Como Organizar o Departamento Jurídico de uma Empresa?

Os gestores se perguntam constantemente ‘como organizar o departamento jurídico de uma empresa?’, isso porque geralmente esse setor é um dos que mais são afogados pela alta demanda. Boa parte das organizações se vê com um setor jurídico cheio de questões para resolver sem que haja um planejamento focado em finalizar tais problemáticas dando um fim para as mesmas.

Como Organizar o Departamento Jurídico de uma Empresa?

Se a sua empresa tem enfrentado dificuldade com a alta demanda destinada ao departamento jurídico é válido avaliar as medidas que podem ser tomadas antes de abrir um processo seletivo para novos colaboradores. A seguir listei algumas dicas para organizar o trabalho desse departamento colocando as rotinas em dia e tornando-o mais produtivo.

– Definição de metas e planejamento estratégico

Organizar significa saber aonde se quer chegar e de que maneira percorrer esse caminho. Quando o departamento jurídico parece estar fora de controle e sem conseguir resolver as demandas do cotidiano é necessário fazer uma análise de quais são os principais problemas que passam pelo setor e quais seriam as melhores soluções. Por exemplo, uma companhia que enfrenta um número significativo de ações judiciais motivadas pela mesma questão pode optar pelo caminho do acordo judicial com as partes.

Para isso a equipe do departamento jurídico precisa estar a par do que os envolvidos desejam e ter uma proposta satisfatória para maior parte dos reclamantes. No entanto, isso apenas pode ser identificado quando se conhece o problema maior e qual é a solução mais interessante para essa questão. O planejamento estratégico é essencial para ter bons resultados.

– Desenvolvimento de rotina

A palavra rotina não deve ser encarada sob o viés negativo que é atribuído a ela, pois na verdade ela é o segredo para ter sucesso em qualquer setor. Quando o departamento jurídico trabalha com uma padronização de procedimentos e um cronograma com datas fechadas fica mais simples impedir que as demandas fujam do controle. Não ter essa organização faz com que o trabalho não seja dividido da maneira mais interessante do ponto de vista de aproveitamento de todos os profissionais envolvidos.

– Reuniões curtas para divisão de tarefas

Um departamento que tem uma grande quantidade de demandas complexas precisa ter um diálogo ativo entre os seus componentes. Estabelecer que serão realizadas reuniões no início e no final da semana para o controle dos projetos é essencial para ter certeza que se está trabalhando com o máximo de assertividade. A dica é que a reunião da segunda-feira seja para dividir as tarefas por profissionais ou equipes, ter um quadro em que essa divisão seja anotada e permaneça visível é uma prática bastante interessante.

Já a reunião de sexta-feira deve ter como foco observar se todas as metas estabelecidas no começo da semana foram devidamente cumpridas. Não se trata de uma avaliação no sentido de punir quem não conseguiu cumprir com as tarefas e sim de entender onde está o problema que faz com que as engrenagens desse departamento girem mais devagar.

– Investimento em capacitação interdisciplinar

Os advogados que compõem o departamento jurídico da sua organização devem ser plenamente capacitados para exercer tais funções, contudo, é essencial pensar também em capacitação com foco multidisciplinar. Os profissionais da área jurídica têm que saber se comunicar com assertividade com os demais departamentos superando a barreira imposta pelo chamado juridiquês, a linguagem que somente os advogados entendem.

Outras questões relevantes dizem respeito a conhecimento técnico do produto ou serviço que a empresa oferece, otimização do tempo, uso da tecnologia a favor do trabalho, habilidade de realizar tarefas em equipe entre outros. Ser interdisciplinar é fundamental para que os profissionais estejam prontos para atuar num mercado cada vez mais dinâmico.

– Recursos de Tecnologia de Informação

A área de TI funciona como o suporte geral para todas as outras áreas de uma companhia, isso é válido também para o departamento jurídico. As soluções tecnológicas permitem agilizar pequenas tarefas cotidianas tornando dessa forma o andamento do departamento mais interessante. Liberar os funcionários da realização de tarefas mecânicas é uma maneira de direcionar o talento dos mesmos para as questões que realmente importam.

– Considere contratar novos funcionários

Se após ter seguido todas as dicas que listei no decorrer desse artigo ainda perceber dificuldade do departamento jurídico resolver todas as demandas considere a contratação de profissionais extras. Nesse momento é válido conversar com o gestor do setor para saber se é interessante realizar a contratação de funcionários para o quadro da empresa ou então apostar em reforços terceirizados para o auge das demandas.

Vale lembrar que algumas companhias enfrentam momentos com mais demandas que outros. Não é estrategicamente interessante contratar funcionários que não terão função depois desse momentos de mais trabalho.

Gostou das dicas de como organizar o departamento jurídico de uma empresa?

Créditos Imagem: Por Freedomz – ID da foto stock livre de direitos: 721348432

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros Artigos

Marcus Marques

Empresário e Empreendedor
Marcus Marques é mentor e referência em gestão para pequenas e médias empresas. É sócio diretor do Instituto Brasileiro de Coaching - IBC*, empresa líder de mercado construída junto com seu Pai (José Roberto Marques) que tem mais de 500 colaboradores.Seu conteúdo é recomendado pela Exame.com e foi eleito em 2016 Empreendedor do Ano com o #PJB Prêmio Jovem Brasileiro. Com base em sua formação e experiência prática, criou a metodologia Acelerador Empresarial, onde mais de 1.000 empresas já participaram de seus programasQuer conhecer os resultados e o perfil completo? Veja tudo sobre o Marcus aqui.

CONTATE-ME

TERMOS E CONDIÇÕES | POLÍTICA DE PRIVACIDADE

© 2018 MARCUS MARQUES. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

CNPJ:25.048.157/0001-18 – MARCUS MARQUES INSIGHTS LTDA

AL MARACANA – 1029 CEP: 74.674-150 – QUADRA119 LOTE 21 CASA 02 SALA 01