Entenda mais sobre Salário proporcional e como o mesmo é calculado

Entenda mais sobre Salário proporcional e como o mesmo é calculado

As empresas precisam saber como calcular salário proporcional corretamente para garantir que todos os colaboradores que eventualmente sejam demitidos recebam tudo o que têm direito. Esse tema pode gerar uma série de dúvidas, especialmente para empreendedores que estão entrando agora no mercado, para deixá-las no passado descubra do que se trata o salário proporcional e qual a forma correta de calculá-lo.

Saiba mais sobre as leis trabalhistas. Inscreva-se no meu canal. Inscreva-se agora!

O Que é Salário Proporcional?

Ao ser admitido, o profissional tem um acordo com a empresa a respeito do salário a ser recebido por cada mês de trabalho. Esse valor se refere ao que ele tem direito por desempenhar as suas tarefas durante todo o mês. Quando um colaborador é demitido da sua companhia, deve receber o valor proporcional aos dias do mês que efetivamente trabalhou.

O conceito de salário proporcional também se aplica no caso de funcionários recém-contratados, se eles não tiverem trabalhado um mês cheio. Imagine o novo empregado da organização foi contratado no dia 15, o seu primeiro salário corresponderá proporcionalmente ao período que já estava no quadro de colaboradores.

Como Calcular o Salário Proporcional

A seguir vou explicar como é feito o cálculo bem como algumas regras pertinentes para compreender o conceito completamente.

Regras

30 dias: o objetivo desse cálculo é saber quanto é a proporção do valor do salário mensal que deve ser paga para o indivíduo pela quantidade de dias em que ele trabalhou no mês. Geralmente, se utiliza 30 dias para essa divisão, no entanto, no caso do mês de fevereiro, que tem menos dias (pode ser 28 ou 29), é importante utilizar o total de dias exato.

Acordo por horas: se a sua companhia contrata colaboradores pagando por horas, não precisa se ater a esse cálculo, uma vez que será mais simples determinar o que eles têm direito de receber, observando a sua produção.

Salário integral: no caso de um colaborador que foi demitido no final do mês, o pagamento do salário será integral, o cálculo de proporcionalidade só é necessário quando foram trabalhados menos dias do mês.

Aplicações: como já disse acima, esse cálculo é válido no caso de demissão e contratação, porém, também poderá ser utilizado para situações em que um funcionário se afastou na metade do mês, retorno e outras ocorrências que estejam devidamente expressas no contrato.

O Cálculo do Salário Proporcional

Agora que você já conhece as regras acerca do salário proporcional, está apto para fazer o cálculo do quanto cada colaborador deverá receber numa das situações válidas. O cálculo consiste em dividir o valor do salário mensal pelo número de dias do mês em questão para saber quanto o indivíduo tem direito de receber por aquele período trabalhado. Confira em detalhes o exemplo que elaborei.

Fernando recebe todo mês R$ 980,00 e no mês de julho, que possui 31 dias, ele foi demitido da empresa em que trabalha. Iremos calcular o seu salário proporcional da seguinte maneira:

Conhecendo o valor de cada dia trabalhado:

980 (salário mensal) / 31 (total de dias de julho) = 31,61

Total a receber de salário proporcional:

31,61 (valor de cada dia de trabalho) x 16 (total de dias trabalhados em julho) = 505,76

O salário proporcional de Fernando é de R$ 505,76.

E se o exemplo fosse em fevereiro?

Para que não fique nenhuma dúvida, elaborei um exemplo ocorrido em fevereiro, considerando que o mês teve 28 dias. Nesse caso, faremos o cálculo do salário proporcional de Fátima, que foi demitida no dia 12 de fevereiro e recebia mensalmente R$ 1.200,00.

Conhecendo o valor de cada dia trabalhado:

1.200 (salário mensal) / 28 (total de dias de fevereiro) = 42,85

Total a receber de salário proporcional:

42,85 (valor de cada dia de trabalho) x 12 (total de dias trabalhados em fevereiro) = 514,20

O salário proporcional de Fátima é de R$ 514,20.

Viu como é simples fazer esse cálculo? Manter-se dentro do que é exigido pela lei é mais fácil do que parece, então, não deixe de concentrar seus esforços nisso.

Mantenha Registros

Além de saber como calcular o salário proporcional corretamente, é essencial que o gestor tenha o hábito de manter registros de todas as operações relacionadas com seus colaboradores, pois isso evita a geração de processos e outros problemas no futuro. Os cálculos e os registros devem ser devidamente feitos pelo departamento pessoal da companhia.

Para empreendedores que estão começando e têm um pequeno negócio, a dica é ser organizado com essas questões para evitar não ter comprovantes ou deixar em aberto alguma pendência com ex-funcionários. Organizações que se mantêm sólidas ao longo do seu período no mercado se caracterizam por cuidarem com afinco de todos os detalhes referentes aos seus colaboradores, isso influencia na imagem da corporação.

Gostou dessas dicas? Deixe seus comentários e compartilhe com os seus amigos!

Salário proporcional e assuntos relacionados você confere no meu canal. Inscreva-se agora!