (nome, telefone, endereço, etc.) até dados mais específicos (como cursos de qualificação, experiência no exterior, etc.). Muitas empresas de recrutamento utilizam esse sistema há algum tempo para conseguir encontrar e destinar os colaboradores mais assertivos para as organizações que solicitam.

No entanto, nos últimos anos, alguns gestores perceberam que podiam usar esse sistema em prol de seus próprios negócios. A ideia é simples, basta criar uma base de dados dos colaboradores que se tem em seu quadro profissional e, a partir desses elementos, determinar quais podem ser aproveitados em novas funções e receber oportunidades de crescimento. É comum que as companhias descubram que não precisam contratar novos funcionários porque já têm uma base sólida no seu quadro atual.

Outras Funções do Banco de Talentos

Além de ajudar a identificar os talentos que a organização possui em seu quadro atual de colaboradores, o banco de dados, permite traçar um histórico dos indivíduos. A partir dessas avaliações se torna possível avaliar o seu desempenho individual e coletivo, assim como dar feedbacks com maior propriedade para o desenvolvimento profissional de cada funcionário.

O mapeamento de competências individuais é fundamental para que se forme uma equipe mais coesa e preparada para seguir adiante no mercado. O conhecimento verdadeiro a respeito de quem são as pessoas que estão construindo a base das atividades do seu negócio é o primeiro passo para alcançar metas e objetivos mais ousados.

Como Dar Início a um Banco de Talentos na Sua Companhia

A seguir vou explicar quais são os passos essenciais para o desenvolvimento de um banco de talentos que cumpra a sua função primordial que consiste em fornecer informações a respeito dos colaboradores da sua organização.

– Armazenamento de dados

O primeiro passo para ter acesso a essas informações é desenvolver um sistema coerente de armazenamento de dados. Comece planejando um sistema que seja fácil de alimentar dentro da dinâmica cotidiana do seu empreendimento. Ao contratar novos colaboradores, tenha o hábito de criar uma espécie de ficha cadastral em que constem os dados pessoais e os dados de qualificação dos mesmos, assim como o que se espera desses indivíduos a curto, médio e longo prazo.

Com esses dados será possível fazer avaliações mais consistentes no decorrer do período em que o funcionário se mantiver como parte da equipe, pois haverá a possibilidade de comparar as expectativas no momento da efetivação com o que está sendo entregue. Utilizar sistemas informatizados, como planilhas e softwares específicos, pode ser o método mais eficiente.

– Organize os dados

Para que dados se transformem em informações, é fundamental que estejam devidamente organizados e que possam ser cruzados respondendo a eventuais perguntas que podem surgir. Estabeleça mecanismos de cruzamento dos dados e perguntas que precisarão ser respondidas a partir deles. Assim você passa a ter resultados desse trabalho da catalogação.

– Análise do banco de talentos

Nos momentos em que se mostrar necessário contratar novos colaboradores para a sua companhia, acesse as informações do banco de talentos e verifique se já não existe algum funcionário capacitado para assumir esse posto. Promover os indivíduos que já fazem parte do grupo de colaboradores ajuda a reforçar a confiança do grupo e a criar um ambiente organizacional mais agradável. A contratação de um profissional de fora para assumir um posto de liderança e comando, muitas vezes impacta negativamente quem já faz parte da equipe e sabe que tem condições para essas funções.

– Retenção de talentos

Por fim, recomendo que o banco de talentos da sua organização seja utilizado como uma ferramenta de retenção dos colaboradores que realmente somam para a conquista de melhores resultados. A rotina e a falta de reconhecimento da importância da atuação desses indivíduos para o andamento dos projetos da corporação pode fazer com que muitos se sintam pouco valorizados e acabem buscando novas oportunidades em outras companhias.

A alta rotatividade de funcionários é um dos problemas que tem impactado negativamente muitas empresas e que pode ser resolvido com a adoção de medidas que visem demonstrar que existe reconhecimento do valor de cada empregado. Comece a avaliar de que maneira a sua empresa vem tratando os seus funcionários e quantos indivíduos pediram demissão no último ano. Esses dados podem ser reveladores a respeito da gestão de recursos humanos.

A sua empresa já utiliza o sistema de banco de talentos? Comente abaixo!

 

Tudo sobre empreendedorismo você confere acessando o meu canal. Inscreva-se agora!